Roseana ajusta calendário do PAC com ministras Gleisi Hoffmann e Míriam Belchior

Publicado em   28/fev/2013
por  Caio Hostilio

Isso perturba demais os “oposicionistas”, pois vivem dizendo que o governo não faz nada!!! Mas o interessante desse discurso maluco é que tudo que é visto em São Luís e no Maranhão foi feito pelo governo do Estado, enquanto que os seguidores desses “oposicionistas”, que governam vários municípios, sequer conseguem cumprir com as prerrogativas da Saúde e da Educação, mesmo recebendo todos os meses milhões em recursos federais para essas áreas…

Foto 1 - Governadora Roseana com ministras   Foto Paulo H. CarvalhoCasa Civil PR[1]Em reunião que durou duas horas, a governadora do Maranhão, Roseana Sarney discutiu com as ministras Gleisi Hoffmann, da Casa Civil, e Míriam Belchior, do Planejamento, Orçamento e Gestão, o desembolso de recursos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), e do Tesouro Estadual, para as etapas finais da construção da Avenida IV Centenário, entre a Avenida dos Franceses e a Camboa, em São Luís. O encontro ocorreu, nesta quarta-feira (27), no Palácio do Planalto, em Brasília.

A governadora estava acompanhada dos secretários de Estado do Planejamento e Orçamento, João Bernardo Bringel; chefe do Gabinete Militar, coronel José Ribamar Vieira; e de Comunicação Social, Sérgio Macedo. Na ocasião, a governadora e as ministras ajustaram para o mês de setembro a inauguração da nova via.

“Essa obra é muito importante para os moradores da área e para toda a cidade de São Luís, pois vai criar uma alternativa de acesso ao Centro da capital, desafogando o trânsito e também melhorando a qualidade de vida de todos nós”, declarou a governadora.

A Avenida IV Centenário tem recursos compartilhados do Governo Federal e do Governo do Maranhão e faz parte do Programa PAC-Rio Anil. Só neste ano, o Tesouro Estadual desembolsará cerca de R$ 117 milhões para a conclusão das obras.

Planejamento

Com a titular do Planejamento, Roseana Sarney tratou, também, do desembaraço de um terreno pertencente à Fundação Nacional do Índio (Funai), no Cohafuma. O problema comprometeu a continuidade da Via Expressa. Depois de ouvir o relato da governadora, a ministra Míriam Belchior comprometeu-se a estudar uma solução imediata para a questão.

Na noite desta quarta-feira (27), a governadora Roseana Sarney também participou de um jantar em homenagem ao senador José Sarney. O encontro foi organizado pelo vice-presidente Michel Temer, no Palácio do Jaburu, residência oficial da Vice-Presidência. A presidenta da República, Dilma Rousseff, também compareceu ao jantar.

E a governadora Roseana continua em Brasília nesta quinta-feira (28). A agenda prevê compromissos como uma reunião com técnicos do Ministério do Planejamento, quando serão discutidas questões relacionadas a outras obras do PAC no Maranhão, a exemplo do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida.

  Publicado em: Governo

2 Responses to Roseana ajusta calendário do PAC com ministras Gleisi Hoffmann e Míriam Belchior

  1. Gusmao disse:

    Caio,

    Como é possível ler na sua matéria, as obras que estão em andamento, na grande maioria, estão sendo bancadas com recursos federais. Embora, nem sempre, isso conste nas placas. Naquelas que estão sendo executadas em parcerias, União/Estado, a contrapartida do estado é sempre menor. Não pretendo, e não há como não negar, a existência daquelas que estão sendo bancadas com recursos do estado. Normal e natural que a riqueza produzida no estado seja utilizada, também, em beneficio do seu povo. É o mesmo que eu espero do prefeito Edivaldo Holanda. Que venham as obras. Apesar de se saber que estão e serão utilizadas como peça de propaganda, na próxima e nas futuras eleições, o que se quer é que elas sejam entregues no prazo previsto. Não aconteça o que aconteceu com o espigão, com a avenida IV Centenário, e tantas outras por ai a fora.

    • Caio Hostilio disse:

      Procure saber o porquê da Avenida IV Centenário ainda não ter sido entregue, pois seus questionamento é compleltlamente fora de eixo e dentro do senso comum… Busque informações!!! O espigão a primeira etapa foi entregue sim, quanto a segunda etapa é outra obra. Sobre os recursos do PAC, você se equivoca quando diz que a porcentagem do governo federal é maior. Ledo engano seu!!! Procure ver quem entra com 70% e 30%, pois esse é o percentual, sendo que o maior é do governo do Estado!!!!

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog