Arquivo de Março de 2015

Informativo

Postado por Caio Hostilio em 31/mar/2015 - 1 Comentário

Parabéns!!! “Operação Imperador” da Polícia Civil prende agiotas e apreende bens de investigados

orgonogramaEsse blog publicou no dia 22/06/2012, a matéria “Afinal, até aonde já chegaram?”, onde disse: Diante das mais diversas informações, tanto da Secretaria de Segurança Publica quanto das mais diversas informações da mídia, montei um organograma da tal organização de agiotagem praticada no Maranhão e gostaria que os especialistas da Polícia, do Ministério Público, da Justiça e da mídia dissessem até aonde conseguiram chegar as mais diversas investigações se baseando nesse organograma. Dando seguimento, publicou no dia 24/04/2013, a matéria “Retomo o organograma e volto a perguntar: até aonde já chegaram?”, pois o organograma foi organograma foi divulgado na Câmara dos Deputados, conforme informações abaixo:  CÂMARA DOS DEPUTADOS –  Sessão: 197.2.54.O – Data: 10/07/2012. Bom que as Foto1_FranciscoCampos - Operação Imperadorinvestigações sobre a rede de agiotagem no Maranhão resultaram em duas prisões, nove mandados de condução coercitiva e 38 mandados de busca e apreensão no estado. A operação denominada”Imperador’ resultou na prisão da ex-prefeita de Dom Pedro, Arlene Barros Costa, acusada de envolvimento na prática de agiotagem e licitações fraudulentas, que culminaram no desvio de mais de R$ 5 milhões dos cofres públicos. Mas quando será que chegarão a conclusão?

André Fufuca comemora admissão de PEC que reduz maioridade penal

andrefufuca_PECA Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara Federal aprovou na manhã de hoje a admissão da PEC 171/93, que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos. O deputado federal André Fufuca (PEN), foi um dos 42 deputados que votaram a favor do projeto. “O povo brasileiro exige que o projeto ande e que seja votado logo. Não é possível que uma matéria de tamanha importância fique tanto tempo parada. Hoje fizemos valer a voz das ruas e demos um grande passo rumo ao enfrentamento da impunidade em nosso país”, comemorou o deputado.  A CCJ analisou apenas a constitucionalidade, a legalidade e a técnica da PEC. Agora, a Câmara criará uma comissão especial para examinar o conteúdo da proposta. A comissão especial terá o prazo de 40 sessões do plenário para dar seu parecer. Depois, a PEC deverá ser votada pelo plenário da Câmara em dois turnos. Para ser aprovada, precisa de pelo menos 308 votos (3/5 dos deputados) em cada uma das votações. Depois de aprovada na Câmara, a PEC seguirá para o Senado, onde será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e depois pelo plenário, onde precisa ser votada novamente em dois turnos. Se o Senado aprovar o texto como o recebeu da Câmara, a emenda é promulgada pelas mesas da Câmara e do Senado. Se o texto for alterado, volta para a Câmara, para ser votado novamente.

Andrea Murad sai em defesa de jornalistas ameaçados de demissão caso critiquem deputados

DSC_8591-1O assunto sobre o ‘Bloco da Mordaça’ não agradou nem um pouco a deputada Andrea Murad que é formada em Comunicação Social. Ela condenou qualquer tipo de ameaça contra jornalistas e blogueiros que nas suas atribuições legais, publicam críticas sobre os deputados. Recentemente um episódio desse tipo de censura circulou  nos bastidores da Assembleia Legislativa e foi feito um pedido à presidência da ALMA para exonerar um profissional da casa. Andrea Murad condenou tal postura. “Não se pode calar jornalista. Agora, para não falar dos deputados, os jornalistas contratados desta Casa não podem criticar os parlamentares. É isso mesmo? Não podem falar nada porque aqui tem a ‘lei da mordaça’ e não podem criticar os deputados. Podem falar de mim a vontade”, enfatizou a deputada. Andrea Murad alertou os profissionais para casos que ultrapassam a intimidade do parlamentar, entendendo que a postura não condiz com o jornalismo ético e nem com a verdadeira missão da notícia política. “Questões pessoais, acho desnecessário. Entendo completamente o papel do jornalista, mas não concordo que falem da vida pessoal das pessoas. Mas cada um com o seu jornalismo e a justiça que fará com que a lei prevaleça e não os deputados aqui nesta Assembleia. Nós vamos agora calar a boca dos jornalistas para não nos criticarem? Então, quer dizer que esta Casa agora só vai contratar jornalista que não fala mal dos deputados? Tem que rever essa postura de alguns deputados aqui dentro. E digo mais, eu não participo desse tipo de coisa”, finalizou.

Gil Cutrim solicita ao Governo recuperação da Estrada de Ribamar

IMG-20150331-WA0017Em reunião de trabalho realizada nesta terça-feira (31), o prefeito Gil Cutrim apresentou ao secretário estadual Clayton Noleto (Infraestrutura) uma série de reivindicações dos moradores do município de São José de Ribamar nos setores da infraestrutura e mobilidade urbana. “A reunião foi muito proveitosa e recebemos do secretário Clayton toda a atenção e sinalização positiva de que, em breve, as demandas solicitadas serão atendidas”, avaliou Cutrim. O prefeito solicitou a recuperação de trechos e desobstrução do sistema de drenagem da MA – 201, conhecida popularmente como Estrada de Ribamar e que, hoje, figura como a rodovia estadual com maior tráfego de veículos no Maranhão. Em função do período chuvoso, vários trechos da rodovia (próximos as entradas da Maiobinha, Vila Sarney Filho e Vila Kiola, por exemplo) estão deteriorados e ficam alagados quando caem as fortes chuvas, o que está ocasionando grandes engarrafamentos e acidentes, alguns deles com vítimas fatais. Gil Cutrim também tratou sobre os projetos de construção de uma ponte ligando a Avenida Cajueiro (próximo ao Pátio Norte Shopping) à rodovia estadual MA – 202 (Estrada da Maioba) e de drenagem profunda e pavimentação da Avenida Nossa Senhora da Vitória, via que corta os territórios dos municípios de Ribamar, São Luís e Paço do Lumiar. Este último projeto, orçado em cerca de R$ 20 milhões, já encontra-se cadastrado junto ao Governo do Estado. “São importantes obras que estamos pleiteando a parceria do governo estadual. A ponte ligará esta região de São José de Ribamar diretamente a Estrada da Maioba, funcionando como via alternativa para desafogar o tráfego na MA – 201. Já a obra de drenagem profunda da Nossa Senhora da Vitória é um sonho antigo dos ribamarenses, luminenses e ludovicenses. Assim que este trabalho [drenagem] for executado, os alagamentos acabarão e a Avenida funcionará como importante via de interligação dos municípios da Grande Ilha. Como trata-se de uma obra cara, os municípios necessitam do apoio do Governo do Estado”, explicou o prefeito. Obras – Gil Cutrim solicitou, ainda, a retomada de obras de asfaltamento de vias de bairros de São José de Ribamar iniciadas ano passado e que foram paralisadas pela administração estadual passada. Algumas destas obras estavam sendo custeadas com recursos de convênio (cujo repasse foi suspenso pelo governo passado) e outras realizadas diretamente com recursos estaduais.  Clayton Noleto elogiou o empenho do prefeito ribamarense e garantiu que todos os pleitos serão levados diretamente ao governador Flávio Dino (PC do B) com o objetivo de serem atendidos o mais breve possível.

Baseado em que fatos retiraram o nome de Castelo Branco de uma escola? Em patacoadas para sair como herói sem causa?

Postado por Caio Hostilio em 31/mar/2015 - 3 Comentários

mi_1046258315286823Quem dessa “comissão” lutou pela redemocratização desse país ou quiçá travou uma lutinha com as Forças Armadas na época da Ditadura Militar? Quem dessa comissão procurou a história e, assim, saber de fato qual foi o período da ditadura que mais houve confronto? Saber qual foi o ex-presidente militar que fez algo em prol do trabalhador e do Brasil na área econômica e social? Saber qual deles respeitou e até se retraiu diante das eleições para governador?

Vou clarear a memória dessa comissão sobre o ex-presidente Castelo Branco, que dentre todos os presidente da Republica desse país, está no rol daqueles quatro ex-presidente que fizeram de fato algo pelo TRABALHADOR BRASILEIRO!!! ENTÃO, QUE O RESPEITE!!!

Vamos a alguns fatos:

O Programa de Ação Econômica do Governo – PAEG apresentado ao Congresso em agosto de 1964 por Roberto de Oliveira Campos, Ministro Extraordinário para o Planejamento e Coordenação Econômica, foi o instrumento que sistematizou as ações que deveriam ser executadas pelo Governo Castello Branco, na área econômica até 1967.

Os cinco principais objetivos do PAEG eram:

  • Acelerar o ritmo de crescimento econômico adotando uma política fiscal de incentivo à capitalização;
  • Conter o processo inflacionário, considerado como uma das principais causas da estagnação da economia e que chegou a alcançar 100% anuais, para isto tomou medidas como: restringir o crédito, conter os aumentos salariais e aumentar os impostos;
  • Assegurar uma taxa de expansão com a oferta de empregos, por meio de investimentos;
  • Diminuir os desníveis econômicos regionais e setoriais;
  • Controlar a tendência aos déficits descontrolados da balança de pagamento.
  • O Governo também incentivou as exportações e proibiu a importação de inúmeros produtos, com isso pretendia incentivar o desenvolvimento da indústria nacional e atrair capitais multinacionais.
  • Castello Branco fez reformas sociais e econômicas importantes, como:
  • Revogou a Lei de Remessa de Lucros proposta por João Goulart e promulgou outra que beneficiava o capital estrangeiro investido no Brasil e facilitava a negociação de novos empréstimos com o FMI;
  • Estabeleceu o controle sobre os salários;
  • Criou a correção monetária, operação destinada a atualizar o poder aquisitivo da moeda baseado em coeficientes fixados trimestralmente pelo Conselho Nacional de Economia;
  • Modificou a Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, criando em setembro de 1966, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS, em substituição ao antigo sistema de estabilidade e de indenização dos trabalhadores demitidos;
  • Fundou o Banco Nacional de Habitação – BNH para financiar a construção de casas populares utilizando recursos do FGTS;
  • Criou o Instituto Brasileiro de Reforma Agrária – IBRA e editou o Estatuto da Terra;
  • Interveio no mercado de capitais, pela emissão, por exemplo de Obrigações Reajustáveis do Tesouro Nacional – ORTN, títulos da dívida pública emitidos pela União para financiar o déficit público de maneira não inflacionária.
  • Apesar de não atingir plenamente as metas propostas, as medidas de Castelo Branco criaram condições para o crescimento econômico que ocorreu posteriormente.

Em janeiro de 1967 foi sancionada a Lei de Imprensa. Em 15 de março, Castello Branco promulgou a nova Constituição Brasileira e entrou em vigor também a nova Lei de Segurança Nacional pelo Decreto-Lei 314, substituindo a de 1953.

Essa lei deu amparo aos jornalistas e ao cidadão até pouco tempo…

“Os militares construíram uma mentira”, definiu à reportagem o comandante Emílio Celso Chagas. “Esse caso tem de ser esclarecido. Ainda é possível.” Ele tinha 20 anos de idade e era o co-piloto do bimotor Piper Aztec PA 23 com sete pessoas a bordo. Tratava-se do marechal Castello Branco, quatro acompanhantes, o próprio Chagas e seu pai, Celso Tinoco Chagas, que pilotava o avião. À exceção de Chagas, que sobreviveu milagrosamente, todos morreram. O avião caiu na manhã de céu azul de 18 de julho de 1967. Foi abalroado em pleno vôo por um caça militar. Nas vésperas de morrer, Castello Branco anunciara a realização de um pronunciamento à Nação. Aguardava-se, na fala que não chegou a acontecer, um posicionamento do chefe militar sobre o destino do País. A tensão era crescente. Havia tortura nos quartéis, protestos civis fora deles e uma luta interna entre os militares da chamada linha dura contra a corrente dos moderados. Castello Branco fora escolhido pelos generais para ocupar a Presidência da República a partir do golpe militar de abril de 1964. Considerado um moderado, favorável até mesmo à volta do poder político às mãos de um civil, retirou-se do Palácio do Planalto em 15 de março de 1967. No processo sucessório, foi pressionado a passar a faixa presidencial para o general da linha dura Arthur da Costa e Silva. Inimigo de seu sucessor, Castello Branco estava resolvido a contra-atacar. Uma palavra pública dele contra Costa e Silva poderia rachar a tênue unidade entre os militares, aquecer os ânimos da oposição civil e, assim, sacudir a história.

Continue lendo aqui.

Que se faça justiça e não patacoadas com a história para tentar fazer conturbações históricas e sair com um herói sem causa ou sem ter feito nada, nadica de nada, em prol do povo!!!

Andrea Murad: fala da covardia contra os coronéis e da conduta fraudulenta do governo por incluir artigos desconexos em medidas provisórias

Postado por Caio Hostilio em 31/mar/2015 - 1 Comentário

O certo é parabenizar o desembargador Luiz Gonzaga Almeida Filho, que com muita maestria derrubou essa tentativa arbitraria e ditatorial do governo Flávio Dino… “implica na inconstitucionalidade formal e falta de ética para com os demais Poderes, infringindo o sistema dos freios e contrapesos (Teoria Checks and Balances), pois o Legislativo é o órgão avaliador dos fatos e da circunstância e o Judiciário o aplicador da norma ao caso concreto”.

andrea e flávioNa sessão desta terça-feira (31), a deputada Andrea Murad (PMDB) discursou sobre o artifício ilegal do governo que incluiu um artigo sobre aposentadoria compulsória dos PMs dentro de MP nº 195/15 sobre mobilidade urbana. O assunto teve grande repercussão hoje na imprensa e foi exposto pela parlamentar que considerou o ato cometido pelo governo como uma fraude.

“O que tem uma coisa a ver com outra? Ele está subestimando quem? Eles estão querendo trapacear e isso é fraude. Um ex-juiz, que se diz defensor da lei e fica se utilizando de práticas condenáveis, usando artifícios para que isso seja aprovado a todo custo. Prova disso foi a Medida Provisória que simplesmente se refere à mobilidade urbana e ele inseriu a questão dos policiais”, disse Andrea Murad.

A deputada falou ainda que o mesmo episódio aconteceu quando o governador embutiu um artigo na Medida Provisória que alterava a redação da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (MP nº 196/15), aproveitando a MP para tratar do vínculo da Empresa Maranhense de Administração de Recursos Humanos e Negócios Públicos (EMARHP), empresas criadas por leis e épocas distintas.

“Esse não é o primeiro caso. Existiu também a medida provisória nº 196, que alterava a Lei nº 9.732/2012, e, simplesmente, ele colocou em um artigo, transferindo outra empresa, a EMARHP para a SEGEP. É um verdadeiro absurdo e nós temos que rever o nosso posicionamento aqui dentro desta Casa, não podemos deixar isso seguir em frente porque é uma verdadeira fraude”, criticou Andrea Murad.

Pega essa “comuna/capitalista neoliberal”!!! O camaradinha quis dá bonzão pra cima de trabalhador…

Postado por Caio Hostilio em 31/mar/2015 - Sem Comentários

Por Bêo Alves

Alberto Rodolfo faz academia há 8 anos, sempre com personal. Lutador de muay thai, resolveu sacanear os coxinhas opressores. Colocou seus fones importados, e foi dançar na frente da elite branca de olhos azuis.

Alberto Rodolfo não contava com sêu Tião, empreendedor elitista e dono dos meios de produção (abridor de cocos).

Sêu Tião fez Albertinho colocar os tênis da nike para funcionar.

13118_1421209671516244_162622093933784595_n

Valeu garotada!!! Quem sabe faz a hora!!! Mostrem suas caras sem medo e lutem contra seus empregados!!!

Postado por Caio Hostilio em 31/mar/2015 - 2 Comentários

protestopassagemsl2015horzPor mais que tentem desqualificar o movimento de vocês, usando as mesmas práticas esdrúxulas e covardes utilizadas pelos ditadores e censores que comandaram esse país, através da mídia amilhada, com o intuito de desanimar os lutadores dos direitos democráticos republicanos, tais como: “não passavam de meia dúzia de vândalos pagos por fulano ou sicrano” e “eles partiram para a desordem”, não desanimem jamais de seus direitos!!!

protestopassagemsl2015leggQuem conheceu essas artimanhas psicodélicas sabe que esses censores da liberdade de expressão nunca estiveram na luta pela redemocratização desse país, mas querem pintar de esquerdista, quando não passam ditadores disfarçados de socialistas e até de comuna!!!

geraldo vandre“Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”, grande Fernando Pessoa, que isso sirva de incentivo para aqueles que realmente querem ver esse país com uma democracia consolidada e republicana de fato!!!

Agora uma canção do grande Geraldo Vandré: “Pra não dizer que não falei das flores”

Muito tarde!!! Ufa!!! Equipe de Holanda Junior viu que duas escolas estão de mal a pior…

Postado por Caio Hostilio em 31/mar/2015 - 4 Comentários

Caramba!!! Por que não foi feito tudo a tempo? Não foi por falta de recursos não!!! Os recursos do FUNDEB chegaram rigorosamente todos os meses em três, assim como os recursos do FNDE, principalmente aquele que poderia ajudar na recuperação da infraestrutura da escola, como o PDDE, além da parte para aquisição dos materiais didático/pedagógicos. Olha que a Prefeitura tem por obrigação constitucional aplicar na educação de toda sua arrecadação 25% na educação e não vou sequer falar em emendas parlamentares!!! Por isso, o secretário Lula constatou as irregularidades “in loco” e … ‏

U.E.B. Primavera (4)Para ratificar o diálogo com a categoria de professores, o Sindicato dos Profissionais do Magistério Público de São Luís (Sindeducação) solicitou ao secretário de governo, Lula Fylho, que participasse das vistorias desse sábado (28), em algumas escolas municipais: a U.E.B. Primavera e seu anexo, no Cohatrac, e a U.E.B. Mindinho (educação infantil), localizada no Maracãna, zona rural de São Luís.

As principais reclamações foram acerca das condições estruturais dos locais, que apresentam telhado quebrado, forro com goteiras, cadeiras, pias e sanitários danificados, falta de equipamentos, falta de materiais educativos e a infestação de insetos. A ação também contou com a participação dos membros da Comissão de Fiscalização, Antonísio Furtado e Rosilene Costa; e da vereadora Rose Sales (PCdoB).

 “Ano passado nós viemos aqui na U.E.B Primavera e verificamos os problemas. Enviamos por várias vezes ofícios para o secretário Geraldo Castro, que não nos respondeu e não fez nada mudar essa situação. Felizmente, o secretário Lula Fylho tem nos recebido e tem dado a devida atenção às nossas reivindicações”, exclamou a presidente do Sindeducação, Elisabeth Castelo Branco.

A escola atende 1.288 alunos, sendo 528 pela manhã e 602 à tarde, mas não possui as mínimas condições para garantir a aprendizagem dos estudantes. Cada sala é composta por aproximadamente 50 alunos que estudam com inúmeras dificuldades, a começar pela falta de iluminação nas salas. Segundo a diretora Ivone de Jesus, faltam em média 160 lâmpadas no prédio.

A grande quantidade de cupins e saúvas é outro agravante. Em todos os locais se percebe a infestação. Na sala dos professores, as divisórias dos armários foram tomadas pelos bichos.

Já a parte externa do prédio está toda tomada pelo mato, que há muito tempo não recebe serviços limpeza. Funcionários relatam que já tiveram surpresas indesejáveis por conta do matagal. “Já apareceu até cobra aqui. Por sorte, ninguém foi picado”, dizem.

No anexo, que atende crianças a partir dos seis anos, encontrou-se salas imprensadas e com muros baixos, onde, segundo os docentes, o barulho é muito grande e dificulta o andamento das atividades.

Na U.E.B. Mindinho, constatou-se que as manutenções realizadas em novembro de 2014 não apresentaram melhorias ao local. Pelo contrário, o que se viu foram ventiladores queimados, banheiros inadequados e forro de péssima qualidade que ocasionam muitas goteiras.

A vereadora Rose Sales, reiterou o compromisso pela busca de uma educação de qualidade, e lembrou da reunião realizada na Semed sexta-feira (27), onde as manutenções preventivas e corretivas ilustraram a pauta. “A nossa posição continuará sendo esta de fiscalização, proposição e cobrança de uma real efetividade da Política de Educação Municipal por parte da Prefeitura/SEMED”, afirmou.

O secretário de governo Lula Fylho, se prontificou em adotar medidas para modificar o cenário da educação pública municipal. Dentre as ações emergentes estão as reformas na U.E.B. Primavera e a averiguação de outros prédios de ensino.

Embora a Semed não dê respostas positivas aos legítimos reclames dos professores, o sindicato segue na difusão da realidade da educação de São Luís e na luta por dias melhores, buscando o apoio de instituições que podem conseguir mudanças para a capital. No último dia 24, o sindicato inspecionou, junto à Defesa Civil e a Promotoria de Educação, as U.E.B.s Fernão Magalhães e Uruati.

Até quando? É isso aí Gabriel Pensador… O discurso de Andrea tem tudo a ver!!!

Postado por Caio Hostilio em 30/mar/2015 - 7 Comentários

Andrea foi firme sobre o aumento da passagem de ônibus e o recorde de sete assaltos a coletivo somente nesse final de semana!!! É preciso dizer: “Até quando você vai levando porrada sem dizer nada!!! E ficar sem fazer nada!!!”… É necessário questionar e criticar…

LISBOAA deputada estadual Andrea Murad (PMDB) foi a única parlamentar que argumentou a participação de Flávio Dino na decisão do aumento das tarifas da passagem de ônibus em São Luís. A deputada acredita na conivência do governador quanto ao aumento e considera a decisão abusiva, prejudicando milhares de usuários do transporte público da capital maranhense. Para a parlamentar, o governo do estado tenta se esquivar da repercussão negativa do aumento, colocando o Procon para notificar a Prefeitura de São Luís. Em seu discurso na Assembleia Legislativa do Maranhão nesta segunda-feira (30), Andrea Murad também criticou a ‘parceria midiática’ entre prefeitura e governo e atribuiu a desastrosa gestão municipal ao controle do governo dinista sobre a Prefeitura de São Luís.

gabriel“Está aí o resultado dessa grande parceria. O prefeito Edivaldo sozinho e abandonado, arcando com todo o ônus de querer manter-se aliado a um governador que só pensa em si mesmo. São Luís está sem prefeito, porque o resultado da péssima avaliação de Edivaldo Júnior também é fruto da política de Flávio Dino, da forma como ele e Márcio Jerry conduzem a prefeitura”, disse Andrea Murad

Para a parlamentar, o ‘governo da mudança’ se revela em má gestão e insegurança pelo estado. Andrea Murad também apresentou na tribuna dados sobre o elevado número de homicídios e assaltos a ônibus e taxi em São Luís, publicados pela imprensa neste início de semana.

“A população, que estava com fé e esperança de que as coisas fossem melhorar, está aí de mãos atadas assistindo ao governo fazer ainda pior do que tanto ele criticava na gestão anterior. Cadê a segurança? Não tem. Cadê a saúde? Não tem. Ele não consegue sequer manter o que encontrou quanto mais realizar os programas de governo que daqui a pouco nós vamos começar a cobrar aqui nesta Casa”, finalizou.

Charge eletrônica….

Postado por Caio Hostilio em 30/mar/2015 - Sem Comentários

Não percam esse show!!! A entrada só custará R$ 2,80… O mesmo preço da passagem de ônibus…

Amor coletivo

Nesse ônibus com certeza a passagem é R$ 0,0 e sequer será assaltado!!!

Postado por Caio Hostilio em 30/mar/2015 - 1 Comentário

Já os que são oferecidos a você, o valor da passagem é de R$ 2,80 e somente nesse final de semana foram assaltados sete ônibus!!! Quanta diferença!!!

buzu de confiançaSabe de uma verdade?

gabriel pensadorMais uma vez fique com o recado de Gabriel Pensador:

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog