Rapidinhas

Publicado em   20/nov/2012
por  Caio Hostilio

Então, o Holanda Junior terá que importar técnicos?

Mas que conversa mais doida é essa? Os caras vendem aos ludovicenses que eles são os representantes da mudança e do novo e chega na hora dos vamos ver não passam de mercadorias fora da validade e, principalmente, completamente fora da especificação!!! Isso é enganar o consumidor. Era mais que notório que não tinham programa algum de governo, para isso bastava ver os programas eleitorais do candidato Edivaldo Holanda, que ficou em três propostas GPS, Bilhetagem única, creches e escolas de tempo integral, dizendo que isso já havia dado certo em outras cidades. Sua repetição era apenas o slogan da mudança e do novo, sem dizer que mudança seria essa e que novo seria esse. Agora veio à tona. O aglomerados de partidos de “oposição” não tem técnicos e sequer idéias inovadoras em gestão pública ou planejamento para iniciar um governo numa cidade com mais de 1 milhão de habitantes e cheias de problemas. Terão que importar técnicos, mas como os caras poderão estudar a realidade e planejar tudo em menos de um mês? Até nisso faltou inteligência para esses representantes da mudança!!!

Enquanto isso, Holanda Junior veta as indicações por acha viciosas e ultrapassadas

Por exemplo, para pasta da Cultura, Holanda Junior vetou a indicação do PT do Bira, o Joãozinho Ribeiro, chegando a citar presepadas quando de sua passagem pela pasta na gestão de Jackson Lago. Vetou a indicação do PDT, Renato Dionísio, pois seu governo ficaria marcado como o que jogou o resto da sujeira da Coliseu para debaixo do tapete. Ai Marcio Jerry tentou emplacar uma ex-assessora de Joãozinho Ribeiro, a Elisandra Rocha, que foi vetada por Holanda Junior também. Vai ficar difícil de montar uma equipe com os “aliados”!!!

“Jovens senadores” visitam presidente Sarney, depois de tomarem posse

Os 27 finalistas (um por unidade da federação) do 5º Concurso de Redação do Senado Federal visitaram hoje o presidente José Sarney, na sala de audiências, que lhes desejou “felicidades, êxito e grande futuro”. Eles tomaram posse nesta segunda-feira na sessão preparatória da legislatura do Projeto Jovem Senador 2012. Os participantes são estudantes de nível médio de escolas públicas brasileiras, que escreveram sobre o tema “Brasil, uma mãe gentil para os filhos de seus municípios”. O mandato dos jovens senadores será de três dias, período em que vão discutir assuntos relevantes para o país e apresentarão propostas legislativas – que poderão tramitar como projeto de lei no Congresso Nacional. A cerimônia de posse dos jovens senadores foi aberta com a execução do Hino Nacional, interpretado pelo deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) e também serviu para a eleição e posse do presidente, do vice-presidente e dos secretários. O senador Anibal Diniz (PT-AC), que presidiu a sessão preparatória, informou que seis propostas dos senadores jovens da edição de 2011 já foram aprovadas pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) e passaram a tramitar no Senado. A maioria das propostas aborda temas relacionados à educação.

Famem destacará transição em seminário direcionado a prefeitos

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) realiza, dias 26 e 27 de novembro, o seminário “Desafios, Perspectivas e Limites da Gestão Pública Municipal”, no auditório da Federação da Indústria do Estado do Maranhão (Fiema), com a participação de prefeitos eleitos e reeleitos, e palestras ministradas por técnicos do TCE, TCU, CGU e Assembleia Legislativa. Segundo o presidente da Famem, prefeito Júnior Marreca, o foco principal do encontro é tratar da transição política nos municípios onde o prefeito não se reelegeu ou já completou o segundo mandato. Ele explica que a Federação já tem dado orientações em alguns casos em que foi requisitada, mas que, a partir do seminário, intensificará o trabalho de apoio aos prefeitos para que a mudança de comando municipal, onde houver, seja a mais tranquila possível. “A Famem já vem orientando os prefeitos sobre como efetivar a transição na prática, mas, nesse nosso seminário, daremos dados concretos de como fazer isso da melhor forma possível, inclusive naqueles municípios mais complicados, onde a política é mais acirrada. Nesses casos, a gente tem mantido contato com os prefeitos, mostrando para eles a necessidade de se fazer a transição e já temos conseguido alguns resultados”, declarou.

Conselho do Ministério Público quer apoio do Senado à “Campanha pela preservação da vida – conte até 10”

Com o objetivo de buscar a adesão do Congresso Nacional à “Campanha pela preservação da vida – conte até 10”, representantes do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) estiveram neste final da tarde de ontem com o presidente José Sarney em audiência no Senado. Cientes da luta de Sarney contra a violência e a impunidade, vieram pedir seu apoio à campanha lançada no último dia 8 em nível nacional. O quadro de banalização da violência motivou a ação que visa à prevenção dos homicídos por motivos fúteis ou por ações impulsivas, responsáveis, em média, por cerca de 50% dos assassinatos no país, segundo a conselheira Taís Schilling Ferraz. Agradecendo “por terem me convocado”, o presidente Sarney defendeu mudanças na atual legislação penal para que os acusados deixem de responder em liberdade por crimes contra a vida e empenhou seu apoio à campanha. Lembrou que há pelo menos 30 anos tem denunciado “a calamidade nacional” da violência, cuja raiz está na impunidade, apontou. São 1 milhão e 70 mil assassinatos no Brasil nos últimos 30 anos, mais mortes do que em qualquer guerra ou conflito no mundo e na história no país, enumerou Sarney: ” A guerra do Iraque matou 500 mil pessoas em mais de 10 anos, enquanto a Guerra do Paraguai – 100 mil, a Cabanada – 40 mil, a Revolução Farroupilha – 37 mil”. Comparou que os números classificam o Brasil como detentor de 12% dos homicídios, com apenas 3% da população mundial.

  Publicado em: Governo

10 Responses to Rapidinhas

  1. juninho disse:

    Caio, cheguei a conclusão que tu és o amálgama dos aspectos mais bizarros das personalidades de todos os blogleiros deste estado.

    • Caio Hostilio disse:

      Se você disser que sou bem heterogênio concordo, sobre o bizarro, posso dizer que coaduno com a valentia em dizer o que sinto, mas amálgama com mistura de cores não reflete as minhas caracteristicas.

  2. Glauber disse:

    Magno Bacelar Junior, de 24 anos de idade, filho do deputado estadual Magno Bacelar, foi preso no início da madrugada desta segunda-feira, em frente à Choppana, no Parque Shallon, na capital maranhense.

    Magno Bacelar Junior, pelas informações das polícias Militar e Civil, ameaçou três pessoas. As vítimas foram ao plantão do Cohatrac e confirmaram que o filho do deputado estava armado com uma pistola calibre 380.

    Os primeiros ameaçados foram o comerciário Raimundo Neto e Leandro Marcelo. A terceira vítima que não teve o nome revelado, foi um flanelinha que também foi ameaçado pelo filho do parlamentar.

    Magno Bacelar Junior, que estava completamente embriagado, foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma, ameaça e disparo em via pública. As pessoas que estavam no local reivindicaram a autuação também por tentativa de homicídio, já que o autor disparou várias vezes em via pública e apontava a arma para as pessoas.

    Magno Bacelar Junior, foi candidato derrotado nas eleições municipais deste ano no município de Aldeias Altas. A mãe dele, Fernanda Bacelar, é ex-prefeita.
    ACHO QUE VOCE NÃO FICOU SABENDO DISSO? OU SE PULBLICAR PERDE O CABIDE KKKKKKK UM CANALHA DESSE AINDA QUERIA SER PREFEITO MAIS O POVO DEU A RESPOSTA FORAM 2 TACAS.

    • Caio Hostilio disse:

      Acho que você é peidado da cabeça!!! Uma hora o meu cabide é de Ricardo e agora de Magno? Cara, você vai ficar maluco!!!

  3. juninho disse:

    Eita que a babinha de hoje vai ser grande? Quem é que pagou teu almoço hoje? nem liberou o comentário ainda, ainda não veio com as ofensas e toda sua virulencia…

    • Caio Hostilio disse:

      Não ofendo ninguém, apenas faço meus questionamentos críticos sobre os atos da pessoa como agente público, jamais entraria na vida pessoal de quem quer se seja. Por outro lado, procuro fazer questionamento que são críticos, mas ao mesmo tempo que ajudam ao criticado a refletir e tirar proveito. Não ando atrás de babinha de ninguém. Tenho contratos com poucos e esses contratos firmados são pagamos mensamente. Também não ando atrás de almoços, pois almoço todos os dias em minha casa.

  4. Gojoba disse:

    Quein fez o contrato contigo? diz ai professor como seria esse contrato você propos

  5. Gojoba disse:

    Professor tem ido a pavan? quando vaai ser a confraternização dos jornalistas ?

    • Caio Hostilio disse:

      Não vou a Pavan com frequencia. Quanto a confraternização dos jornalistas, não faço a mínima idéia de quando será.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog