Para o xeque-mate falta apenas uma mexida fatal… Candidatura de Magno Bacelar é deferida em Chapadinha…

Publicado em   07/ago/2012
por  Caio Hostilio

No dia 30 de julho postei a matéria “Afinal, quem deu o xeque no tabuleiro em Chapadinha?”, onde deixo claro que o embate político em Chapadinha é entre os ex-prefeitos Isaias Fortes e Magno Bacelar. Que a mensuração do povo daquele município será entre as gestões dos dois ex-prefeitos.

Falei na ocasião que o ex-prefeito Isaias Fortes sabia que não teve uma gestão boa e que tinha como atenuante, ainda, que não houve perseguições políticas no período em que governou Chapadinha, com isso poderia ter levado diversos avanços para o bem-estar dos munícipes, coisa que não fez, resumindo sua gestão apenas as benesses de seus familiares, incluindo aí a sua atual candidata, Belezinha, que se beneficiou em comprar os melhores terrenos do município, principalmente os que margeiam a MA.

Enquanto que Magno Bacelar fez uma excelente gestão, levando universidade, saúde e melhorando a educação fundamental, além de melhorar a infraestrutura da cidade. Ele, ao inverso de Isaias Fortes, sofreu no governo de José Reinaldo, haja vista que fazia oposição ao governo do Estadual.

Essa condição de Magno Bacelar deu condições políticas a Isaias Fortes, através da Fundação Maria Raimunda, que recebeu do governo do Estado, através de convênios, muitos milhões, que deveriam ser convertidos em assistência social para a população de Chapadinha. O último convênio sendo recebido em 2008, no apagar das luzes do governo Jackson Lago, com recursos do SUS.

Na matéria postada aqui em 01 de agosto “Chegou à oportunidade para esclarecer onde foram parar os milhões recebidos através dos convênios!!! Com a palavra, a candidata a vice-prefeita de Chapadinha, a senhora Raimunda Maria…”, onde  afirmo que a Fundação Maria Raimunda Pessoa foi uma das instituições mais agraciadas nos ex-governos de José Reinaldo e de Jackson Lago. Os dois ex-governadores não assinaram sequer um convênio com a Prefeitura de Chapadinha, haja vista que o prefeito era de oposição aos respectivos governos, com isso precisou ter uma instituição de um aliado, que servisse como válvula de escape para os verdadeiros intentos dos recursos em questão.

Diante dos fatos, o ex-prefeito Isaias Fortes, conseguiu abrir em nome de sua esposa uma ONG, que pudesse receber recursos das mais diversas rubricas sem licitação, conforme libera os ditames da lei das licitações.

Mesmo com todo dinheiro recebido em 2008, através da fundação, o grupo de Isaias errou e perdeu as eleições municipais para Magno Bacelar.

Em 2010, o ex-prefeito Isaias erra novamente, pois apostou na eleição de sua filha para Assembléia Legislativa e deixa de lado a campanha do cunhado Wagner Pessoa.

Em 2012, Isaias Fortes fez uma jogada boa… Ele saiu de cena e colocou Belezinha para disputar a eleição com a Danúbia, tirando, com isso, o foco do embate principal, ou seja, a mensuração das gestões dele e do Magno Bacelar.

A disputa entre Danúbia e Belezinha, apagaria, ainda, todas as obras e benfeitorias que o Magno Bacelar levou para o município como deputado.

Como disse anteriormente, Magno viu a boa mexida de Isaias a tempo e resolveu mexer com sua rainha e dá um xeque… Saiu candidato a prefeito. Com isso, a mensuração entre gestões voltou a cena e trazendo a reboque a famigerada Fundação da Esposa de Isaias, que recebeu milhões e milhões, sem dá nenhuma destinação aos recursos enviados e ainda é a vice na chapa da Belezinha, que foi um grande beneficiada nas gestões de Isaias.

Vendo a Vaca indo pro brejo, Isaias passa a plantar factóides fracos e fácies de ser desfeitos, tais como um casamento fictício e de que não seria candidato, mas sim sua filha. O caso da sua filha foi facilmente desfeito, visto que ambas são eleitoras de Aldeias Altas.

Quanto ao outro factóide? O juiz eleitoral da 42ª Zona de Chapadinha, Cristiano Simas, deferiu hoje o registro de candidatura do deputado estadual magno Bacelar (PV) a prefeito do Município. O magistrado considerou sem fundamento as impugnações à candidatura do parlamentar.

Como se ver, o xeque-mate é uma questão de mais uma mexida, pode ser um “bispo” do próprio Isaias que ajudará a encurralar de vez o seu rei!!!

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog