Secretário Pedro Fernandes se reúne com alunos e professores do Cegel

Publicado em   28/dez/2012
por  Caio Hostilio

Foto 1 - Seduc - cegelAlunos, professores, funcionários e a direção geral do Complexo Educacional Governador Edison Lobão (Cegel) participaram, nesta quinta-feira (27), de reunião na escola com o secretário de Estado de Educação, Pedro Fernandes. No encontro, foram reivindicadas ações para a escola e discutida a transferência dos alunos para outro prédio, por causa da reforma geral que será realizada no ano que vem.

Antes de começar a reunião, o secretário visitou as instalações da escola. Acompanhado do diretor geral do Cegel, Waldenê Costa Melo, dos secretários-adjuntos e técnicos da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Pedro Fernandes constatou a necessidade de obras em todo o prédio. “Não é possível continuar com a escola desse jeito, por isso estamos firmando o compromisso de realizar a reforma um dia após o fim das aulas”, declarou o secretário. O ano letivo de 2012 no Cegel vai terminar no dia 11 de janeiro.

Na reunião com alunos e funcionários, o principal tema tratado foi à transferência dos estudantes para outras escolas durante a reforma. Professores e alunos querem que o Cegel funcione provisoriamente no antigo Colégio Marista, que está sendo reformado para abrigar uma unidade de ensino estadual. Um abaixo assinado com essa reivindicação foi entregue ao secretário, com cerca de 400 assinaturas de estudantes. Pedro Fernandes esclareceu que a reforma do Marista não terminou e ainda está sendo feita uma licitação para a conclusão do serviço, mas que o pedido está sendo avaliado.

O secretário informou que o destino dos alunos e professores do Cegel deve ser tomado até o dia 15 de janeiro, para que seja assinado Termo de Ajustamento de Conduta com a Promotoria da Educação, por meio do qual será definido onde os alunos vão estudar até o fim da reforma no Cegel. “Nossa intenção é dialogar, conversar com todos para encontrar uma solução em comum para essa questão”, afirmou.

Para Waldenê Costa Melo é muito interessante esse envolvimento público com o secretário “Foi reafirmado o interesse de vencer as questões burocráticas e efetivamente iniciar a reforma assim que terminar o ano letivo esperamos por isso”, disse o diretor.

Propostas para o ensino

O secretário falou também de outras ações em planejamento na Seduc. Ele informou que está conversando com instituições que atuam na área de formação técnica, para oferecer cursos profissionalizantes em algumas escolas da rede estadual. Alunos, professores e funcionários do Cegel fizeram reivindicações. A estudante do segundo ano do ensino médio, Gleyce Kelly Cardoso, de 17 anos, pediu que a biblioteca da escola seja incluída na reforma, para melhor servir aos usuários. “Achei boa a reunião, porque não tratou só da reforma, mas de outras ações que a secretaria pode trazer pra escola, como os cursos profissionalizantes. Estamos aguardando que isso aconteça”, declarou a estudante.

Os professores reivindicaram medidas como a reforma da quadra esportiva, que está interditada, e a melhoria das condições de trabalho e de acesso ao sistema eletrônico de chamada. Pedro Fernandes declarou que serão feitas reuniões com grupos de professores, por disciplina. “Queremos ouvir os professores, saber as dificuldades, além de incentivar a participação de todos na discussão dos problemas de sua escola. Queremos todo mundo trabalhando pela qualidade do ensino”, declarou.

A professora de História, Denize Mota, que fez intervenções durante a reunião questionando as propostas apresentadas, elogiou o ineditismo da iniciativa. “É a primeira vez que a gente vê um secretário vir à escola, com toda a sua equipe, para tentar conhecer a realidade, só esse fato já dá um ânimo, uma esperança de que algo possa mudar, queremos ver a consolidação disso”, disse a professora.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog