O bloquinho jogou tão bem, mas…

Publicado em   06/fev/2013
por  Caio Hostilio

"Eu gosto disso!!!"

“Eu gosto disso!!!”

O bloquinho, denominação assim escolhida por seus próprios membros, entraram na Assembléia Legislativa para jogar e nesse quesito os caras já mostraram que são bons!!!

Ontem (05), tive a oportunidade de conversar com um de seus líderes, isso após a sessão, exatamente depois de ter escutado as conversas que se antecederam a sessão e os discursos proferidos na tida “ordinária” sessão.

Então, disse a ele: Poxa!!! O bloquinho jogou tão bem para formação da Mesa Diretora da Casa, colocou suas “melhores cabeças” e só sobrou o Marcos Caldas para ser o líder o do bloquinho?

O líder disse: “Não, sobrou, ainda, a Francisca Primo, Zé Carlos da Caixa e o Bira. Para nós, a Francisca seria o melhor nome. Vai dizer que foi eu que disse isso!!!”.

Eu, então, falei: E por que não o Zé Carlos?

O líder: “Ele não quis.”

Insistir: Seria melhor, então, o Bira, pois daria maior visibilidade ao bloco.

Um jornalista – que estava presente disse: “O Bira é de oposição”.

Eu falei: Pode ser, mas daria mais visibilidade ao bloquinho e poderia ser controlado pela maioria do bloco.

A política mineira tem umas coisas que eu admiro muito: “Não se briga por peixe pescado” e o melhor de todas: “as conversas devem ser sempre de pé de ouvido”…

Antes da sessão de ontem, mais precisamente no comitê de imprensa, estavam conversando com os jornalistas, os deputados Marcos Caldas e Stênio Rezende. Pude ver toda a empolgação do deputado Marcos Caldas quanto ao domínio da Casa pelo bloquinho, principalmente pra cima dos deputados Arnaldo Melo, Manoel Ribeiro e Tatá Milhomem, nomes citados pelo próprio parlamentar.  

Mas o que me chamou a atenção mesmo foi sua conta quanto quem tem de fato a maioria na Casa para qualquer eventualidade que possa surgir, isso independente de “situação” e “oposição”. Segundo Marcos Caldas, eles hoje somam entre 23 a 24 deputados. Entendi o recado e acho que o deputado Stênio Rezende também entendeu, tanto que ao sair disse: “Como posso ganhar de você no jogo político? Você é um ex-governador!!!”. Uma vírgula basta…

Já na sessão, o deputado Marcos Caldas fez uma defesa – sem mais nem menos – do prefeito Edivaldo Holanda Junior e até disse ao deputado Roberto Costa: “Você que também deu total apóio a sua eleição”.

Não vi aquilo como defesa alguma ao governo Holanda Junior, mas sim como um recado: “Estamos aqui mais forte do que nunca e podemos seguir com o outro lado!!!”

Faltou uma boa conversa de pé de ouvido!!! As intenções mal elaboradas são fácies de serem lidas!!!

  Publicado em: Governo

One Response to O bloquinho jogou tão bem, mas…

  1. Pingback: O bloquinho jogou tao bem, mas… | Governo & Política – DEAQWEB

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog