Uma pergunta que não pode calar:

Publicado em   05/jan/2013
por  Caio Hostilio

edivaldojunior2-208x3001O que de fato foram feitos com os R$ 73,5 milhões, oriundos de um convênio com o governo do Estado – no apagar das luzes do governo Jackson Lago -, que tinha como OBJETIVO: A construção do elevado da Forquilha, do encontro das avenidas Daniel de La Touche com a dos Holandeses e aplicações asfalticas?

O resultado de tudo isso foi uma ratada tremenda da JUSTIÇA, haja vista que garantiu a permanência do dinheiro com a Prefeitura, sem que tenha cumprido o OBJETIVO do convênio, não apontando a aplicabilidade dos recursos e ainda deixar a divida para os contribuintes, haja vista que o município de São Luís terá a diminuição de seu ICMS em leves parcelas a perder de vista.

Por outro lado, a própria JUSTIÇA proibiu que a Assembléia Legislativa dessa continuidade a CPI para apurar o paradeiro dos recursos e sequer a CÂMARA DE VEREADORES DE SÃO LUÍS mostrou interesse em saber onde foram parar os R$ 73,5 milhões.

Diante de toda essa boa vontade, faço um questionamento ao atual prefeito, Edivaldo Holanda Junior: Vossa Excelência poderia mandar apurar onde foram aplicados esses R$ 73,5 milhões? Vossa Excelência sabe que o OBJETIVO do convênio não foi cumprido, deixando, com isso, claro que houve desvio de conduta e de improbidade administrativa, além de saber, também, da falta que faz esses dois elevados hoje para o fluxo do trânsito em São Luís. Com isso, não custa buscar essas informações ao contribuinte, que ficou a ver navios e ainda pagará a conta!!!

  Publicado em: Governo

One Response to Uma pergunta que não pode calar:

  1. Caro Marco, gostaria de parabenizar a Promotora Gabriela Tarvenard pela forma isenta e correta como vem representando a sociedade luminense. Muitos diziam que ela vivia perseguindo a ex-prefeita Bia, mas hoje tivemos a noticia de que ela enviou uma a notificação recomendatória Nº 04/2012-1ªPJPL, ao professor prefeito Josemar Sobreiro recomendando a exoneração de todos os funcionários contratados irregularmente pelo Município de Paço do Lumiar, bem como efetue a nomeação e a posse dos candidatos aprovados no certame dentro do número de vagas. Assim fica assegurado aqueles que fizeram o concurso e que ainda não foram convocados e impedindo o famoso toma-lá-da-cá que é feito entre prefeito e vereadores entende? Parabéns a nossa querida Promotora assim é que se faz…

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog