Arquivo de agosto de 2015

Assista ao vídeo! Responde aí Madeira e Flávio Dino! Wellington do Curso: O Hospital de Imperatriz está jogado às baratas

Postado por Caio Hostilio em 31/ago/2015 - Sem Comentários

Durante sua ida a Imperatriz, após cumprir vários compromissos polí­ticos, o deputado Wellington do Curso (PPS) fez uma visita surpresa, na tarde da última sexta-feira (28), ao Hospital Municipal de Imperatriz (Socorrão), onde ficou estarrecido com a situação encontrada.

IMG-20150831-WA0027De acordo com o parlamentar, o Hospital encontra-se em estado de precariedade e desumanidade e, ao falar com pacientes, pude comprovar as principais problemáticas daqueles que precisam do sistema municipal de saúde.

IMG-20150831-WA0028“Ao conhecer de perto o hospital municipal de Imperatriz, pude comprovar quanto a nossa saúde ainda encontra-se na ‘UTI’. Ao passar por cada parte vemos o caos: super lotação, pessoas atendidas nos corredores (macas nos corredores), pacientes tomando soro nos corredores e segurando as bolsas de soro na mão, baratas por todos os lados, dentre tantas outras mazelas que ferem a dignidade humana. O hospital de Imperatriz está jogado às baratas! Enquanto representante do povo maranhense e vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, não me calarei diante de atos desumanos como este”, relatou.

IMG-20150831-WA0029Ao discorrer sobre as problemáticas do Socorrão de Imperatriz, durante seu pronunciamento na sessão desta segunda-feira, Wellington destacou o artigo 196 da Constituição Federal de 1988 que defende a saúde como direito de todos e dever do Estado, garantido mediante polí­ticas sociais e econômicas que visem à  redução de risco de doenças.

IMG-20150831-WA0030Na ocasião, o parlamentar encaminhou requerimentos ao Centro de Apoio Operacional de Defesa da Saúde (CAOp) do Ministério Público, solicitando a fiscalização no Hospital Municipal de Imperatriz; e à secretária municipal de saúde, Conceição Madeira, solicitando esclarecimentos sobre a prestação de serviços de saúde no município, a superlotação, atendimento desumano nos corredores do Hospital, dentre outras mazelas que prevalecem no local.

Informativo

Postado por Caio Hostilio em 31/ago/2015 - 1 Comentário

Glalbert Cutrim solicita reforma de ginásio na cidade de Cantanhede

glalbertO deputado Glalbert Cutrim (PRB) solicitou ao Governo do Estado, através da Secretaria de Esporte e Lazer, a reforma do ginásio poliesportivo Roseana Sarney, localizado no município de Cantanhede.  Uma das mais antigas e tradicionais praças esportivas da cidade, o ginásio, devido a ação do tempo, encontra-se com sua estrutura física bastante deteriorada, o que prejudica a prática de qualquer modalidade esportiva, colocando em risco também a segurança dos usuários.  A reforma do ginásio foi uma reivindicação feita ao deputado pela classe política e moradores do município.  “Com a reforma, além da retomada das atividades esportivas, será possível promover novas competições, inclusive contando com o apoio do próprio governo estadual. Tenho certeza que o governador Flávio Dino e o secretário Márcio Jardim irão atender esse nosso pedido, que é uma reivindicação dos moradores de Cantanhede”, afirmou o parlamentar.

Conferência exibe avanços na saúde de Santa Inês

Conferência de Saúde1A XI Conferência Municipal de Saúde, realizada na última quinta-feira (27/08), pela Secretaria de Saúde da Prefeitura de Santa Inês, aconteceu como um marco na Administração Municipal. Nela, foram mostrados números que comprovam relevantes avanços no quadro da saúde a partir do ano de 2013. O evento faz parte das normas do Ministério da Saúde e além de palestras, debates e plenárias, serviu para eleição dos delegados que representarão o município na Conferência Estadual de Saúde, que acontece em outubro, em São Luís. A programação da conferência em Santa Inês iniciou com credenciamento dos participantes. Em seguida, foi formada a mesa, com a presença do coronel João Machado, comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar; do médico cardiologista Thomaz Neto, diretor do Hospital Tomaz Martins; do coordenador do Fórum Popular em Defesa do SUS, Iraquitan Oliveira da Silva; do vereador Victor Thágore, representando os demais vereadores de Santa Inês. Compuseram ainda a mesa Franklin Seba, secretário de Articulação Política, representando o prefeito Ribamar Alves; Ana Josélia Gaioso, secretária municipal de Saúde; Francisco de Assis Pereira dos Santos, presidente do Conselho Municipal de Saúde de Santa Inês; e Marcos Luís de Sousa Correia, gestor regional de Saúde. POSITIVIDADE –  Na palestra “Saúde pública de qualidade para cuidar das pessoas. Direito do povo de Santa Inês”, proferida pela secretária municipal de Saúde, Ana Josélia Gaioso, dados importantes da saúde de Santa Inês foram apresentados. De acordo com a apresentação, o quadro de médicos foi ampliado de oito (em 2013) para 24 profissionais. Odontólogos eram seis (2013) e atualmente são 13. Foram implantados programas como o Saúde na Escola, que já atendeu a quase 20 mil estudantes; o Programa de Saúde Bucal, que foi reativado e hoje conta com 13 equipes no Município. As reformas, ampliações e construções de novos postos de saúde também tiveram avanços. Foram e estão sendo construídos novos postos na zona rural e na sede do município, com destaque as Unidades Básicas de Saúde do bairro São Benedito e povoado Poção da Juçara (já em funcionamento), Vila Conceição e Bairro Canaã (em fase de conclusão e aparelhamento). Entre as reformas, destaque para o Centro de Saúde Djalma Marques (totalmente remodelado e readequado para o atendimento); e Centro de Especialidades Odontológicas, que foi reformado, ampliado e aparelhado com novos equipamentos. Durante a palestra, a secretária enfatizou também o término das filas para marcação de consultas. “Uma das principais conquistas obtidas na atual gestão do município foi o fim das filas. Aquilo era um sofrimento muito grande para a população. Uma indústria de venda de senhas, onde as pessoas eram humilhadas e tinham que ficar a madrugada inteira tentando esperar para marcar uma consulta com um médico. Hoje em dia não existe mais isso. A população tem acesso livre à Central de Marcação e todos conseguem fazer seu agendamento”. Outra palestra do evento foi proferida pelo coordenador do Fórum Popular em Defesa do SUS, da Cidadania e do Controle Social do DF e Entorno. Iraquitan Oliveira da Silva, que falou sobre os eixos “Direito à saúde, garantia de acesso e atenção de qualidade e participação social” e “Gestão do SUS, modelo de atenção à saúde e reformas democráticas e populares do Estado”.

Hildo Rocha garante apoio às reivindicações dos Peritos Criminais Federais

DSCN9243BIntegrantes da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais se reuniram, neste fim de semana, com o deputado Hildo Rocha, para pedir o apoio do parlamentar no que se refere às reivindicações da categoria que tramitam na Câmara Federal. Participaram do encontro, Afonso Bonn, Gerson Vasconcelos Malagueta, José de Carvalho Azevedo Filho e Lucian Fidélis.  Existem três Propostas de Emendas Constitucionais que afetam diretamente a categoria, destacaram os peritos: PEC 64/201, que fixa parâmetros para a remuneração da Carreira de Perito Criminal Federal; PEC 117/2015, que propõe a transformação da perícia federal em órgão independente; e PEC 443/2015 que altera a lei da isonomia salarial entre peritos e delegados da polícia federal.  Hildo Rocha ressaltou que reconhece a importância do trabalho dos peritos criminais federais e se comprometeu a apoia-los. “É necessário que esses profissionais tenham boas condições de trabalho e salários compatíveis com a complexidade e as responsabilidades das tarefas que executam. Portanto, vou me empenhar para que as reivindicações da categoria sejam aprovadas na Câmara e, posteriormente, no Senado Federal”, afirmou o deputado.  Falando em nome da categoria, José de Carvalho Azevedo Filho explicou que o objetivo dos profissionais da perícia criminal federal é assegurar direitos e obter melhores condições de trabalho.  “Ficamos satisfeitos porque o deputado prontamente se comprometeu a defender as PECs de interesse dos peritos criminais federais”, destacou Azevedo Filho.

MPMA propõe ação de improbidade contra ex-secretário de Educação, Anselmo Raposo

Anselmo Raposo e seis assessores promoveram dispensa indevida de licitação em contrato de R$ 17 milhões. O ex-secretário de Educação do Maranhão, Anselmo Raposo, e outros seis assessores da secretaria à época de sua gestão, em 2010, estão sendo alvo de uma Ação Civil Pública por improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público do Maranhão, no dia 29 de julho. O motivo da ação foi a dispensa indevida de licitação para a contratação do Instituto Maranhense de Educação Continuada Assessoria e Planejamento (Imecap), no valor de R$ 17.658.132,95, com a finalidade de prestação de serviços voltados à execução do programa de modernização da gestão do sistema educacional público do Estado do Maranhão. O processo, que corre junto à 5ª Vara da Fazenda Pública da capital, encontra-se em fase de apresentação de defesa prévia pelos réus, que foram notificados em 17 de agosto e têm 15 dias para se manifestar. Chamou a atenção do promotor de justiça Lindonjonson Gonçalves de Sousa, que responde pela 28ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa da Probidade Administrativa, o fato de que apenas uma semana após a assinatura do contrato, publicado no Diário Oficial de 30 de junho de 2010, a Seduc pagou ao Imecap uma fatura no valor de R$ 8.692.523, exatamente no dia 8 de julho do mesmo ano. Ou seja, o instituto recebeu 50% do valor do contrato por um serviço que não tinha sequer iniciado. Na época, após a repercussão negativa do caso, a própria Procuradoria Geral do Estado (PGE) emitiu parecer reconhecendo as ilegalidades cometidas pelos gestores da secretaria de Educação. Subscrito pelo procurador Ricardo Gama Pestana, o documento recomendou a imediata suspensão do contrato e a devolução do valor pago antecipadamente. DISPENSA INDEVIDA DE LICITAÇÃO – Para efetivarem a dispensa do processo licitatório, os gestores da Secretaria de Educação acionados justificaram que o Imecap seria instituição detentora de “inquestionável reputação ético-profissional e sem fins lucrativos”, conforme prevê a Lei de Licitações. Em seu artigo 24, o dispositivo legal aborda os casos em que a licitação é dispensável. Uma justificativa técnica, assinada pela superintendente de Informática, Glenda de Lourdes Ferreira dos Santos, pela superintendente de Gestão Educacional, Zélia Maria Mendonça Pereira, e pelo secretário–adjunto de Gestão Educacional, Luís Fernando Araújo da Silva, apontou, ainda, o preço apresentado pelo Imecap (abaixo dos propostos por outras instituições sondadas) e a “parceria histórica” entre as duas partes (Seduc e Imecap) como motivadores da dispensa de licitação. Para o Ministério Público, no entanto, a Seduc demonstrou de forma superficial a capacidade operacional do Imecap, pois “não apresentou comprovação de suas atividades na área, nem aptidão para a execução do objeto pretendido pelo contrato”. Além disso, na Ação Civil Pública, é observado que o pagamento antecipado de valores violou artigos da Lei nº 4.320 e do Decreto 3.964/69, que exigem a efetiva prestação de serviço ou entrega de material adquirido como condição indispensável para o dispêndio de recursos públicos. “É injustificável que um contrato dessa magnitude tenha sido direcionado para uma entidade, dada como sem fins lucrativos, sem reputação, sem objeto, sem atividade específica relacionado ao objeto, com pagamento antecipado de uma fatura tão alta”, comentou o promotor de justiça Lindonjonson Goçalves de Sousa. GESTORES ACIONADOS – Figuram como alvo da ação do Ministério Público, além do ex-secretário Anselmo Raposo, os seguintes gestores de sua equipe à época: Luis Fernando Araújo da Silva (secretário-adjunto de Gestão Educacional), Zélia Maria Moreira Mendonça Pereira (superintendente de Gestão Educacional), Glenda Lourdes Santos (superintendente de Informática), Ivson Brito Maniçoba (superintendente de Assuntos Jurídicos), Erick Janson Vieira Monteiro Marinho (supervisor de contratos de convênios) e Maria das Graças Magalhães Tajra (secretária-adjunta de Ensino). PENALIDADES – Como penalidades aos acionados, o Ministério Público requereu à Justiça que eles sejam obrigados a ressarcir o Estado do Maranhão no montante equivalente ao prejuízo efetivamente sofrido pelo erário, ou seja, R$ 17.365.045,09, que corresponde ao valor da contratação do Imecap. Também podem ser punidos com as penas previstas no artigo 12 da Lei n° 8.429/92 (a Lei de Improbidade administrativa), que são perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, se concorrer esta circunstância, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos, pagamento de multa civil de até duas vezes o valor do dano e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos.

Resolução da ANP

ImageProxy.mvcapn

Assista ao vídeo!!! Maré derruba poste e destrói calçamento na orla de São Luís (MA)

Postado por Caio Hostilio em 31/ago/2015 - Sem Comentários

50e002fddf316817b69f96dea220ed05Trecho da rua São Marcos, na Ponta d’Areia, já é tomado pela erosão. Destruição é provocada por fenômeno conhecido como maré de sizígia.

G1

A maré alta destruiu o calçamento e derrubou um poste de iluminação pública na orla de São Luís (MA) nesse fim de semana. O trecho da rua São Marcos, que dá acesso à península da Ponta d’Areia, já é tomado pela erosão.

A destruição foi provocada por um fenômeno conhecido como maré de sizígia – quando Sol e Lua estão alinhados em relação à Terra e a atração gravitacional entre esses dois astros se soma, criando marés mais fortes –, combinados aos ventos deste período do ano, segundo os especialistas. Na manhã desta segunda-feira (31), a expectativa é que a maré registrada seja ainda mais forte: às 7h50, ela alcança 6,6 metros em São Luís.

No local, o temor é pela destruição de quiosques, como o de dona Francisca Barbosa, que acredita que o processo já começou. “A maré vai cavando por baixo”, diz. Frequentadores da área dizem que em setembro, a maré fica ainda mais forte.

Pela manhã desta segunda-feira, a água do mar foi tomada pelo barro das construções na orla da Ponta d’Areia e voltou a atingir os bares.

Raposa
A maré alta também criou uma paisagem incomum para os moradores do município de Raposa, na Região Metropolitana de São Luís. O cais da cidade, reformado e urbanizado recentemente, foi tomado pela água do mar. Um telespectador da TV Mirante enviou imagens do acontecido

Lidiane fica famosa internacionalmente!!! Imprensa internacional destaca corrupção e busca por prefeita no MA

Postado por Caio Hostilio em 31/ago/2015 - Sem Comentários

The Telegraph enfatiza ostentação de Lidiane Leite

The Telegraph enfatiza ostentação de Lidiane Leite

Lidiane Leite, prefeita de Bom Jardim (MA), é procurada desde 20 de agosto. BBC, The Telegraph e The Week destacam escândalo.

G1

BBC destaca busca por prefeita que comandava cidade via WhatsApp

BBC destaca busca por prefeita que comandava cidade via WhatsApp

Procurada pela Polícia Federal (PF) desde o último dia 20, a prefeita afastada de Bom Jardim, Lidiane Leite, ganhou destaque na imprensa internacional. O paradeiro da prefeita foragida, investigada após denúncias de desvio de recursos públicos para a educação, ainda é desconhecido.

The Week americana destaca busca à prefeita no Maranhão

The Week americana destaca busca à prefeita no Maranhão

Nesse domingo (30), a página eletrônica da BBC News de Londres destaca a procura pela prefeita: “Prefeita brasileira que comanda cidade via WhatsApp é procurada por corrupção”, destaca a manchete.

Em nota, The Week britânica comenta suspeita de corrupção no Maranhão

Em nota, The Week britânica comenta suspeita de corrupção no Maranhão

“Uma prefeita no Brasil está foragida após ter sido acusada por desviar fundos do sistema escolar e comandar a cidade remotamente, por meio do WhatsApp. Lidiane Leite, 25, vivia uma vida de luxo na capital do Estado do Maranhão, disseram os promotores. Eles dizem que seu único contato com sua cidade, Bom Jardim, foi através de mensagens diárias WhatsApp para o seu gabinete”, informa trecho inicial da reportagem.

A BBC destaca, ainda, a eleição precoce, “em seus 20 e poucos anos”; a inexperiência de Lidiane; e o caos na cidade. “O sistema de ensino da cidade já era precário e, agora, entrou em colapso. Os professores não estão sendo pagos”, diz a reportagem, que finaliza situando o leitor que o “Maranhão, no Nordeste do Brasil, é um dos Estados mais pobres do país”.

Outros meios
A procura pela prefeita Lidiane Leite também foi destaque em outros meios na Inglaterra e Estados Unidos. A edição eletrônica de Telegraph publica nesta segunda-feira (31): “Polícia brasileira à procura de prefeita de 25 anos acusada de corrupção e que comandava cidade pelo WhatsApp”.

O jornal destaca a ‘ostentação’ da prefeita nas redes sociais, com imagens que vão de festas com champanhes, fotos com seu personal trainer e passeios com amigos com moto aquática.

“Lidiane Leite, 25, vangloriou-se em redes sociais sobre como ela havia abraçado um estilo de vida luxuoso depois de se tornar prefeita de Bom Jardim – um dos municípios mais pobres do Brasil. Ela foi eleita depois de seu então marido, Beto Rocha, foi impedido de concorrer a prefeito em 2012 por alegada corrupção”.

A edição norte-americana da revista The Week também enfatizou a busca pela prefeita foragida, afirmando que, quando foi mencionada pela Operação Éden, da PF, ela fugiu, deixando o município em um caos. “Um mandado de prisão foi emitido quinta-feira, e novo prefeito da cidade foi empossado sábado, prometendo apoiar uma investigação completa sobre o dinheiro em falta”, diz a nota.

A edição britânica da The Week também descacou o caso em Bom Jardim, em uma pequena nota publicada nesta segunda, em formato “resumo do dia”: “Lidiane Leite, 25, foi eleita depois que seu namorado foi impedido e, em seguida, fez-lhe o seu principal conselheiro”.

Assistam aos vídeos!!! Paulo Roberto: Um bandido querendo ser salvador da pátria e o Ministro da Justiça vaiado!!!

Postado por Caio Hostilio em 31/ago/2015 - Sem Comentários

bandidosUm país das patacoadas!!! O maior ladrão da Petrobras, Paulo Roberto Costa, agora aparece como salvador da pátria!!! Eis que ele, após as suas presepadas e esconder dinheiro do contribuinte onde ninguém acha, passou a tecer opiniões, sugestões e, principalmente, acusações baseadas no “achismo”!!! Enquanto isso, o ministro da justiça, José Eduardo Cardozo, que usa a Polícia Federal para perseguir inimigos políticos dos seus coleguinhas, foi vaiado na Avenida Paulista, em São Paulo. Isso só vem mostrar o quanto esse ministro é peça ruim!!!


Assista ao vídeo!!! Malandro quis roubar casa e berra ao ficar entalado na grade da porta…

Postado por Caio Hostilio em 31/ago/2015 - Sem Comentários

pernasproarAdolescente de 17 anos ficou entalado em armação de ferro em casa. PM foi acionada e resgatou suspeito, que foi ouvido na delegacia e liberado.

G1

Um adolescente de 17 anos ficou preso na porta de uma casa no domingo (30), durante uma tentativa de furto no Centro de Igarapava (SP). De acordo com a Polícia Militar (PM), o suspeito invadiu o imóvel, quebrou o vitral da porta da sala da casa, e ao tentar entrar pelo vão ficou entalado. Ele foi resgatado pelos policiais, levado para a delegacia e liberado.

Segundo a ocorrência registrada pela PM, o menor pulou o muro da casa, e a princípio quebrou o vidro do banheiro para tentar entrar no imóvel.

Logo depois, quebrou o vitral da porta da sala, se apoiou em uma casinha de cachorro para alcançar o vão, mas ficou entalado em uma armação de ferro.

Sem conseguir sair, o jovem então começou a gritar por socorro. Vizinhos ouviram e acionaram a PM, que precisou usar uma serra e um martelo para resgatar o suspeito. O adolescente foi levado para a delegacia do município, onde foi ouvido e posteriormente liberado.

Assistam ao vídeo!!! Cadê o dinheiro do BNDES, Flávio Dino?

Postado por Caio Hostilio em 31/ago/2015 - 2 Comentários

fufucaEis um questionamento que se deve fazer ao governador Flávio Dino, haja vista que numa ação desconectada da realidade, da falta de compromisso com a coisa pública, da falta de preocupação com o bem-estar da coletividade, observa que o presidente do BNDES, diz, em resposta ao deputado André Fufuca, que o governo que se instalou no Maranhão tratou de reordenar os recursos, deixando, com isso, obras fundamentais para a população maranhense paralisadas, cujas conseqüências são os desperdícios dos recursos advindos do contribuinte, visto que muitas paralisaram com suas construções com mais de 90% construídas. Isso mostra a falta completa de como gerir a coisa pública e, principalmente, a irresponsabilidade com o dinheiro do povo!!! As obras dos hospitais macrorregionais de Santa Inês e Pinheiro são exemplos de irresponsabilidade total com a saúde pública do povo maranhense!!! A falta de manutenção das rodovias estaduais demonstra total descaso com a escoação da produção agrícola do estado, principalmente as do Sul do Estado…

PRESIDENTE DO BNDES DESMASCARA FLÁVIO DINO

Por Ricardo Murad (Facebook)

BNDES DESMENTE FLÁVIO DINO E RESPONSABILIZA O GOVERNO POR OBRAS PARADAS. DEPUTADO ANDRÉ FUFUCA GARANTE QUE VAI APURAR RESPONSABILIDADE DO GOVERNADOR FLÁVIO DINO QUE MISTURA ÓDIO POLÍTICO COM O INTERESSE PÚBLICO DO ESTADO.

ASSISTAM VÍDEO.

Os deputados sob investigação no Supremo… Abaixo, os quatro maranhenses que constam da lista

Postado por Caio Hostilio em 31/ago/2015 - 2 Comentários

Congresso em Foco

deputadosDando continuidade à série de reportagens sobre as acusações criminais contra os parlamentares da legislatura iniciada em 1º fevereiro, publicamos hoje a lista dos mais de 130 deputados que no dia 19 de agosto respondiam a inquéritos ou ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF).

Basta dizer que, dos mais de 500 congressistas acusados de atos criminosos desde a promulgação da Constituição de 1988, somente 16 foram condenados e apenas oito chegaram a cumprir a pena. Em muitos casos, os processos simplesmente prescreveram sem que os ministros do STF tivessem julgado o comportamento dos réus.

Assim como havia sido feito com os senadores, todos os deputados listados foram procurados. As explicações daqueles que deram retorno aparecem, na relação abaixo, juntamente com a indicação dos números das ações ou inquéritos em tramitação no STF e a natureza dos crimes atribuídos aos acusados.

João Castelo: Responde à Ação Penal 939 e a dois inquéritos (4047 e 4058) por crimes de responsabilidade e contra a administração pública em geral.

Pedro Fernandes: Investigado no Inquérito 3728 por peculato e abuso de poder. “Esse inquérito deu-se a partir de uma ‘denúncia’ apócrifa, sem apresentação de prova alguma ou indício concreto, o que consequentemente não deve prosperar para uma ação de fato”, explicou o deputado.

Waldir Maranhão: Primeiro-vice-presidente da Câmara, responde ao Inquérito 3989, por lavagem de dinheiro, corrupção passiva e formação de quadrilha, da Operação Lava Jato. E, ainda, aos inquéritos 3794 e 3797 pelo mesmo crime. “É do meu interesse o célere esclarecimento dos fatos, desfazendo equívocos e contradições”, afirmou Waldir. Veja a íntegra da resposta do deputado: “Em relação aos inquéritos de números 3784, 3787 e 3989, os mesmos tramitam no Supremo Tribunal Federal (STF), sem que até então tenha havido decisão pela abertura de eventuais processos. Com as explicações pertinentes já prestadas às autoridades no escopo das respectivas investigações, continuo confiando no trabalho imprescindível da Justiça.A Constituição Federal recepciona com clareza o instituto da “presunção da inocência” (artigo 5º, inciso LVII), mas ressalvo ser do meu interesse o célere esclarecimento dos fatos, pois só assim a verdade virá à luz, desfazendo equívocos e contradições.Com o apoio dos eleitores e a consciência tranquila, continuo lutando no Congresso Nacional pelos interesses do Maranhão e da população do meu estado.”

Weverton Rocha: Responde às ações penais 683 e 700 e ao Inquérito 3621 por crimes contra a Lei de Licitações. A Ação Penal 683 trata da contratação sem licitação da Fundação Darcy Ribeiro. Segundo o deputado, não havia, à época, nenhuma entidade capaz de realizar o trabalho. Na Ação Penal 700, o tema é o contrato com uma empresa para transportar atletas pelo estado. “Houve contrato com a única empresa que se apresentou no certame”, disse. Veja a íntegra do que diz o parlamentar: “Ação Penal 683: A acusação não prospera, pelo fato de não haver a época nenhum Instituto ou Fundação capaz de realizar o trabalho. Por essa razão, foi contratada a Fundação Darcy Ribeiro, que presta serviços inclusive a Presidência da República e o Instituto Maranhense de Administração Municipal. Os recursos foram devidamente aplicados e o programa beneficiou milhares de jovens na Capital e interior do Maranhão. A acusação se limita a exigir licitação, em episódio que não havia concorrentes. Ação Penal 700: Os erros na peça acusatória são claros, pois houve contrato com a única empresa que se apresentou no certame, certamente em razão do numero de veículos de grande porte necessários para transporte de atletas pelo estado e competições nacionais em diversas modalidades. Poucas empresas possuíam os requisitos necessários, dado o numero de carros necessários para suprir o contrato. Também neste processo não se cogita de superfaturamento ou descumprimento do contrato, mas apenas de formalidades de contratação. Vale informar que essa empresa contratada já prestava serviços à secretaria e continuou a prestar após minha saída da Secretaria de Esportes, mas curiosamente somente eu fui denunciado. Inq. 3621: Ainda não fui regularmente citado neste procedimento, razão pela qual me abstenho de comentá-lo, até por desconhecer seu conteúdo.”

Polícia Federal prende candidato e evita fraude no concurso do TRE/M

Postado por Caio Hostilio em 31/ago/2015 - 1 Comentário

PFederalSão Luís/MA: Policiais federais prenderam por volta das 8h30min da manhã deste domingo, 30/08, um candidato ao cargo de técnico administrativo do concurso público para o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão.

transmissores - ponto eletronico - celularesApós receber uma denúncia anônima, policiais federais que realizavam o policiamento ostensivo de um dos locais de realização das provas se dirigiram até o local onde se encontrava o candidato e solicitaram à coordenação do concurso uma revista pessoal com o uso de detector de metais, momento em que foram encontrados junto ao corpo de um candidato três receptores/transmissores afixados com esparadrapo, bem como um ponto eletrônico dentro de seu ouvido. Também foram apreendidos dois aparelhos celulares.

O candidato foi preso e encaminhado para a Superintendência Regional da Polícia Federal, onde foi autuado em flagrante pelo Delegado de plantão. Ele responderá pela tentativa do crime de fraude a concurso público (art. 311-A e art. 14, II do Código Penal Brasileiro).

Que Absurdo!!! Coveiro é preso por violar túmulo e fazer sexo com cadáver

Postado por Caio Hostilio em 30/ago/2015 - 1 Comentário

Túmulo de idosa foi violado e polícia investiga caso de necrofilia

Túmulo de idosa foi violado e polícia investiga caso de necrofilia

Idosa de 79 anos foi enterrada no sábado (30), no Cemitério Público. Após indícios encontrados no local, polícia chegou até o suspeito do crime.

G1

Um homem foi preso em flagrante na manhã deste domingo (30) por suspeita de violar um túmulo e ter relações sexuais com um cadáver no Cemitério Público de Parnaíba, Litoral do Piauí. A sepultura violada foi de uma idosa de 79 anos enterrada no sábado (29).

De acordo com o major Adriano Lucena, comandante de policiamento, quando os policiais chegaram ao local, encontraram o corpo sem a roupa e a genitália exposta.

“Rebemos a denúncia de que alguém teria violado a cova de uma idosa enterrada no sábado. Ao chegar no local, os policiais encontraram o corpo com sinais de que teria sido abusado sexualmente e acionaram a perícia. Após indícios achados no local, a polícia chegou até o coveiro do cemitério, que foi preso e levado para a Central de Flagrantes de Parnaíba”, relatou.

PM e perícia estiveram no cemitério apurando o crime

PM e perícia estiveram no cemitério apurando o
crime

O major contou que um exame de corpo de delito será feito no suspeito para comprovar o crime de necrofilia [atração mórbida por cadáveres]. O coveiro deve também prestar depoimento ainda neste domingo na Delegacia Regional de Parnaíba. O cemitério foi isolado e os familiares da idosa informados do caso.

O chefe de investigação Robinson Castilho, da Delegacia Regional de Parnaíba, revelou ao G1 que exames feitos no Instituto Médico Legal (IML) constataram a presença de esperma no corpo da idosa, que já foi liberado para novo sepultamento.

“Agora temos a certeza de que retiraram o corpo para fins sexuais e o suspeito sabia do enterro recente da idosa, porque o túmulo dela foi o único violado. Estamos investigando a participação do coveiro no crime, até porque o local não tem vigia e muitos usuários drogas frequentam o cemitério durante a madrugada”, declarou.

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog