As combinações vêm de cima pra baixo!!! Com apoio do PT e PMDB, Dilma sai na frente na disputa presidencial

Publicado em   25/fev/2013
por  Caio Hostilio

Cada vez mais fica imbatível a aliança PT/PMDB!!! A oposição, com Aécio Neves, aparece em segundo. Eduardo Campos e Marina Silva precisam de alianças políticas… Que os insatisfeitos arrumem as malas e procurem seus rumos!!!  

Correio Braziliense

untitledA eleição presidencial de 2014 começou na semana que passou com eventos midiáticos, como a festa do PT em São Paulo; o discurso de Aécio Neves (PSDB-MG) no Senado; o encontro do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) com prefeitos; e o lançamento do novo partido de Marina Silva, o Rede Sustentabilidade, em Brasília. Mas disputas desse porte são decididas nos bastidores, com a definição das alianças políticas — que trarão tempo de tevê para os candidatos — e na montagem de palanques estaduais fortes para os presidenciáveis visitarem, fatores que só serão definidos no ano que vem.

No momento, a presidente Dilma Rousseff beneficia-se de uma ampla coligação governista, que inclui aproximadamente 14 partidos que apoiam o governo no Congresso. Mas a negociação terá que ser pontual. Até o momento, apenas o PMDB está na chapa de Dilma, indicando o vice-presidente Michel Temer. Reunidos, PT e PMDB somam 170 deputados, o que garante à presidente pouco mais de seis minutos e meio de tempo de tevê, de acordo com os critérios definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em segundo lugar, com quase três minutos e meio de tempo de televisão, surge o provável candidato do PSDB, Aécio Neves (MG), que tem confirmados em sua coligação o DEM e o PPS, totalizando 88 deputados. Os outros dois presidenciáveis enfrentam, no momento, cenários mais delicados. Eduardo Campos só conta com os deputados do próprio partido, o PSB: 26. Situação pior enfrenta Marina Silva que tem até outubro para criar o Rede Sustentabilidade, que tem a promessa da filiação de três deputados. Isso garante escassos sete segundos no horário eleitoral gratuito de rádio e televisão.

Enquanto isso… “Eduardo Campos não tem proposta para o país”, diz Ciro Gomes

ciro gomesO ex-ministro Ciro Gomes (PSB) abriu uma crise em seu partido ao usar o espaço que tem como comentarista esportivo em uma rádio cearense para criticar o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), possível candidato à Presidência da República em 2014.A assessoria de Marina Silva disse que ela não iria comentar as declarações. A assessoria de Aécio não havia ligado de volta até o fechamento desta edição.O ex-ministro Ciro Gomes (PSB) voltou a fazer uso da sua metralhadora giratória e não poupou nem mesmo o correligionário e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que almeja disputar o Planalto no próximo ano; “Os pré-candidatos Eduardo Campos, Aécio Neves e Marina Silva não têm nenhuma proposta, nenhuma visão para o Brasil. E isso é o que me preocupa”; Para ele, Dilma Rousseff deverá ganhar a eleição no primeiro turno, por WO.

O ex-ministro Ciro Gomes (PSB) disse que Dilma Rousseff deverá ganhar a eleição no primeiro turno, e nem Eduardo, o senador Mineiro Aécio Neves (PSDB) ou Marina a ex-ministra Silva possuem alguma visão de futuro para o País. “Os pré-candidatos, Eduardo Campos, Aécio Neves e Marina Silva não têm nenhuma proposta, nenhuma visão para o Brasil. E isso é o que me preocupa”, declarou em entrevista à Rádio cearense Verdes Mares AM.

Segundo ele, a grande preocupação no momento deveria ser com os rumos da economia. Nós estamos neste momento com o pé no acelerador o que significa um pouco de ameaça inflacionária, isso para tentar tirar o País da estagnação. Mas se a gente for conter a inflação do jeito que vinha fazendo, da mão para boca, ai volta a recessão. E essa equação tem que ser desfeita com um grande debate que só a política pode fazer”, disse. “Lamentavelmente não será o Governo que fará isso, porque obviamente o Governo vai defender o que está fazendo. E os outros pré-candidatos, Eduardo Campos, Aécio Neves e Marina Silva não têm nenhuma proposta. Nenhuma visão para o Brasil. E isso é o que me preocupa”, disparou.

.Em sua avaliação, nenhum dos candidatos que estão com seus nomes colocados como candidatos ou pré-candidatos reúne as condições necessárias para se posicionar como tal. “Não é mais o PSDB favorito. O meu presidente Eduardo Campos não tem estrada ainda. Não conhece o Brasil. O Aécio Neves não conhece o Brasil. A Marina Silva representa uma negação ética, uma negação desses maus costumes, mas não representa a afirmação de rigorosamente nada”, observou.

A ex-verde também recebeu um quinhão extra de bordoadas em relação ao desenvolvimento futuro do País. “Ela não tem uma visão sequer de economia do País, da energia, de como que o País vai gerar energia”, disse em referência aos tempos em que Marina era ministra do Meio Ambiente e recebia duras críticas pela morosidade na liberação de licenças para o setor energético.

Ciro, que juntamente com seu irmão, o governador cearense Cid Gomes, defendem a reeleição de Dilma Rousseff, a despeito do desejo da maioria esmagadora do PSB, acredita que a petista pode vencer a corrida presidencial já no primeiro turno.

Eduardo Campos e Roberto Amaral falaram que as portas do PSB estão abertas para os irmãos cearenses…

Marina Silva, por sua vez, não quis se manifestar. 

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog