Sarney? E quem não é?

Publicado em   17/fev/2013
por  Caio Hostilio

honoratoOs seres humanos são hipócritas e canalhas!!! Portanto, vereador Honorato, caso estejam lhe chamando de sarneysta ou sarnesista, siga em frente, pois todos dessa terra vivem a custa do nome Sarney. Aqui, tanto políticos “opositores” quanto os “governistas”, só sobrevivem nababescamente, com cargos eletivos, de uma forma ou de outra, usando o nome do Sarney, caso contrário estariam todos ferrados!!!

Na mídia, por exemplo, ganha melhor aquele que fizer as manchetes e os textos mais detrativo contra o Sarney e sua família.

Tem político, mesmo os aqueles que mixaram no colo do Sarney e que seus pais receberam de presente governos de Estado, mandatos, cartórios, intervenções, presidência de Tribunais e são afilhados de batismo, hoje se dizem anti-sarney para conseguir com maior facilidade suas eleições… Porra nenhuma de ideologia!!! Essa piscina tem muito rato e ratazana!!!

Então, Honorato, sendo ou não sarneysista, o certo é buscar orientações para ser um bom líder de governo. Sabe quem eu procuraria? O senador Romero Jucá. Esse é o maior especialista nessa função. Esse cara foi líder do governo FHC, do de Lula e do de Dilma. Uma coisa eu pude observar nele: Ele nunca foi a tribuna defender os governos nos discursos livres, pois deixa os lideres dos partidos a vontade, mas quando era para votar matérias de interesse dos governos, estava ali Romero Jucá defendendo e articulando a vitória de todas. Olha que o governo Lula tinha a minoria, mas as matérias eram todas aprovadas!!!

Mas para por fim: De que eu, tu, ele, nós, vós eles somos todos Sarney, escrevi um texto, no 06 de fevereiro de 2011, postado no meu antigo blog “A arte de fazer política não é para todos – SARNEY E SEUS 56 ANOS DE VIDA PÚBLICA, leiam e tirem suas conclusões:

untitled1Não poderia deixar de dizer, primeiramente, que existem os que amam e os que odeiam José Sarney, mas uma coisa é clara, todos o admiram e fazem questão de contemplar sua inteligência na arte de fazer política. Antes que comecem a ler o que está abaixo, faça uma reflexão ao se perguntar: Por que eu amo? Por que eu odeio? Por que tanto os que amam quanto os que odeiam admiram? Os homens odeiam um ao outro pelo amor ao dinheiro, ganância e cobiça, ambição pessoal e desejo de poder, inveja e vingança. Também não é muito difícil para o homem se enganar a si mesmo, e descobrir uma causa que justifique o seu ódio.

Início, falando como tudo começou na vida política vitoriosa de José Sarney. De líder estudantil a deputado, governador, senador, presidente da república e quatro vezes presidente do Senado, esses foram os 56 anos de vida pública de José Sarney, hoje com 80 anos.

José Sarney, com seus 80 anos, dividiu o seu tempo em dois campos opostos, uma parte na vida política e a outra voltada para vida intelectual, chegando ao topo nas suas duas escolhas. Na política chegou a Presidência da República e na intelectual alcançou uma cadeira na Academia Brasileira de Letras. Pode-se afirmar que ele é um homem realizado em suas empreitadas que o destino o ofereceu com a benção de Deus.

Além de membro da Academia Brasileira de Letras, Sarney é membro do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão, da Academia Maranhense de Letras, da Academia Brasiliense de Letras, da Academia das Ciências de Lisboa e Membro do InterAction Council (Chefes de Estado e de Governo). Ele é condecorado com a Medalha Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras, Medalha José Bonifácio. É Grão-Mestre e tem Grã-Cruz ou o Grão-Colar das seguintes ordens: Ordem Nacional do Mérito, Ordem do Rio Branco, Ordem do Mérito Judiciário, Ordem do Cruzeiro do Sul, Ordem da Legião de Honra (França), Ordem de Sant’lago da Espanha (Portugal).

Tudo indica, para ele, a arte na política está pautada no bom diálogo, no saber ouvir, na elegância e na diplomacia, princípios esses, que o fez um dos homens mais importantes da Republica, pois lhe coube a tarefa da redemocratização do Brasil e, ainda, lhe cabe a consolidação completa da democracia brasileira, mesmo com seus 80 anos de vida, ao ser reeleito presidente do Senado pela quarta vez.

A Política assim maiúscula deve ser ação, não mero discurso. Aves raras são os políticos que alcançam essas alturas.

José Sarney tem dois trunfos que os levou a ficar no topo da política por 56 anos: o otimismo e paixão, que aparecem como notas dominantes em cada uma das suas reflexões. Mas, o seu humor? O humor é a própria razão dos ingredientes seguros de sua longevidade na vida pública. Quantos aos 81 anos de idade – que se completarão nesse ano de 2011, não parece abalar o homem que nasceu com o dom da arte de fazer política, com firmeza e exuberância.

Por sua competência e maestria na arte da política, ele sempre esteve no topo das principais decisões políticas brasileiras dos últimos 30 anos. Por isso, Sarney se tornou um homem invejado e perseguido por muitos. Com isso, eu vejo e ouço muitos articulistas políticos brasileiros e parte da mídia com mil pedras nas mãos apedrejando José Sarney. O interessante é que quanto mais o apedrejam com histórias mirabolantes e fictícias, Sarney aumenta seu prestígio e respeito no meio político e para aqueles que o amam.

Neste sentido, observa-se que a questão dos que odeiam José Sarney é vista no âmbito do senso comum, sem que seja feita uma análise suscita e histórica. Na verdade, esse sentimento de ódio, porém recheado de inveja e ao mesmo tempo de admiração, foi condicionado nos que odeiam pelos discursos e matérias contrárias, do cotidiano dos que não aceitam a maestria de Sarney na política. Daí fica constituído a partir de elementos culturais, sociais, subjetivos e historicamente indefinidos, esse ódio ao ex-presidente José Sarney. Todavia, vale ressaltar que na esfera do cotidiano no âmbito político, adentramos quase que imediatamente na representatividade que a multidão exerce na varias interpretações que se cria em torno daquele que conseguiu bater todos os recordes, até a do patrono do Senado, o saudoso Ruy Barbosa.

Para terminar com 60 anos de vida pública, visto que ainda tem quatro anos de mandato, José Sarney mostra mais uma vez como se deve fazer política com arte e perspicácia. Ele se reelegeu para presidir o Senado por mais dois anos, com 70 votos a favor dos 81 senadores, cujo consenso ficou claro entre governo e oposição em torno de seu nome.

É certo afirmar que o ex-presidente José Sarney, por mais que seus adversários “invejosos” não aceitem sua brilhante vida política de 56 anos, que findará aos 60 anos, vai terminar com ele vitorioso e no topo das principais decisões do país.

E, ainda, aos 80 anos, depois de tudo que criou de bom para o povo brasileiro como presidente da república – cito apenas cinco que conseguir vivenciar mais de perto: a redemocratização do Brasil, a promulgação da Constituição de 1988 (conhecida como Constituição Cidadã), o salário desemprego, o MERCOSUL, o único presidente da republica a eleger mais de 20 governadores e a rede de hospitais Sarah, e como presidente do Senado, revolucionou a Casa, quando criou o PRODASEN, a TV e a Rádio Senado, além de seus projetos aprovados de grande importância para o povo brasileiro; José Sarney pretende deixar, ainda, a Reforma Política, Jurídica e Fiscal.

Outro fator que chama a atenção de muitos – tanto para os que amam quanto para os odeiam José Sarney – são os seus índices de aprovação: o de popularidade como presidente da República, principalmente no início do Plano Cruzado, e na geração de emprego, que só são menores que os índices do ex-presidente Lula.

Por fim, só me resta deixar um pensamento de Platão sobre a ciência política: “… Tem como tarefa unir, combatendo a separação, cultivar a prudência e a moderação contra a exacerbação, e manter o enérgico contra o claudicante, colocando cada grupo no exercício de sua função e harmonizando todo o corpo da sociedade. A ciência política é, portanto, arte de domínio exclusivo do estadista filósofo”.

  Publicado em: Governo

22 Responses to Sarney? E quem não é?

  1. BRASILINA BORGES - ROSÁRIO disse:

    CHEGA DE TANTO ENGANAR : DEPOIS DE GOLPE DO POLO DE CONFECÇÕES EM ROSÁRIO ROSEANA SARNEY MANDA LUIS FERNANDO INAUGURAR OBRAS DA FIEMA E DO SEBRAE E VC CAIO DEVERIA POSTAR SOBRE ROSEANA NÃO QUERER APARECER NA NOSSA CIDADE DE ROSÁRIO…VEJA O TEXTO.
    O Polo de Confecção de Rosário foi implantado, em 1995, no primeiro governo de Roseana Sarney, tinha como empresa âncora a Yamacon Nordeste S.A. Cada operário receberia 1,5 salário por mês, quando a renda por pessoa de Rosário era 40 reais.
    A Yamacon Nordeste S.A de propriedade do empresário chinês Chhai Kwo Chhengs tinha como meta produzir 14,4 milhões de unidades de camisa por ano, empregar 4.500 pessoas em regime de cooperativa em Rosário.
    Foram organizados 90 grupos de trabalhadores, cada grupo com 40 pessoas. Os recursos iniciais no valor de R$ 4,05 milhões, provenientes do BIRD, a fundo perdido, não foram suficientes para comprar os equipamentos e montar os galpões.
    Recorreram então ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB). Os empréstimos foram assinados com os grupos de trabalhadores. A cada grupo correspondeu a liberação de R$ 34.954,00. Nenhum operário recebeu um centavo, os envolvidos ficaram endividados.
    Agora em fevereiro de 2013, Roseana Sarney foi convidada a voltar a Rosário para inaugurações das obras da FIEMA(Unidade Indústria do Conhecimento) e do SEBRAE( Escritório de Apoio e Micro e Pequenas Empresas.
    Consciente do maior erro da sua vida pública, Roseana Sarney mandou Luís Fernando Silva representá-la em Rosário nas inagurações da FIEMA e do SEBRAE, que conta com a parceria do governo do Estado.
    A recente demissão de mil e quinhentos trabalhadores dos canteiros de obras da prometida e quase esquecida Refinaria Premium, em Bacabeira reacende a memória do povo sofrido e espoliado da Região do Munin.
    Enganados no “conto” do Polo de Confecções(Rosário) e no “canto” da Refinaria Premium(Bacabeira) os moradores das duas prósperas cidades não acreditam em mais nada. Bacabeira ainda tem o “Ficha Suja” Alan Linhares.

    • Caio Hostilio disse:

      Miquinhoengana, você ficou louco com a matéria!!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK… Você é um sarneysista e sofre por isso!!! Miquinhoengana, essa tua inveja vai te levar a loucura!!!! KKKKKKKKKKKKKKKK

  2. Sybilla Leite disse:

    Roseana e Luis Fernando mandaram o Sampaio Correa jogar na reabertura do Castelão e até hoje não pagaram, quer dizer quando é as bandas de fora e cantores ela paga todo mundo e quando é daqui ela enrola.Conclusão: Em matéria de trapacha e com ela mesmo.

    • Caio Hostilio disse:

      Sarneysista, quando a Prefeitura pagar todos, o governo do Estado também pagará!!! Em matéria miquinhoengana é contigo mesmo!!!

  3. Diodete Sampaio disse:

    ESSA ÉA FORMULA DOS MURAD’S…COM UMA CIDADE EM ALERTA E VEJA…
    Para que o Ministério Público fique atento com os municípios que decretaram Estado de Emergência alegando terem encontrado um Estado caótico deixado pelo antecessor (relembre).
    Em Coroatá, onde a prefeita Teresa Murad (PSL) decretou Estado de Emergência em toda a administração, foram alugados 20 veículos Ford Ranger para reforçar a tropa do município.
    Com o Estado de Emergência decretado, os veículos puderam ser alugados sem licitação. Mesmo alegando que o município estava um caos, a prefeita alugou veículos de alto padrão, em um total de R$ 1.032.000,00. O que dá um gasto de R$ 51.600,00 com cada veículo ALUGADO.
    O valor é anual. Caso o contrato de aluguel seja renovado, o gasto de Teresa Murad por veículo em quatro anos será de R$206.400,00. Dinheiro suficiente para comprar os carros.
    Os veículos que irão compor a frota a serviço da Prefeitura Municipal de Coroatá, começaram a chegar no último sábado (9). Chegaram à cidade quatro Camionetes Ford Ranger e, na quarta-feira de Cinzas (13), mais 16.

    • Caio Hostilio disse:

      Miquinhoengana, ficou louco com a materia, foi? KKKKKKKKKKKKKKKKKKK… Deu a louca? Você é um sarneysista doente!!!! KKKKKKKKKKKKKKKK… Você ajudou o Orelha de Rato a roubar, foi? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  4. ciço de aliete disse:

    tu se engasgou com os pelos do saco do Sarney?

    • Caio Hostilio disse:

      Todos do Maranhão, principalmente os que vivem nababescamente com cargos eletivos, principalmente os de oposição. Pergunta pro Dutra…. Ah!!! A tua boca está cheia!!!

  5. Elvis disse:

    Quanta idiotice em uma única matéria!!!!!!!!!!kkkkkkkkkkk
    SARNEY……
    kkkkkkkkkkk
    Piada.kkkkkkk

  6. Thiago disse:

    Acho engraçado essa oposição
    Ninguem consegue lembrar que o pai de Flavio Dino sempre foi Sarney, Flavio estudou em bons Colégios porque Sarney ajudou o seu pai na politica, então Flavio deveria ser no minimo agradecido, ate acho positivo o discurso para o desenvolvimento do Estado do Maranhão, mas vim dizer que tudo que não presta neste Estado é culpa do Sarney é no minimo brincar com a IGNORANCIA deste povo….

    Vejamos hoje o maior Pseudo Lider da Oposição é o Flavio Dino ( Paladino) então não precisamos pensar muito e ver ligações diretas com a Familia Sarney lkkkk

    esses politicos nao aprendem que o discurso precisa ser com base no Desenvolvimento e nao na simples troca de comando ¬¬

  7. Valdeci de Carvalho Almeida disse:

    A biografia de Sarney, já diz tudo do seu vitorioso passado e presente. O difícil é trilhar nele, quando não se segue o seu exemplo. Em caminhos opostos, nessa longa estrada da vida, vai ser muito difícil, pra não dizer impossivel, ou seja como bem disse Martinho da Vila, vão ter que penar um bom bocado.

  8. simiao disse:

    BABA BABAO, LÁ VEM COM SUAS EMBROMAÇOES RETROICAS, VC É BABAO MESMO, BABAO, BABAO, CHUPA SACO DOS SARNEY, VC TB VIVE AS CUSTAS DELE, DAS VARIAS SINECURAS QUE VC POSSUI, SUA MULHER, SEUS FILHOS, O AMANTE DELA E O SEU.
    BABACA, VC É MUITO BABÃO, TE ARREDA CONTRARIO, TE ARREDA CONTRARIO, MAS FALA MERDA HEIN!!1 PENSA QUE ENGANA QUEM, HEIN!!!

  9. simeao disse:

    ……

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog