Estaria o reitor da Ufma, Natalino Salgado, querendo justificar sua indicação AML?

Publicado em   17/fev/2013
por  Caio Hostilio

natalinoDe repente o reitor da Ufma, o médico Natalino Salgado, passou a escrever quase que diariamente um artigo. Isso é muito, pois assim ele justificará seu ingresso na Academia Maranhense de Letras!!!

Contudo, seria providencia que o médico Natalino Salgado escrevesse sobre assuntos que ele dominasse e não entrasse numa seara que requer conhecimento mais aprofundado, como educação básica.

Por isso, seu questionamento crítico, em artigo, sobre a educação do Maranhão nessa etapa educação precisaria de melhores pesquisas e mensurações sobre o assunto.

Sem entrar na essência da área educacional, mas buscando a historicidade dos fatos sociológicos, o reitor Natalino demonstrou que desconhece a realidade econômica, social e cultural do Maranhão.

Para clarear o pensamento do senhor Natalino, é importante ressaltar, que até meados do século XX, 80% da nossa população se distribuía em área rural, começando a ter acesso a infraestrutura urbana e aos benefícios da educação e do desenvolvimento. Em 1966, por exemplo, quando o senador José Sarney assumiu o Governo do Estado, tínhamos uma única escola de nível médio (ginásio) no interior do Maranhão. Atualmente, todos os municípios maranhenses oferecem ensino fundamental e básico, isso através do poder federal, estadual ou municipal.

Por outro lado, é certo afirmar que existe ainda uma faixa da população que, quando esses avanços chegaram, não tiveram condições de incorporar-se a eles, até pela idade.

Não se pode analisar nenhuma conjuntura econômica, social e cultural do Maranhão, além de seus indicadores, sem levar em consideração a historicidade, ou seja, o Maranhão Colonial, o Maranhão no Império, o Maranhão na República, velha e nova.

Por isso, Aconselho o magnífico reitor, e agora acadêmico, a ler “História do Comércio do Maranhão”, do professor Jerônimo Viveiros; “Compêndio histórico-político dos benefícios da lavoura do Maranhão”, de Gaioso; Dicionário Histórico e Geográfico do Maranhão”, do seu colega César Marques; e “O Maranhão na Colônia, no Império e na República”, do escritor Carlos Lima.

É por essas questões, senhor reitor, que sempre exijo que Vossa Excelência não deixe cair por terra a indissociabilidade em ensino, pesquisa e extensão, haja vista que uma universidade não sobrevive sem esse tripé e é, por isso, que vemos muitos “professores” universitários escrevendo dentro do senso comum!!!

  Publicado em: Governo

2 Responses to Estaria o reitor da Ufma, Natalino Salgado, querendo justificar sua indicação AML?

  1. PAULO BARBA disse:

    KKKK…. esse Natalino Salgado vem fazendo uma gestao duvidosa e desastrosa à frente da UFMA, pois é picaretagem atras de picaretagens ,que estao vindo à tona a cada dia.Seletivos para professores cheios de vicios,demissao irregular de professores,pilantragens nas contrataçoes de professores do curso de Direito,por uma fulaninha Edith, que esta foragida de SãoLluis, Um COLUM fajuta que comete varias arbitrariedades contra professores, alunos e funcionarios.Enfim só nesses primeiros 45 dias de inicio deste ano, várias irregularidades foram denunciadas nas midias locais,incluvive nos blogs da capital. Um absurdo Natalino salgado esta nesse páreo para ocupar uma cadeira na casa de Antonio Lobo.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog