E os professores acreditaram numa mudança que não passou de mentiras eleitorais

Publicado em   26/ago/2016
por  Caio Hostilio

professoresOs professores da rede estadual continuam vivendo dos avanços da ex-gestão, que deixou o Estatuto do Magistério aprovado e com as progressões garantidas, porém esperavam mais avanços na valorização do magistério, coisa que não aconteceu.

Os professores caíram no conto vigário, pois tinham o conhecimento de que no comando do Sinproesemma estava um dos membros do PCdoB de Flávio Dino. Olha que o todo poderoso do Sinproesemma espera total apoio dos professores em sua empreitada rumo a vice prefeitura de São Luís!!!

Simplesmente o Sinproesemma só brigou quando o governo não era o de Flávio Dino. Criava greve do nada.

Agora, com a falta de cumprimento do piso nacional, o Sinproesemma sumiu de cena e sumiu numa cortina de fumaça politiqueira.

A Seduc vive numa nuvem carregada, haja vista que não consegue dá aos professores a tão sonhada formação continuada e sequer dá condições dignas para que aconteça de fato o ensino/aprendizagem.

Que os professores não caia mais em promessas mirabolantes!!!

  Publicado em: Governo

“No nosso governo, serão banidas as práticas de apadrinhamento”, afirma Wellington 11

Publicado em   25/ago/2016
por  Caio Hostilio

IMG_4024O candidato a prefeito da coligação “Por Amor a São Luís”, Wellington 11 (PP), apresentou nesta quinta-feira (25), durante entrevista concedida à Rádio Universidade FM, ações que ele implantará para resgatar o setor cultural de São Luís.

De acordo com Wellington, a cultura da capital maranhense foi totalmente esquecida nestes últimos quatro anos, assim como todos os agentes que a fazem.

“O cenário, hoje, é desolador. A atual administração renega as leis municipais que norteiam o setor e, por conta disso, não ocorreram investimentos corretos. Muito pelo contrário. O que se vê são as manifestações culturais sem nenhum apoio; festas tradicionais, como Carnaval e São João, sendo desprezadas; e as pessoas que fazem a cultura sendo humilhadas com o não pagamento, por parte da prefeitura, de caches, por exemplo”, afirmou o candidato no programa Santo de Casa, comandado pela radialista Gisa Franco.

Wellington garantiu que sua gestão à frente da prefeitura de São Luís desenvolverá uma política cultural que respeita e cumpre o estabelecido nas leis – plano municipal de cultura, sistema municipal de cultura e lei municipal de incentivo a cultura –, de proximidade com todos os atores do setor visando fomentar a atividade e torná-la efetivamente uma economia criativa geradora de emprego e mais renda.

Além da realização e divulgação de eventos tradicionais do calendário anual, como Carnaval e São João, o candidato disse que investirá em projetos de valorização nas mais diversas áreas (teatro, cinema, dança, dentre outros); revitalização de espaços públicos, como o Circo Cultural Nelson Brito, no Aterro do Bacanga, para que neles ocorram produções diversas; e expansão das atividades do setor para que cheguem nas regiões mais distantes, como os bairros da zona rural.

“Cultura está acima de qualquer diferença. Pensamos a cultura como um setor que deve produzir; que deve gerar renda e emprego. No nosso governo, serão banidas as práticas de apadrinhamento. Cultura é para todos e todos os seus setores e agentes serão incentivados por nossa administração”, destacou.

Na visita a Rádio Universidade FM, Wellington 11 também concedeu entrevista ao jornalista Adalberto Júnior, na qual abordou outros temas, tais como saúde, educação e trabalho parceiro entre as prefeituras da Grande Ilha.

A entrevista irá ao ar nesta sexta-feira (26), às 7h20, e pode ser acompanhada na frequência FM 106,9 ou no www.universidadefm.ufma.br

  Publicado em: Governo

Hildo Rocha articula revitalização do tabuleiro do São Bernardo

Publicado em   25/ago/2016
por  Caio Hostilio

MAGALHÃES_DE_ALMEIDA_AUDIÊNCIA_MIN_INTEG_NACIONAL_JADER_BARBALHO_23_08_2016_02O deputado federal Hildo Rocha (PMDB/MA) apresentou ao Ministro da Integração Nacional, Elder Barbalho, projeto por meio do qual propõe que o Projeto Tabuleiro do São Bernardo passe ser administrado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf). A proposta foi debatida durante audiência com Barbalho da qual também participaram o prefeito de Magalhães de Almeida, Tadeu Sousa (PMDB) e pelo ex-prefeito Neto Carvalho.

Segundo o deputado, o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), órgão que atualmente responde pela gestão do Tabuleiro, não tem sido eficiente na condução do projeto. “Esse projeto de irrigação é importante para o Maranhão, para a cidade de Magalhães de Almeida e toda a região porque, quando estiver funcionando na sua plenitude vai gerar quase 25 mil empregos. É um projeto que vai produzir riquezas para a população. Mas falta uma gestão mais eficiente, por parte do governo federal e foi em busca dessa gestão mais eficiente que solicitamos ao Ministro Elder Barbalho que o Tabuleiro deixe de ser administrado pelo Dnocs e passe a ser gerenciado pela Codevasf. O Ministro gostou da ideia, foi muito receptivo e se comprometeu em fazer a mudança”, destacou.

Referência

Rocha enfatizou que o Ministro elogiou a administração de Tadeu porque o prefeito deu sequencia à grande administração do ex-prefeito Neto Carvalho. “Hoje, Magalhães de Almeida é uma cidade referência é um sinônimo de competência, de trabalho bem realizado. Por isso, sempre que solicitamos audiência do prefeito com os Ministros somos sempre bem-recebidos. Portanto, se Deus quiser, vamos fazer a transferência para dar vida efetiva ao Tabuleiro do São Bernardo”, declarou o parlamentar.

Esgotamento sanitário

Hildo Rocha disse que o Ministro garantiu ainda a questão do esgotamento sanitário de Magalhães de Almeida também será resolvido. “Houve uma falha da Codevasf, mas o Ministro afirmou que isso será corrigido e garantiu que vai conseguir outras obras para a cidade de Magalhães de Almeida”, destacou.

  Publicado em: Governo

Afinal, por que só agora, em pleno período eleitoral, Flávio Dino resolveu inaugurar o Hospital de Santa Inês?

Publicado em   25/ago/2016
por  Caio Hostilio

ribamar alvesFlávio Dino recebeu o Hospital Macrorregional de Santa Inês com mais de 90% de sua obra pronta e com equipamentos adquiridos, porém a morosidade na continuidade do restante da obra gerou um desrespeito aos munícipes de toda região que tanto precisava do referido hospital.

Tudo leva a crer que essa atitude do governo Flávio Dino se refere a perda da eleição (2014) em Santa Inês, além da perseguição ao prefeito Ribamar Alves, que tanto ajudou na campanha do candidato do PCdoB.

Por outro lado, foi uma irresponsabilidade com a coisa pública, haja vista que existia um cronograma de entrega, cujos recursos estavam dotados.

Na verdade, o programa “Saúde é Vida” foi atingido de morte, pois as paralisações das obras, principalmente as dos centros de hemodiálises, que tanto vem prejudicando os pacientes… Estão sendo tratados sem nenhum tipo de cidadania amparada pela constituição.

Agora, em pleno período eleitoral, Flávio Dino resolveu inaugurar o citado hospital, com isso vale questionar:

Estaria aí uma forma de envolvimento direto na campanha eleitoral em Santa Inês?

  Publicado em: Governo

Ex-prefeito Willian Almeida de Buritirana é condenado por não comprovar aplicação de recursos para compra de ambulância

Publicado em   25/ago/2016
por  Caio Hostilio

MARANHÃO CONTRA CORRUPÇÃOEm decisão proferida pelo juiz Paulo Vital Souto Montenegro, o ex-prefeito da cidade de Buritirana, Willian Almeida foi condenado por não prestar contas de sobre a aplicação de verbas recebidas a título de convênio para a compra de uma ambulância. A ação foi movida pelo Município de Buritirana. A gestão de Willian Almeida foi de 2005 a 2012. Entre as penalidades sofridas pelo ex-gestor está o ressarcimento integral dos danos no valor de R$ 136.119,09 (cento e trinta e seis mil, cento e dezenove reais e nove centavos). Ele já havia sido condenado em 2014 por concessão ilegal de empréstimos. A decisão é da Comarca de Senador La Roque, da qual Buritirana é termo judiciário.

Consta no pedido do Ministério Público que o ex-prefeito não teria prestado contas ao órgão competente sobre a aplicação de verbas recebidas a título de convênio para a compra de uma ambulância, o que teria trazido prejuízos à municipalidade. Quando notificado para prestar informações o requerido informou, preliminarmente e no mérito, que foram apresentadas as contas, bem como a inexistência de ato de improbidade.

“Em sede de contestação, o requerido reiterou os fundamentos expendidos nas informações outrora prestadas nestes autos. Instados a produzirem provas, a parte autora informou não ter interesse e pugnou pelo julgamento antecipado da lide. O réu requereu expedição de ofícios à SES/MA para informar sobre a existência ou não de apresentação de contas pelo Município de Buritirana/MA referente ao convênio 29/2011”, versa a decisão. O Ministério Público se manifestou pugnando pela procedência da ação.

Comportando o caso o julgamento antecipado da lide, o juiz decidiu: “Inicialmente, cumpre destacar que o requerimento pela expedição de ofício à SES/MA para informar acerca da prestação de contas do convênio deve ser indeferida porque as informações solicitadas pelo requerido são de acesso público e prescindem de intervenção judicial porquanto não sujeitas a sigilo ou reserva de jurisdição, podendo o próprio advogado do requerido ter acesso a essas informações”.

E segue: “Nesse sentido, o juiz não está obrigado a produzir prova que, com diligência razoável, possa ser livremente produzida pela parte, posto que compete a ela o ônus da produção probatória (inteligência dos arts. 373. I do NCPC), devendo a atuação judicial ser subsidiária e limitada aos casos em que a parte, conquanto prove que tentou produzir a prova, foi injustamente impedida, ou a prova que ela julga necessária se encontra sob sigilo ou reserva de jurisdição. E citou jurisprudências”.

Na fixação das penas previstas nesta lei o juiz levou em conta a extensão do dano causado, assim como o proveito patrimonial obtido pelo agente. Quanto ao ressarcimento integral dos danos causados pelo recebimento de valores aos quais não comprovou aplicação em seus fins devidos, nem os devolveu ao erário, devidamente corrigido, implica no montante de R$ 136.119,09 (cento e trinta e seis mil, cento e dezenove reais e nove centavos), servindo de base para a condenação do requerido para o ressarcimento. “Quanto à perda da função pública, resta prejudicada, uma vez que o requerido não atua mais na qualidade de prefeito”.

Por fim, o magistrado julgou procedente a ação e condenou o ex-prefeito, além da devolução dos valores acima citados, à suspensão dos direitos políticos pelo prazo de 05 anos, à multa civil de 10 vezes o valor da última remuneração percebida a ser apurado em liquidação de sentença, bem como à proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.

  Publicado em: Governo

Informativo

Publicado em   25/ago/2016
por  Caio Hostilio

Wellington apresenta 02 Projetos de Lei em defesa das crianças do Maranhão
IMG-20160824-WA0032
O deputado estadual Wellington do Curso (PP) apresentou, na manhã de hoje (24), dois Projetos de Lei em defesa das crianças do Maranhão, ao fazer referência ao intitulado dia da infância. Um dos projetos institui a Semana de Proteção à Infância; o outro dispõe sobre penalidades aos que praticam exploração do trabalho infantil. Ao fundamentar os projetos, Wellington destacou o papel do Estado e da sociedade como protetores das crianças, sobretudo, no combate ao trabalho infantil e à exploração sexual. “Hoje é considerado o dia da infância, mas nós não podemos esquecer que nossa luta em defesa dos direitos da criança e do adolescente ocorre todos os dias. Ao defendermos a infância, é necessário lutarmos contra várias violações, a exemplo do trabalho infantil e da violência sexual. Segundo pesquisas divulgadas em 2014, no ranking do trabalho infantil no Brasil, o Maranhão ocupa o terceiro lugar. Em relação à violência sexual, de acordo com dados da Secretaria Estadual de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), em 2015, mais de 603 denúncias de violência contra crianças e adolescentes foram registradas em todo Maranhão. Por sabermos dessa realidade, apresentamos projetos com o intuito de proteger e defender os direitos de nossas crianças e, assim, o futuro de nosso estado.”, ressaltou Wellington. ENTENDA OS PROJETOS: Um dos projetos dispõe sobre as penalidades impostas àqueles que praticam a exploração do trabalho infantil no âmbito do Estado do Maranhão. As pessoas jurídicas de direito privado que forem flagradas na prática de exploração do trabalho infantil sofrerão sanções, sem prejuízo do disposto na Lei Federal 8.069, de 13 de julho de 1990 e demais legislações pertinentes. Entre as sanções, tem-se a aplicação de advertência, por escrito, na primeira autuação, com prazo de 30 (trinta) dias para adequação à legislação pertinente e encerramento do trabalho ilegal; e, em caso de reincidência, a imposição de multa. A arrecadação oriunda da aplicação de multa será destinada ao Fundo Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente  com o intuito de desenvolver ações preventivas e erradicação do trabalho infantil. Projeto que institui a Semana Estadual de Proteção à Infância – Tem por objetivo conscientizar a população através de procedimentos informativos, educativos, organizativos e palestras, a fim de que a sociedade venha a compreender a necessidade de se erradicar o trabalho infantil, combater a exploração sexual e, assim, garantir os direitos sociais assegurados às crianças, como educação, saúde, esporte e lazer.

A juventude de Itapecuru segue firme com Neto Marreca

14064132_1249006088483845_2670770601596231332_nOlá juventude as coisas vão melhorar em nossa cidade, nosso amigo Neto Marreca com a ajuda do povo e de Deus vai conseguir a vitória. A cara da nossa cidade vai mudar muito rapidamente, porque vocês que o acompanha sabem que ele frisa muito nos discursos dele em dá oportunidades pros jovens ainda mais por ele ser jovem. Os jovens tendo uma oportunidade de trabalho, curso técnico, fazendo cultura e arte, ou seja, ocupando seu tempo com coisas construtivas. Nossa cidade só tem a ganhar, porque vai diminuir os índices de criminalidade e a renda vai girar mais, como deveria ser. Lembre-se como já foi dito aqui várias vezes o governo federal tem 20 programas pra beneficiar os jovens que querem uma oportunidade para estudar e se qualificar para trabalhar e aqui o gestor atual está acabando o mandato e nunca trouxe nenhum, e Neto prefeito com seu pai deputado, têm certeza que juntos irão trazer o máximo que puderem para juventude de Itapecuru!!! Acreditamos na juventude competente, com força, garra e determinação!

  Publicado em: Governo

Quem ganha é o Maranhão!!! Temer discute projeto de porto por apoio de bancada do MA a impeachment

Publicado em   25/ago/2016
por  Caio Hostilio

Em discurso na tribuna do Senado, senador João Alberto de Souza (PMDB-MA)

Em discurso na tribuna do Senado, senador João Alberto de Souza (PMDB-MA)

Caso venha essa grande vantagem para o Maranhão, espera-se que Flávio Dino e os espertinhos de sua gestão não se apropriem, pois nada fizeram por essa importante empreitada.

Em semana decisiva para o processo de impeachment de Dilma Rousseff, o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB), resolveu agir e garantir o voto dos três senadores da bancada do Maranhão. Em reunião no Palácio do Planalto, o peemedebista tratou de um projeto muito caro aos senadores maranhenses, a criação de uma zona de exportação no Porto do Itaqui, em São Luís.

“O projeto é a bandeira da bancada do Maranhão. É uma proposta nossa, que foi abraçada por todos na bancada”, disse o senador Roberto Rocha (PSB-MA), autor do texto. Conterrâneo, o senador Edison Lobão (PMDB-MA), é o relator do projeto na Comissão de Constituição e Justiça.

A conversa foi uma reação à investida de Dilma, que também nessa semana teria negociado a reorganização de coligações do PT no Maranhão para as eleições municipais, a pedido dos senadores João Alberto Souza (PMDB-MA) e Roberto Rocha. Os senadores negam a movimentação.

A proposta dos parlamentares estabelece a Zona de Exportação do Maranhão (Zema), que tem o objetivo de incentivar a produção de bens destinados à exportação e desenvolver a indústria local. O projeto englobaria toda a capital maranhense como área de livre comércio e com incentivos fiscais especiais, mas sem previsão de renúncia fiscal, aspecto que agrada o governo federal.

Eles pretendem votar o projeto até o fim do ano na Comissão de Constituição e Justiça e acreditam que o apoio do governo pode “melhorar os ânimos” para levar a proposta para o plenário do Senado logo em seguida.

Os três integrantes da bancada do Estado votaram a favor do prosseguimento do processo de impeachment da presidente, mas nenhum se comprometeu em manter o voto para o julgamento final.

(Com informações da Folha de São Paulo)

  Publicado em: Governo

Mutreta!!! Consumidor denuncia propagada enganosa e produto vencido nos Supermercados Mateus

Publicado em   25/ago/2016
por  Caio Hostilio

Cadê os órgãos de defesa do consumidor? Por que não fiscalizam antecipadamente essas promoções mirabolantes, cuja realidade não passa de muita mutreta!!! Por que não fiscalizam os produtos vencidos? Pobre do consumidor que fica apenas com as propagandas enganosas e com as mais diversas propagandas dos órgãos!!!

Eis aí o produto ofertado na propaganda e o entregue... Quanta diferença!!!

Eis aí o produto ofertado na propaganda e o entregue… Quanta diferença!!!

Bom dia, Caio…

Ontem à noite fui mais um cidadão vítima da propaganda enganosa e viciosa que os supermercados Mateus vêm freqüentemente praticando em nosso estado… Como todo bom brasileiro que gosta de economizar nas compras domésticas, fui ao Mix Mateus-Vinhais atraído por uma propaganda que apresentava preços bastantes atrativos e pra minha surpresa e decepção, ao chegar ao caixa já para passar as minhas compras, presenciei uma divergência de preços em um produto anunciado tanto na rádio AM como na TV e maciçamente no circuito interno de som da referida loja.

Quando passei um azeite da marca gallo, 500 ml que estava sendo anunciado pelo valor de R$ 9,90, fui surpreendido com o valor de R$ 23,88. De imediato questionei o preço à colaboradora do caixa e a mesma me falou que essa promoção era pra chamar atenção do cliente e que na verdade o produto ofertado era de outra marca e qualidade inferior.

Imediatamente solicitei a presença do gerente, e o mesmo tentou me convencer dessa irregularidade, relutei e disse que iria chamar a imprensa, ocasião em que ele apenas lançou o desconto no valor do preço do produto, conforme você pode ver abaixo.

contaE pra maior decepção ainda, encontrei um produto com prazo de validade vencida. Veja:

uva

  Publicado em: Governo

Assistam ao vídeo!!! Eis a irresponsabilidade com a coisa pública por parte da gestão Dino com a Hemodiálise

Publicado em   25/ago/2016
por  Caio Hostilio

hemodiáliseA gestão Flávio Dino recebeu da gestão anterior os recursos, na ordem de R$ 13,4 milhões, para dá continuidade ao programa de hemodiálise, cujo valor estaria assegurado pelo BNDES.

O ex-secretário de saúde, Ricardo Murad, garantiu e iniciou a construções, assim como a compra dos equipamentos, desses centros de hemodiálise, que passariam a funcionar nas seguintes cidades: Coroatá, Chapadinha, Imperatriz, Pinheiro, Santa Inês, São José de Ribamar e em São Luís, onde deixou funcionando 33 módulos de hemodiálise no Hospital Carlos Macieira.

Contudo, a gestão Flávio Dino deixou de lado esse importantíssimo programa e não deu justificativas plausíveis para a suspensão.

Simplesmente abandonou o programa, as obras em andamento e os equipamentos.

Agora, assistam ao vídeo, que mostra onde seria o Centro de Hemodiálise em Coroatá, ainda com alguns materiais se desgastando e sem qualquer sinal de andamento por parte do governo Flávio Dino:

  Publicado em: Governo

Você gosta de churrasquinho? Então, toma cuidado!!! Mulher fazia churrasquinho com carne de cachorro

Publicado em   24/ago/2016
por  Caio Hostilio

Encaminhada ao blog a barbárie cometida por essa senhora, que matava cachorros para aproveitar sua carne para vender como churrasquinho. Esse tipo de crime é algo que atinge o consumidor, pois está sendo enganado e podendo a sofrer reações ao ingerir uma carne que pode ter diversas doenças. Que a fiscalização seja mais atuante e que as pessoas denunciem esses criminosos.

IMG-20160824-WA0036Para quem gosta de comer um churrasquinho na rua, essa senhora matava cachorros para fazer o tal churrasquinho de gato, (ops) digo de cachorro. Ela foi presa por policiais militares quando cortava os bifes.

IMG-20160824-WA0035IMG-20160824-WA0034

  Publicado em: Governo

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog