Que diabo é isso? MPMA garante bloqueio das contas de Santa Luzia e Alto Alegre do Pindaré

Publicado em   13/nov/2012
por  Caio Hostilio

Medida objetiva garantir o pagamento dos salários atrasados do funcionalismo público, diz o Ministério Público. Mas o prefeito de Alto Alegre do Pindaré não foi reeleito? Como pode um camarada que deixa salários atrasar se reeleger? Seria o povo sem vergonha, comprado ou simplesmente acreditam nas promessas mirabolantes desses enganadores? Eis a questão!!! Em minha opinião, o Brasil ainda não tem condição sócio-educativa para escolher seus gestores públicos…

A pedido do Ministério Público do Maranhão, a Justiça determinou o bloqueio de 60% do montante das contas dos municípios de Santa Luzia (a 297km de São Luís) e Alto Alegre do Pindaré (distante 349km da capital). O objetivo é garantir o pagamento dos servidores municipais que, em ambos os municípios, têm os seus salários atrasados por mais de dois meses.

A decisão, datada de 9 de novembro, acolhe a medida liminar pedida nas Ações Civis Públicas ajuizadas, no dia 7, pela promotora de justiça Herlane Maria Fernandes de Carvalho, titular da Comarca de Santa Luzia.

Também foi determinado que a Secretaria de Administração dos dois municípios envie, no prazo de 48 horas, a folha de pagamento atualizada ao Banco do Brasil, para que os salários dos servidores sejam regularizados.

Em caso de descumprimento, está prevista uma multa diária de R$1.500 aser paga pelos prefeitos. Atualmente, Santa Luzia é administrada por Márcio Leandro Antezana Rodrigues. Já Alto Alegre do Pindaré tem como gestor Atenir Ribeiro Marques.

  Publicado em: Governo

16 Responses to Que diabo é isso? MPMA garante bloqueio das contas de Santa Luzia e Alto Alegre do Pindaré

  1. Edson Maia disse:

    O QUE ME DIZ DISSO CAIO…
    Até hoje o governo Roseana Sarney não cumpriu o acordo feito com os militares em relação às bonificações e outras vantagens a classe.
    Além disso, o quantitativo de policiais é insuficiente. Retrato disso é o índice de violência alarmante no Estado e principalmente em São Luís. Já chega a quase 600 o número de assassinatos registrados em 2012 na Grande Ilha. A cena abaixo ocorreu na tarde desta segunda-feira, na Ponte Bandeira Tribuzzi, quando uma viatura ‘deu prego’ e teve que ser socorrida por outra. Fato este fiel ao ‘melhor governo da vida’ de Roseana: capenga, deficitário e ultrapassado, que também precisa de um reboque.

    • Caio Hostilio disse:

      Eu quero saber é do prefeito que não pagou os salários dos funcionários e foi reeleito, sendo que a verba para pagar os funcionários era recurso federal!!!!

  2. AMALIO DIAS disse:

    Cadeia nele! José Dirceu pega 10 anos e 10 meses de prisão em regime fechado…E VC NADA CITA…PORQUE !?…

  3. LUIS CARLOS DOMINICI - disse:

    VAI FEDER PARA …..

  4. Joana França disse:

    “…Há um modismo agora no Brasil que não tem nada de novo nem de novidade, que é a febre de achar que no novo está a salvação. Velho ficou quase que uma maldição. Para não comer gato por lebre, é preciso saber bem o que é novo, o que é novidade e o que é novato. Novidade, dizem os dicionaristas, que é “o imprevisto”, “uma condição de originalidade”, “coisa extraordinária”. Já o “novo” é o que apareceu recente”, “pouca idade” e até tenro. Já o novato é aquele que não é novo, nem novidade. Houaiss, no seu bom dicionário, resume que o novato é o “calouro”, caracterizado pela “inexperiência, falta de maturidade”. Tem muito novato aí, alguns de mais de 40 anos, enchendo a boca falando que é novo. São os gatos dizendo serem lebres…”

    Ao comentar, também, o artigo de Sarney, o professor doutor e pesquisador da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), Wagner Cabral, identificou um ato falho cometido pelo senador. “Ao falar de ‘novidade, novo, novato’, Sarney reconhece o papel de um de seus ‘criadores’, o general-presidente-ditador Castelo Branco ao mesmo tempo em que bem resume o vazio do ‘Maranhão Novo’. Castelo Branco (1º general-presidente da ditadura) foi quem patrocinou a eleição de José Sarney em 1965, com o malfadado ‘Maranhão Novo’”, lembrou Cabral.

    Segundo o professor, José Sarney conhece bem as farsas do Novo, pois foi ele (aos 35 anos) a representar a “mudança dos costumes políticos” apoiada pela ditadura. “Foi o governo ditatorial de Castelo Branco quem patrocinou a ‘renovação’ no MA, substituindo o Victorino Freire (PSD) pelo José Sarney (UDN)”, conta Wagner Cabral.

    Por essa Sarney não esperava.

    • Caio Hostilio disse:

      Só para acabar com teu papo e do teu professor. Flávio Dino não tem 40 anos, ele tem muito mais de 40!!!! Ou seja, não é novo e nem tampouco novato… É velho.

  5. Salio Dalan disse:

    Do jornal O Estado do Maranhão de hoje: “A governadora Roseana Sarney retornou de Brasília com direito a curtir um merecido descanso no fim de semana e retomar o batente na segunda-feira com o entusiasmo de quem está iniciando um novo ciclo no comando do Estado”. É assim toda vez que a governadora Roseana passeia por Brasília, quando faz de conta que trabalha, mas não passa de suas andanças intermináveis de férias (pelo visto eternas, já que não trabalha…). O mesmo ‘mimimi’ de sempre do pasquim da oligarquia. O editor se redobra na tentativa de passar a ideia que a chefe de executivo esforçou-se e trouxe algo de positivo para o MA. Mero blá blá blá, nada de melhoria alguma, nada de real. Contra outra viu…!!!

  6. Antonio Nascimento disse:

    TAÍ A DIFERTENÇA E QUE VC COM RAIVA NÃO POSTA
    Como forma de querer mostrar serviço, o ministro do Turismo, Gastão Vieira, agenda uma reunião de ministros do Turismo da América do Sul em São Luís, sem data definida. Enquanto isso, Flávio Dino, no simples cargo de presidente da Embratur, surfa na crista da onda no setor, realizando atividades no trade com ampla repercussão – rendendo inclusive elogios da presidente Dilma – e sendo convidado pala palestrar em eventos importantes no setor.

    • Caio Hostilio disse:

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK…. Camarada, Flávio Dino é subordinado a Gastão Vieira, você sabe o que é um organograma?

  7. Ana Paula de Morais Rêgo disse:

    COROATA NEWS…
    É grande o manifesto populacional comandado pelo candidato derrotado nestas eleições e atual vice-prefeito, Domingos Alberto (PT), em favor da cassação da prefeita eleita de Coroatá, Teresa Murad (PMDB), mulher do secretário de Saúde, Ricardo Murad.
    Uma multidão no final da manhã de hoje, 12, caminhou pelas ruas do município pedindo a cassação do registro de candidatura de Teresa.
    Domingos Alberto acusa a mulher de Ricardo de cometer crime por abuso de poder econômico. Segundo ele, Teresa Murad, com a ajuda do marido, fez uma campanha milionária que custou R$ 20 milhões.
    O vice-prefeito reuniu várias provas contra Teresa, alegando que houve um forte esquema de compra de votos e retenção de títulos eleitorais.

    • Caio Hostilio disse:

      Ai, essa defesa desse prefeito de Alto Alegre que ficou meses sem pagar o salário dos funcionários, isso com verbas federais, usando o factóide de Coroatá é coisa de politico bem canalha, daqueles safados, que não tem como defender o seu prefeito sem vergonha e parte para atacar de uma forma covarde e safada. Com certeza ensinou o prefeito a usar o dinheiro federal na campanha.

  8. Flávio Henrique disse:

    O que se viu em Coroatá foia maior maracutaia eleitoral do Maranhão, com a explícita utilização da estrutura financeira e política do Governo do Estado, a serviço de Ricardo Murad, para viabilizar a eleição de uma candidata sem consistência, que não sabe e não entende absolutamente nada do que a obrigam falar e que representa ainda o interesse de uma meia dúzia de privilegiados, que viverão à sombra da administração municipal.

    Quem viu o cenário eleitoral de Coroatá, in loco, percebia visualmente a disparidade e o contraste de povo presentes às manifestações das duas candidaturas. A de Domingos Alberto, reunindo verdadeiras multidões de apoiadores, enquanto a de Teresa Murad jamais se equiparava a esse público. A retenção de documentos, a compra de votos maculada até mesmo pelo pagamento a populares de até R$1.000,00 para a fixação de placas e banners da candidata do 15 (PMDB) na porta das casas com identificação do 13 (PT).

    Os helicopteros do GTA e FRANERE que cortavam os céus da cidade quase que semanalmente trazendo o pai da campanha (Ricardo Murad) e sabe-se lá mai$ o quê.

    E assim eles venceram as eleições, seja formando milicias; intimidando moradores de bairros afastados ao centro da cidade quando chegavam em suas residências tarde da noite vindo das manofestações do 13; seja evitando com que os eleitores do 13 votassem, pela retenção de documentos pessoais.

    Queremos apenas que a justiça seja aplicada com o maior rigor da lei, atentando evidentemente aos dispositivos legais/eleitorais vigentes, que serão embasados pelas fartas provas constantes na peça dada entrada hoje no Fórum Eleitoral da cidade.

    • Caio Hostilio disse:

      Esse teu papo de galinha goguenta não cola, camarada, ainda mais saindo em defenda de um bando de ladrões que se aposaram da Prefeitura de Coroatá por oito anos e todos ficaram ricos, procure saber o que todos tinham de bens antes e o que eles tem hoje. Procure saber sobre o convenio do Incra. Você quer uma cópia dele? Você quer uma cópia dos relatórios da CGU? Aguarde o resultado da tomada de conta especial e da auditoria…

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog