Cadê o Ministério Público Eleitoral de Chapadinha? Isso é crime mais que eleitoral…

Publicado em   21/ago/2012
por  Caio Hostilio

Quando será que deixarão de utilizar de recursos públicos para beneficiar candidatos no Maranhão, isso à luz do dia, sem que o Ministério Público e a própria Justiça Eleitoral tome qualquer providência que o caso requer?

O ex-prefeito de Chapadinha, Isaias Fortes, é useiro e vespeiro dessa prática ilícita. Em 2006, utilizou-se da Fundação Maria Raimunda Pessoa – Fundação que leva o nome de sua esposa e atual candidata a vice-prefeita – para firmar convênios milionários com o então governo José Reinaldo. Nenhum níquel foi destinado a qualquer obra que beneficiasse o povo daquele município.

Em2008, amesma fundação recebeu do ex-governo Jackson Lago mais recursos públicos, dessa vez da saúde… Até hoje não se sabe onde foram aplicados os recursos.

Hoje (21), o vice-líder do governo e candidato à Prefeitura de Chapadinha, deputado Magno Bacelar, após defender o governo do estado, denunciou que em Chapadinha estão acontecendo obras através de convênios entre o governo do Estado (NEP) e Associações, sem que a prefeita atual tome qualquer conhecimento.

Segundo o parlamentar, os recursos foram promovidos para beneficiar o ex-prefeito Isaias e sua candidata Belezinha. “Segundo as informações, foram destinados R$ 1,3 milhão, cujas obras estão sendo feitas pelas empresas da candidata Belezinha”, disse Magno Bacelar.  

O parlamentar questionou onde ficam essas associações e se é do NEP. Com isso, sugeriu um requerimento para o NEP. “Porque isso é lamentável. Sou deputado estadual por Chapadinha, sou vice-líder do governo. Defendo este governo todo dia. E como é que o governo do estado libera R$ 1,3 milhão para o município de Chapadinha em cima das eleições para a nossa adversária? Então eu quero que o Ministério Público, porque isso é um crime eleitoral. Isso não pode! Nós já sabemos da mesma forma que foi criticado a fundação Raimundo Maria Pessoa, quando o governador, era o José Reinaldo que fez o convênio com associações fantasmas. Agora R$ 1,3 milhão é muito dinheiro. Nós queremos que apure isso, porque se isso realmente estiver acontecendo é um verdadeiro escândalo e que Chapadinha sirva de exemplo”, desabafou Magno Bacelar.

“Eu quero também dizer que as minhas emendas parlamentares, eu coloquei o R$ 1,5 milhão, fundo a fundo, para a perfuração de poços artesianos. E como é que um ex-prefeito e outra que é candidata, que não é político, que através de associações fantasmas estão recebendo R$ 1,3 milhão? Quem foi?”, cobrou o deputado.  

Para o deputado, é preciso saber de quem partiu uma liberação de dinheiro público tão imoral (época eleitoral). Magno falou que o ato vem lesando o município, haja vista que a empresa que está fazendo as obras é da candidata Belezinha, que não vem cumprindo com as suas obrigações fiscais.

De acordo com o “vice-líder” do governo, o ex-prefeito Isaias fala que é ele quem está fazendo.

O deputado Marcelo Tavares, em aparte, disse: “Deputado Magno, em primeiro lugar eu gostaria de fazer um convite a V. Exa para fazer parte da oposição, porque pelo trabalho que V. Exa faz aqui nesta Casa defendendo a governadora Roseana Sarney não é para todos… Uma defesa dura como pouquíssimos deputados fazem aqui, V. Exa é candidato a prefeito de Chapadinha, uma das maiores cidades daquela região sem dúvida nenhuma um pólo de desenvolvimento, V. Exa tem uma história de lealdade ao grupo Sarney, uma história, não são alguns dias, e algumas semanas, é uma história de lealdade ao grupo Sarney, V. Exa tem uma eleição dura lá, não é uma eleição fácil. Então qualquer tipo de ajuda para o adversário pode desequilibrar a eleição. Então é muita falta de gratidão do Governo do Estado em trabalhar pela derrota de V. Exa. O governo do Estado está trabalhando para que V. Exa saia derrotado da eleição”.

O que de fato interessa é que existe um crime eleitoral e o Ministério Público tem por obrigação tomar as providências cabíveis, visto que o uso indevido do dinheiro público em pleno período eleitoral, além do uso da empresa de um dos candidatos para efetuar tais serviços, fica mais que caracterizado abuso de poder econômico, desvio de finalidade dos recursos públicos e até o de improbidade àquele que destinou os recursos.

Abaixo as provas:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Conversa com Lourival, do Bacuri chapadinha

  Publicado em: Governo

4 Responses to Cadê o Ministério Público Eleitoral de Chapadinha? Isso é crime mais que eleitoral…

  1. Giancarlo Solano disse:

    E como Nota 10 pagava o time do Chapadinha !?.Ele é um rabugento igual a vc Caiete. Quem é ele para criticar. Sempre falara sozinho. Querendo destaque e não consegue. Caiete diz aí onde Teresa está tirando tAnto dinheiro p fazer showmicio .

  2. Gojoba disse:

    So porque foi dinheiro do governo kkkkkkkkkkk ai tu ta reproduzindo porque esse babaca desse nota zero ta falando isso ele vai bater de frente ? contra o palácio dos leões ? contra tua patroa?

    • Caio Hostilio disse:

      Bater de frente? Ele não está batendo de frente com ninguém e o espaço aqui não pertence a lado “a” ou “b”.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog