Ministro Gastão Vieira endossa candidatura de São Paulo como sede da Exposição Universal de 2020

Publicado em   06/mar/2013
por  Caio Hostilio

050313SaoPaulo2020_1195PM[1]O prefeito Fernando Haddad reuniu representantes das esferas públicas e civil para apresentar na manhã de hoje o projeto do centro de convenções de São Paulo, que contará com recursos do Ministério do Turismo. O centro receberá a EXposição Universal em 2020, caso a capital paulista seja escolhida como sede do evento. 

050313SaoPaulo2020_1216PM[1]Destino-líder do Brasil, com 5,5 % de todos os desembarques domésticos realizados no país, São Paulo quer ser também o principal polo de eventos de grande porte da América Latina. O ministro do Turismo, Gastão Vieira, que representou o governo federal no evento, reafirma o interesse em elevar a capital paulista a este patamar endossando sua candidatura como sede da Exposição Universal de 2020, ou Expo 2020, maior evento de políticas urbanas, sociais e econômicas do mundo.

050313SaoPaulo2020_1334PM[1]Segundo o ministro, a cidade já vem dando sinais de estrangulamento da absorção de novas agendas do setor. “São Paulo é o principal roteiro de negócios do país. Queremos dar condições para um crescimento sustentável desse importante seguimento de turismo”, disse Gastão Vieira, durante apresentação oficial da candidatura da cidade, nesta terça-feira, na Prefeitura Municipal paulistana. Entre os projetos que estão em discussão, há melhorias no centro de exposições do Anhembi e acesso viário para essa região.

“Sua escolha permitirá não apenas a consolidação da liderança de São Paulo nesse setor, como também um salto no turismo de eventos no Brasil”, reitera o ministro, que espera levar o Brasil, em esforço conjunto com a Embratur, do 7º ao 5º país que mais recebe encontros e convenções internacionais, pelo ranking da Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA, na sigla em inglês).

 Para isso, a seleção de São Paulo para abrigar a Expo 2020 é estratégica para a União. “As exposições universais criam um legado inestimável não apenas para a qualidade de vida nas cidades-sede, mas também para um setor cada vez mais importante da economia mundial – o turismo”, reconheceu Gastão Vieira.

A Expo 2020 funcionará durante seis meses — 15 de maio a 15 de novembro — e espera levar cerca de 30 milhões de visitantes à cidade de São Paulo durante este período. A eleição da próxima sede da Expo 2020 acontecerá em novembro, em Paris. A capital paulista disputa a preferência do Bureau International des Expositions (BIE) com quatro cidades: Dubai (Emirados Árabes Unidos), Esmirna (Turquia), Ayuthaya (Tailândia) e Iekaterinburgo (Rússia).

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog