Arquivo de novembro de 2015

Wellington cobra esclarecimentos da OAB e da SSP sobre agressões contra profissionais da imprensa de Imperatriz

Postado por Caio Hostilio em 30/nov/2015 - 2 Comentários

dep w

O vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, deputado estadual Wellington do Curso (PPS), durante pronunciamento na tribuna da Casa Parlamentar nesta segunda-feira (30), repudiou a agressão que os profissionais da imprensa de Imperatriz sofreram, na última sexta-feira (27), por advogados da Regional de Segurança da Polícia Civil.
Na ocasião, o parlamentar, que desde o início do seu mandato está em defesa dos profissionais da comunicação, lamentou o fato ocorrido e solicitou, ainda, esclarecimentos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Secretaria de Segurança Pública do Estado sobre o acontecido que, segundo o deputado, vai de encontro ao princípio da ética e da liberdade de imprensa.
“Utilizo esta tribuna para expressar minha indignação com a falta de respeito que alguns advogados tiveram com profissionais da imprensa de Imperatriz, na última sexta-feira, quando estes foram impedidos, de forma agressiva, de exercerem seu papel de informar e tiveram seus direitos à liberdade de expressão lesados. Diante do acontecido e em respeito à dignidade dos colegas jornalistas e cinegrafistas, solicito esclarecimentos, por escrito, à OAB e à Secretaria de Segurança Pública do Maranhão que adotem providências a fim de punir os autores por lamentáveis práticas”, disparou Wellington.
Entenda o caso: Durante à tarde da última sexta-feira (27), equipes de jornalismo das TVs Mirante, Nativa e Difusora de Imperatriz, estiveram na Regional de Segurança da Polícia Civil, durante apresentação de uma suposta quadrilha suspeita de roubo de cargas, quando, ao filmarem a ação policial, foram impedidos, de forma agressiva, por alguns advogados que estavam na defesa do caso.

Assistam ao vídeo!!!! Câmeras de aeroporto gravam ‘papai noel’ que roubou helicóptero

Postado por Caio Hostilio em 30/nov/2015 - Sem Comentários

Do G1 São Paulo

A polícia analisa as imagens para descobrir quem é o papai noel que roubou um helicóptero alugado no Campo de Marte, na Zona Norte de São Paulo, nesta sexta-feira (27).  O piloto foi rendido, amarrado e vendado logo após o pouso em um sítio em Mairinque, no interior.

papainoel

Era quase meio-dia quando o passageiro que contratou o voo chegou ao hangar no Campo de Marte com a roupa vermelha e o saco de presentes. Ele já estava vestido para a festa de Natal e foi levado para a sala VIP.  Ele pagou o aluguel da aeronave em dinheiro.

Enquanto o helicóptero era abastecido, o ladrão disfarçado parecia impaciente. Ele se sentou no sofá, falou ao celular e teve que atender fãs. Funcionárias pediram para tirar fotos com ele. As câmeras não gravaram o embarque. Mas, no alto do vídeo, dá para ver o helicóptero branco, modelo Robinson R-44 decolando do Campo de Marte.

O papai noel chegou pela lateral do hangar. Ele sabia que, se tivesse entrado pela porta principal, seria gravado de frente pelas câmeras. Funcionários dizem que ele não contava que teria que andar pelo prédio, passar por outras câmeras e esperar meia hora até o momento de entrar no helicóptero.

O voo de meia hora terminou em um sítio em Mairinque, na região de Sorocaba. Lá, outros dois criminosos estavam no sítio alugado. O papai noel amarrou o piloto dentro da casa e abasteceu o helicóptero. Outro piloto assumiu o comando. O piloto assaltado levou cinco horas para se soltar e pedir ajuda. Para a polícia não localizar o helicóptero, os criminosos desligaram o transponder, que é o aparelho que indica onde a aeronave está.

Agora, as autoridades estão em alerta. A segurança dos presídios do estado foi avisada sobre o risco de uma fuga pelo alto. Outra suspeita é que o helicóptero seja usado por traficantes para facilitar o transporte de drogas. Neste ano, só a Polícia Rodoviária Federal apreendeu quase 168 toneladas de drogas nas estradas. Na última apreensão, o caminhão de soja carregava escondido quase 25 toneladas de maconha.

Hildo Rocha realiza nova ação em defesa da Polícia Rodoviária Federal

Postado por Caio Hostilio em 30/nov/2015 - 2 Comentários

A reestruturação do órgão tem sido insistentemente defendida pelo parlamentar maranhense desde o início da legislatura

Desde a IMG-20151126-WA0043primeira semana de atuação parlamentar o deputado Hildo Rocha vem utilizando a tribuna da Câmara Federal para denunciar a falta de segurança nas rodovias federais. Dos 13 postos de fiscalização da PRF, instalados no Maranhão, sete estão fechados e a quantidade de policiais em atividade, nos postos que ainda estão em funcionamento, é pequena.

Além das denúncias, na tribuna da Câmara Federal, Rocha debateu o tema em audiências nos ministérios da Justiça e do Planejamento e também formalizou as reivindicações aos órgãos competentes. “O sucateamento do órgão tem contribuído para aumentar os acidentes de trânsitos, nas rodovias federais que cortam o estado, facilita a ocorrência de assaltos a bancos e o trafico de armas e drogas, trazendo total insegurança quem utiliza as rodovias federais”, argumentou o deputado.

Na semana passada, Hildo Rocha realizou nova ação em defesa da segurança das estradas federais. Acompanhado de deputados de todas as unidades da federação, o parlamentar foi recebido em audiência pelo ministro do Planejamento, Nelson Barbosa. Na oportunidade, Rocha voltou a denunciar sobre a falta de segurança, nas rodovias federais do Maranhão, lamentou o fechamento de postos da PRF e criticou a falta de policiais rodoviários.

“Enquanto não forem atendidas as demandas que possibilitarão o fortalecimento da PRF continuarei a utilizar a tribuna da Câmara e outros meios para cobrar do governo solução para o grave problema ocasionado com o desaparelhamento da PRF que prejudica todos os maranhenses”, afirmou o deputado.

IMG-20151126-WA0040Rocha cobrou a equiparação salarial dos policiais rodoviários com os da Polícia Federal, conforme acordo já firmado com a categoria, disse que o governo precisa chamar, imediatamente, os concursados, e defendeu a realização de concurso público, em 2016, para o preenchimento de 1.800 vagas, nas áreas administrativas e de atividade fim.

O ministro informou que a reestruturação da carreira e outros itens da pauta de reivindicações serão avaliados e poderão ser atendidos. Nelson Barbosa disse que tentará aumentar o prazo para o fechamento do orçamento, a fim de viabilizar o atendimento das reivindicações em questão.

“Sabemos que o país passa por uma situação delicada, a crise financeira é um fator que dificulta o atendimento dos nossos desejos, mas, temos que levar em consideração que essa é uma causa prioritária, pois estamos tratando de segurança pública, defendendo vidas” explicou Hildo Rocha.

Em Lago Grande, Prefeito Aliado de Flávio Dino pode discursar

Postado por Caio Hostilio em 30/nov/2015 - 2 Comentários

Idifusora

prefeitoO governador Flávio Dino (PCdoB) agiu de forma diferente no município de Lago Grande, no mesmo dia que negou o direto da palavra a Prefeita Maura Jorge, do município de Lago da Pedra.

O prefeito Jorge de Melo não teve problema em discursar, o que provocou mais revolta nos eleitores da prefeita de Lago da Pedra, que foi impedida de discursar, pois era um evento do governo, segundo o “Ditador” Flávio Dino.

Na verdade, a explicação é porque Maura Jorge é adversária do grupo do governador em Lago da Pedra.

Descaso!!! Idosa morre por falta de atendimento na UPA do Araçagy

Postado por Caio Hostilio em 30/nov/2015 - 1 Comentário

Idifusora

Depois de ter o atendimento negado na UPA do Araçagy, a idosa Adeildes Coutinho, de 64 anos, morreu na manha do último sábado (28). A família denunciou o descaso.

 

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde informou que a paciente foi recebida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro do Araçagy. No entanto, devido ao histórico de saúde dela, a família foi orientada a levá-la para a UPA DA Vila Luizão, que dispunha de UTI, necessária para o atendimento da paciente.

Servidores em greve distribuirão o SOPÃO DA CONCILIAÇÃO em frente do TJMA

Postado por Caio Hostilio em 30/nov/2015 - Sem Comentários

tjmaaNesta segunda-feira, 30/11, quando a greve dos servidores do Tribunal de Justiça do Maranhão completa 48 dias, o comando do movimento paredista anuncia que, além de fincar acampamento 24 horas por dia, até serem atendidos pela administração do Judiciário Estadual, realizará uma ação social todas as noites na Praça Pedro II: o SOPÃO DA CONCILIAÇÃO.

Como forma de chamar a atenção da sociedade para a situação dramática dos servidores do Tribunal de Justiça, ainda mais com a proximidade do Natal, o SINDJUS-MA contratou carros de som e estará convidando a população carente de São Luis para participar do “SOPÃO DA CONCILIAÇÃO”, que será distribuído das 20h às 05h, diariamente, a partir desta segunda-feira, 30/11, pelo comando de greve à população carente da capital maranhense.

O SOPÃO DA SOLIDARIEDADE será precedido com um ATO ECUMÊNICO de lançamento do Acampamento dos Servidores em frente ao TJMA, até que sejam atendidos pela Presidente Cleonice Freire.

Atenção Segurança Pública!!! Moradores reclamam de atos de estupros na Av. Kennedy

Postado por Caio Hostilio em 30/nov/2015 - Sem Comentários

IMG-20151130-WA0016“Já teve estupro nesse local “foto”, localizado na Avenida Kennedy e a Segurança Pública não toma as providências cabíveis”.

IMG-20151130-WA0017“Esse terreno fica perto do antigo Tavola Shopping, onde vem servido para moradia de vagabundos, cheiradores de cola, que assaltam e praticam os mais diversos tipos de crime, como o de estupro”.

IMG-20151130-WA0018Que a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão tome as providências cabíveis.

Notícias!!!

Postado por Caio Hostilio em 29/nov/2015 - 3 Comentários

Hildo Rocha repudia o gesto antidemocrático do governador Flávio Dino

Por Hildo Rocha

hildo rochaFiquei impressionado com o gesto antidemocrático do governador Flávio Dino no lamentável episódio que ocorreu neste sábado na cidade de Lago da Pedra. A atitude, documentada em vídeos postados no blog do Carlinhos, denota desrespeito ao próprio cargo de governador. Uma vergonha.

Em todo ato de governo estadual sempre os gestores municipais tem o direito, e até mesmo obrigação, de falar. Assim é no Brasil inteiro. Mas, o governador, movido pelo sentimento de vingança, quebrou essa regra protocolar. Proibiu a prefeita, Maura Jorge, de falar durante o evento. Um ato de revanche por não ter tido o apoio politico da gestora na eleição passada. Ato mesquinho, indigno de um governador.

Ao impedir a prefeita Maura Jorge de se pronunciar, o Sr. Flávio Dino, além de quebrar uma tradição protocolar, constrangeu uma mulher. Humilhou a prefeita da cidade, desrespeitou uma liderança possuidora de invejável histórico. Por tabela, demonstrou desapreço aos habitantes de Lago da Pedra.

Calar-me diante desse vergonhoso episódio seria compactuar com tamanha violência praticada contra uma mulher cuja trajetória política é conhecida e respeitada por praticamente todos os maranhenses.

O ato irracional praticado pelo Governador Flávio Dino revela o desprezo que ele tem pelas mulheres maranhenses que fazem política. O episódio reafirma a falta de habilidade do governador no trato com as lideranças do nosso Estado. Revela o seu caráter antidemocrático e vingativo.

Jamais poderia deixar de manifestar o meu repúdio ao desrespeitoso ato praticado contra a população de Lago da Pedra, município que é tão bem administrado pela minha amiga Maura Jorge, uma mulher aguerrida, trabalhadora e competente.

Por todas as suas qualidades, pela sua história, pela folha de serviços prestados ao Maranhão e pelo grandioso trabalho que vem fazendo no comando da prefeitura de Lago da Pedra, Maura Jorge é merecedora do nosso respeito. A prefeita tem o meu apreço e a minha solidariedade.

Com sua atitude corajosa, mais uma vez a Maura Jorge honrou o nome das mulheres e dos homens de bem do nosso Estado. Ao governador Flavio Dino só resta se desculpar publicamente pela crueldade praticada contra a prefeita Maura Jorge.

Andrea Murad também se solidariza com a prefeita Maura Jorge

Por Andrea Murad

FOTO ANDREA 2 2611A visita do governador Flávio Dino ao município de Lago da Pedra e o triste episódio envolvendo a prefeita Maura Jorge também despertaram críticas da deputada Andrea Murad (PMDB). A parlamentar que já vem presenciando o desleixo e falta de trato do governador com municipalistas, considerou a postura de Flávio Dino arrogante.

“Prefeita Maura Jorge se retira em protesto ao palanque de Flávio Dino em Lago da Pedra, impedida em seu próprio município de discursar, o que demonstra a arrogância, a falta de educação, a ausência de preparo para o cargo que ocupa e o menor jeito de Flávio Dino pra política e, principalmente, pra governador”, escreveu Andrea em seu perfil na rede social.

A deputada também lembrou da FAMEM, Federação que vem fechando os olhos para os atos humilhantes do governo contra prefeitos que não fazem parte da base do governador Flávio Dino. A Prefeitura de Coroatá, por exemplo, foi a primeira, corajosamente, a se desvincular da instituição por entender que a instituição não responde mais aos interesses dos seus associados. Isso por causa do prefeito Gil Cutrim, atual presidente da FAMEM.

“Infelizmente, mais uma vez Gil Cutrim se cala, como fez com a prefeita de Coroatá por nunca defender a causa municipalista, mas aos seus interesses junto ao governo. Por isso, Coroatá desvinculou-se da FAMEM, por entender que Gil Cutrim usa a instituição em benefício próprio e é chegada a hora dos prefeitos reagirem. Basta de humilhação, de perseguição, a hora é de afirmação e de defesa do povo que está sendo humilhado e massacrado por um governo que em apensas um ano se transformou na maior mentira da história do Maranhão”, disse a deputada na sua página.

Assistam ao vídeo!!! Fundo do Poço… Flávio Dino passa vexame em Lago da Pedra

Postado por Caio Hostilio em 29/nov/2015 - 3 Comentários

Por Ricardo Murad (Facebook)

maura jorgeFlávio Dino é vaiado e mandado embora de Lago da Pedra pelo povo indignado pela grosseria, falta de respeito e maus modos com a prefeita Maura Jorge, que foi convidada para o evento, mas impedida de falar pelo governador.

Ele ainda teve a cara de pau de anunciar obras da gestão passada, a exemplo do hospital do Programa Saúde é vida que deixamos em obra.

Mas a vaia e o troco do povo foi maior quando ele anunciou o crédito de míseros R$ 46,00 para o bolsa escola que ele criou.

Povo indignado. Prefeririam manter o Viva Luz. UMA NOTA TRISTE: o deputado Neto Evangelista, genro da prefeita, eleito por ela, deixou-a ser agredida por Flávio Dino e não a acompanhou quando ela se retirou em protesto.

Ele deveria sair em defesa da sogra e de quem o elegeu.

Assistam ao vídeo!!! Atenção MPF!!! Olha as presepadas da Acqua em Cotia/SP e sua atuação no MA

Postado por Caio Hostilio em 29/nov/2015 - 2 Comentários

IMG-20151128-WA0041O governo Flávio Dino fez a maior algazarra e as patacoadas quando da “licitação” que contratou a Acqua e o próprio ICN. Diante dos fatos, vale questionar: Quais foram os critérios da comissão de licitação na avaliação técnica e qualitativa das concorrentes? Como se deu o contrato da Acqua?

Ora bolas!!! Na época, o secretário adjunto da Casa Civil, Carlos Lula, que também compôs a equipe de análise dos projetos, disse que a prática da concorrência é um grande passo na instauração do capitalismo no Maranhão onde quem ganha é a população. “Teremos melhores serviços com preços mais baixos permitindo, inclusive, que o Estado invista em novas unidades hospitalares”. E mais!!! O governo Flávio Dino espalhou que os principais compromissos assumidos pelo governador eleito do Maranhão, Flávio Dino, é o combate à corrupção, às obras superfaturadas, aos desperdícios e aos gastos excessivos.

Que todos leiam a matéria abaixo e assistam ao vídeo acima:

Apesar de convênio, população de Cotia fica sem atendimento do Samu

Organização foi contratada para gerir Samu e outros serviços de Saúde. Instituto Acqua negou qualquer irregularidade; Prefeitura defende parceria.

A Prefeitura de Cotia, na Grande São Paulo, fez há seis anos um convênio que prometia revolucionar a saúde pública do município. Mas a população encontra uma realidade bem diferente: sem médico, sem equipamentos e até sem o Serviço de Atendimento Médico de Urgências (Samu), informou o SPTV nesta quinta-feira (19).

O prédio do Samu em Caucaia do Alto, que é distrito de Cotia, foi inaugurado em 2012. Mas, de acordo com os moradores, funcionou por pouco tempo. “No dia da inauguração foi coisa mais bonita, prefeito, rojão”, contou o metalúrgico Jean Danilo. “Toca aqui e diz que está enfartando para ver se você acha alguém”, completa a vendedora Berenice Manteiga.
Cotia e Caucaia do Alto têm, juntos, uma população de mais de 200 mil pessoas. Cerca de 80% dependem do serviço público de saúde.

Desde 2009, um convênio da Prefeitura entregou o Samu e os serviços mais importantes da saúde pública ao Instituto Acqua – uma organização social sem fins lucrativos. Essa parceria colocou nas mãos do instituto, em seis anos, mais de R$ 152 milhões. Só em 2015, o Acqua recebeu equivalente a 41% do orçamento da Saúde no município.

O plano de trabalho diz que a meta do instituto era reestruturar a saúde pública do município, com ênfase na qualidade do atendimento. “Chegou ao extremo eu diria para você, como usuária do SUS. Se está funcionando é só no papel, porque na prática eu levo pacientes para a UPA e eu vejo o quanto é difícil a situação da saúde na cidade”, afirma Maria José de Matos, Conselheira Municipal de Saúde.

A reportagem do SPTV visitou vários serviços de saúde no município. O plano para um pronto atendimento na cidade era ambicioso: funcionar 24 horas por dia com 85 funcionários do Instituto Acqua. Mas há um mês o pronto-socorro fechou. E deu lugar a um centro de ortopedia. Um funcionário disse que há dois trabalhadores da Acqua no local.

Continue lendo aqui

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog