Nós vivemos em uma democracia ou numa demagogia?

Publicado em   27/fev/2013
por  Caio Hostilio

falsa democraciaDemocracia parte dos princípios de que os direitos e deveres devem ser igualitários, para todos os cidadãos que vivem em sociedade, isso independente de cor, raça, religião, ideologia, intelectualidade, posição social… Mas não vemos isso no Brasil, cujo tratamento para alguns é diferenciado por fazer parte de uma minoria que é denominada por “elite”, enquanto que a maioria sofre os preconceitos, egos e superegos dessa minoria frustrada, que não pode se engalfinhar entre si, mesmo com os piores crimes de difamação a uma instituição ou poder. A vingança recairá sempre num cidadão que faz parte da maioria!!!

Depois de acompanhar durante muito tempo, uma seqüência de perturbações políticas e sociais no País, quase todas geradas pela ausência de uma política sensata dos poderes constituídos, é que cheguei à conclusão de que o povo brasileiro ainda é politicamente e socialmente imaturo, porque não consegue defender-se da demagogia, que é uma grande ameaça à democracia.

É verificado que a sinceridade, a honestidade e a fidelidade aos seus compromissos, parecem ser algo de difícil compreensão e assimilação por parte do seguimento político e social, visto que estes sinônimos passam bem longe da consciência de alguns de seus membros, uma vez que os mesmos agem sem nenhum tipo de consideração aos princípios democráticos.

 Isso nos revela a quanta à “democracia” brasileira deixa de ser ética, moralista e, principalmente, fiel aos seus verdadeiros compromissos. Verifica-se, ainda, que a demagogia procura usar a minoria para difamar aqueles que tentam mostrar a seqüência de fatos antidemocráticos.   

Como se observa, a democracia é um processo de lento amadurecimento, porque existem os falsos democratas que sabem encontrar mil maneiras de burlar os princípios da moralidade.

Portanto, para superar tais incoerências, o povo precisa educar-se e aumentar sua capacidade crítica, através das decepções e das esperanças tantas vezes frustradas. Principalmente agora, sob a pressão e fatos internos e externos inconcebíveis, é que se fazem necessário o povo estar mais vigilante e procurar progredir no plano político e social, em face dos avanços e recuos a que a democracia está sujeita a enfrentar uma cambada de demagogos que não têm em vista o bem público, mas procura abusar da credulidade popular, para satisfazer os seus interesses econômicos carreiristas.

O povo precisa conceber as artimanhas, pois somente desta forma se habituará a distinguir o verdadeiro do falso líder, e descobrir suas manobras ardilosas.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog