As emboladas? Fica difícil!!! Nós também pudemos mudar nosso voto?

Publicado em   22/out/2012
por  Caio Hostilio

Congresso em Foco

“No julgamento supremo, teve ministro alterando voto para condenar. Teve ministro alterando voto para absolver. E nós? Podemos alterar o nosso voto também?”

A semana terminou com Soninha Francine pensando com o fígado e escrevendo um bilhete de amor para Haddad: “FDP”. Percebendo a besteira, tucanou o xingamento, transformado em “MUITO CINISMO”.

Teve ainda Plínio de Arruda Sampaio dizendo que a prioridade agora é derrotar Haddad. O mais prosaico é a arma dele para isso: o voto nulo. Haddad deve ter agradecido o conselho de Plínio aos seus socialistas na mesma hora. Diante dos cenários apresentados pelas pesquisas, voto nulo nesta altura do campeonato só ajudaria o petista.

No julgamento supremo, teve ministro alterando voto para condenar. Teve ministro alterando voto para absolver. E nós? Podemos alterar o nosso voto também?

No Congresso, ganhamos o nosso vigésimo senador em exercício com 0 voto. É o advogado João Costa, do novíssimo Partido da Pátria Livre (PPL), entrando no lugar de Vicentinho Alves (PR-TO), que parte para o Executivo do seu estado.

Vou perguntar de novo: dá para alterar o nosso voto também?

E você se lembra do Gustavo Fruet nos tempos em que era tucano, durante as primeiras investigações sobre o mensalão petista, descendo o sarrafo no lombo do PT? Ele e o atual prefeito reeleito do Rio, Eduardo Paes. Enfim: dá para alterar?

  Publicado em: Governo

2 Responses to As emboladas? Fica difícil!!! Nós também pudemos mudar nosso voto?

  1. Pau de Dar em Doido disse:

    Tu é safado né?! Já tá de novo com esse negócio de embolada e copiando as coisas dos outros… larga isso de mão maluco e vai trabalhar!!

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog