Afinal, pra que serviu a audiência solicitada por Gardeninha?

Publicado em   10/jun/2011
por  Caio Hostilio

Como era de se esperar, a hipocrisia politiqueira deu o ar da graça da audiência que a deputada Gardênia Castelo solicitou para discutir o projeto do Corredor de Transporte Urbano. Deputados e vereadores cobraram a presença de um representante do governo do Estado. Pra quê?

Depois veio as argumentações mais idiotas sobre parceria institucional e outras balelas que não trazem nada de concreto ao que a população de São Luís almeja.

O certo é que o governo Castelo apertado pelas fraudes no IPTU teria que encontrar algo que pudesse dar uma resposta urgente a população. Então imaginaram que essa audiência poderia transpor a realidade que se transformou o caos na gestão de João Castelo.

Após ter essa idéia qual foi sua reação? Colocou-a no papel, procurou saber sua viabilidade ou ficou apenas no sonho? Por que dinheiro para concretizar esse corredor, o governo João Castelo não tem e esperar verbas do PAC é uma utopia que pode perdurar por vários anos, pois não se trata de uma obra preferencial, visto que o governo federal é consciente que o projeto do governo do Estado, para fazer a mesma coisa, já está disponível e não apenas num projeto que ainda não saiu das folhas imprimidas nas impressoras da Prefeitura.

A coisa pública e o dinheiro do contribuinte devem ser discutidos em suas essências, pois através da politicalha ficarão tipo as pontes de José Reinaldo, que não vão e vem de lugar algum. É preciso respeitar o povo e não subestimar a inteligência de ninguém.

É certo afirmar que em média 90% dos projetos do governo Castelo não saem do papel e o motivo na maioria das vezes esta na forma como os criadores das idéias ou projetos enxergam o trabalho que terão no processo de desenvolvimento e implantação.

O certo é que ninguém entendeu absolutamente nada, nadica de nada, sobre o projeto, principalmente porque a apresentadora buscou misturar o assunto em questão com a cobrança fraudulenta do IPTU. Ela é a mesma que criou o barraco quando da suspensão da audiência que deveria acontecer na Assembléia para discutir o IPTU.

Para piorar a situação, Maria do Amparo, que ficou conhecida como a louca do IPTU, em sua apresentação disse que o projeto custará R$ 430 milhões para concretizar o projeto do corredor de transporte urbano, que já estariam garantidos pelo Governo Federal, através do Ministério das Cidades. Ora bolas!!! Quer enganar quem?

Em minha opinião, existem audiências que não servem absolutamente pra nada. Apenas gastar tempo e dinheiro do contribuinte, pois os custos fixos e variados pela promover esse tipo de patacoada são grandes… Tenho certeza absoluta que o contribuinte não concorda em bancar debates dentro da hipocrisia politiqueira, como fórmulas canalhas para esconder seus erros e fraudes.

Que os deputados e, principalmente, a Mesa Diretora do Legislativo, passe a analisar com mais cautela esses eventos que só fazem aumentar os gastos orçamentários da Casa, haja vista que seus resultados são improdutivos, idiotas e sem nenhuma perspectiva de bem-estar e qualidade de vida aos maranhenses.

  Publicado em: Governo

2 comentários para Afinal, pra que serviu a audiência solicitada por Gardeninha?

  1. Reginho disse:

    Vc tinha até rasão, se alguém do GOVERNO DO ESTADO, pelo menos uma só uma pessoa pra debater sobre o assunto, mas como todos que são vivos sabem que esse GOVERNO DE ROSEANA NÃO TÁ NEM AI PRA NINGUÉM. agora té pergunto meu caro defensor de Roseana, pq não foi um… de Roseana lá? Só tava… Roberto costa, e ainda legou um puchao de orelha de Raimundo Louro, kkk!

    • admin disse:

      Primeiramente faça seu questionamento crítico sem insultos, pois a crítica é salutar quando é debatido no campo das idéias e não na baixaria, que não leva a nada. Não sei o porquê da ausência de um integrante do governo na audiência, mas eles tevem ter seus motivos políticos.

Deixe uma resposta para Reginho Cancelar resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

PUBLICIDADE

Busca no Blog

Arquivos