Sarney: vinculação de Lula ao mensalão é “inverdade”

Publicado em   11/dez/2012
por  Caio Hostilio

“Primeiro eu não li [a reportagem], e se existiu [o depoimento] é uma profunda inverdade porque a pessoa que disse não tem autoridade para falar sobre o presidente Lula, que é um patrimônio do país, da história do país por sua vida e tudo que ele tem feito”, comentou o presidente do Senado

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), saiu em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após ser indagado nesta terça-feira (11) sobre a divulgação pela imprensa do depoimento do Marcos Valério à Procuradoria-Geral da República com supostas denúncias contra Lula.

Valério, apontado como operador do chamado “mensalão” e condenado a mais de 40 anos de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF), disse, segundo reportagem na edição desta terça-feira (11) do jornal “O Estado de S. Paulo” em depoimento prestado em setembro, que Lula autorizou empréstimos dos bancos Rural e BMG para o PT com o objetivo de viabilizar o esquema de compra de apoio político no Congresso.

Conforme a publicação, o dinheiro também foi usado para pagamento de despesas pessoais de Lula. Segundo Sarney, as acusações de Valério são “profundas inverdades”.

– Primeiro eu não li [a reportagem], e se existiu [o depoimento] é uma profunda inverdade porque a pessoa que disse não tem autoridade para falar sobre o presidente Lula, que é um patrimônio do país, da história do país por sua vida e tudo que ele tem feito – disse Sarney.

PMDB

Indagado se a possibilidade de assumir interinamente a presidência da República nos próximos dias seria um indício do fortalecimento do PMDB com o julgamento da Ação Penal 470, sobre o mensalão, Sarney disse que não vê motivo para essa interpretação. O presidente do Senado também reiterou que se trata de uma determinação constitucional.

A hipótese de Sarney ocupar mais uma vez o cargo depois de 22 anos do seu governo (1985-1990) foi levantada pela imprensa em razão da possibilidade de a presidente Dilma Rousseff, o vice-presidente, Michel Temer, e o presidente da Câmara, Marco Maia, se ausentarem do país nos próximos dias.

Com a ausência dos três, caberia a Sarney, presidente do Senado, ocupar interinamente o cargo de presidente da República conforme determina o artigo 80 da Constituição.

  Publicado em: Governo

2 Responses to Sarney: vinculação de Lula ao mensalão é “inverdade”

  1. Marcos disse:

    vamos analisar a questão na perspectiva lógico-matemático.

    1) Dirceu é amigo e braço direito de Lula.
    2) Dirceu fez parte do mensalão.
    3) Lula diz que não teve envolvimento com o mensalão.
    4) Valério diz que Lula mente.

    Se Valério fala a verdade, então:

    Lula teve envolvimento com o mensalão e Dirceu é seu amigo. ambos fizeram parte do mensalão.

    Se Valério não fala a verdade, então:

    Lula não teve envolvimento com o mensalão e Dirceu não é seu amigo (traidor) e seu braço direito. Dirceu omitiu o mensalão a Lula.

    • Caio Hostilio disse:

      Você está confundindo alhos com bugalhos. Esse animal disse que esteve com Lula e que ele teria dado o OK para outras transações e que pagou despesas pessoais do ex-presidente. Isso não tem nada a ver com mensalão.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog