Relatos que comprovam o que disse na matéria abaixo…

Publicado em   20/nov/2012
por  Caio Hostilio

Gestores municipais prestigiam e aprovam Seminário de Integração do Estado com os Municípios. Tiago Falcão do Ministério do Desenvolvimento Social disse: “Os prefeitos devem estar atentos, montar uma equipe comprometida e incluir na agenda de compromissos ações para combater a pobreza, devendo trabalhar no aperfeiçoamento e na inovação dos programas sociais para ter sucesso”.

Cinco palestras sobre temas imprescindíveis para os gestores municipais marcaram a manhã desta terça-feira (20), segundo dia de atividades do Seminário de Integração do Estado com os Municípios, realizado pelo governo, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana,em São Luís. Coordenadordo evento, o secretário chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, destacou a participação maciça de aproximadamente 3 mil prefeitos, vices e vereadores eleitos e reeleitos, entre outras autoridades.

“Os gestores municipais aceitaram o nosso convite, compareceram, demonstraram interesse e tiveram a oportunidade de conhecer nossas ações e as propostas de parcerias para o combate a pobreza e a melhoria da vida no Maranhão”, declarou o secretário.

Luis Fernando Silva ressaltou que, independente de partido, a perspectiva do governo é de trabalhar parcerias institucionais com as prefeituras. “Mesmo os que, por algum motivo, não tiveram a chance de participar do evento podem nos procurar ou indicar o interesse de trabalhar em conjunto”.

O secretário chefe da Casa Civil afirmou que a proposta do Governo Roseana é trabalhar integrado para que o cidadão maranhense seja beneficiado. “Esse entrelaçamento, a conjugação de esforços só beneficiam o cidadão. Queremos a parceria com todos os municípios, pois o que interessa é atender aos anseios da população”, destacou.

Gestores municipais de todas as regiões do estado compareceram ao evento e são unânimes em apoiar a iniciativa do governo estadual de realizar o seminário. A prefeita eleita de Santa Luzia do Paruá, Eunice Damasceno, afirmou estar feliz em saber que pode contar com o apoio institucional do governo. “Nossa preocupação é com o ser humano e o governo estadual acena com a possibilidade de nos apoiar o que é essencial para o sucesso do nosso trabalho. Queremos que o nosso município cresça”, declarou.

O prefeito eleito de João Lisboa, Jairo Madeira, afirmou que, a partir de janeiro, terá como desafio melhorar as condições de vida de 20 mil pessoas. “Fiquei muito satisfeito em ouvir a governadora dizer que independente de partido vai ajudar a todos os municípios. Precisamos sim, do apoio do Estado para realizarmos melhorias”. O prefeito revelou que entre as metas do seu governo, que incluem saúde e educação, estão investimentos para infraestrutura.

A programação da manhã foi composta por cinco palestras sobre temas distintos. O secretário extraordinário de Superação da Pobreza Extrema do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Tiago Falcão, representando a ministra Tereza Campello, apresentou o programa afirmando que o Brasil e o Maranhão têm como grande desafio o combate à pobreza. “Os prefeitos devem estar atentos, montar uma equipe comprometida e incluir na agenda de compromissos ações para combater a pobreza, devendo trabalhar no aperfeiçoamento e na inovação dos programas sociais para ter sucesso”, orientou Tiago Falcão. Entre os programas que devem ser aperfeiçoados, segundo ele, estão o Bolsa Família e de inclusão produtiva.

Em relação ao Maranhão, Tiago Falcão declarou que os gestores municipais precisam atentar para o Cadastro Único, pois ele é a base dos programas sociais do Governo Federal. “Os prefeitos devem ficar atentos e investir na assistência técnica e garantir forte apoio à agricultura, principalmente no Maranhão, onde a pobreza reside mais na zona rural”, explicou.

Somente no Maranhão, em um ano, foram incluídas 38,9 mil famílias no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, localizadas por meio da busca ativa. Com isso, essas famílias passaram a ser atendidas pelas políticas públicas, incluindo o programa Bolsa Família. No Brasil, 13,7 milhões de pessoas recebem o Bolsa Família, o que corresponde a um em cada quatro brasileiros.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog