O jornalismo tem que ser sério e direto… Meias palavras apenas deixam dúvidas ao leitor…

Publicado em   23/jul/2012
por  Caio Hostilio

Em minha opinião, o questionamento crítico é um dos princípios salutares para consolidação de uma democracia justa e transparente. O direito de expressão é o equivalente ao de ir e vir, pois são esses os pilares fundamentais para a liberdade igualitária de todo e qualquer cidadão.

O jornalismo é o mecanismo que leva à coletividade os fatos do dia a dia. Essa coletividade espera das mais diversas linhas editorais, haja vista que não existe imparcialidade em nenhum seguimento humano, visto que o mesmo tem por natureza escolher um lado para seguir; suas dissertações, narrativas, crônicas, artigos e etc. com definições e opiniões, cujas mensurações ficam a cargo do leitor.

O leitor não pode simplesmente adivinhar quem são os personagens e ao mesmo tempo mensurar suas opiniões sobre o assunto. Fica generalizado.

Desde a morte do jornalista Décio Sá, com quem mantinha lanços de amizade, eu venho acompanhando as notícias sobre o seu assassinato.

Chego a ficar perplexo com tanto vazamento de informações e de depoimentos… E questiono: “Eu não conseguir sequer a cópia do meu, que falei apenas da personalidade de Décio e de sua obsessão pelo seu blog”.

Aí me deparo com matérias que dizem que vários blogueiros tinham ligações com essa organização, como apontam os depoimentos. Ora bolas!!! Se existe blogueiros envolvidos com essa organização, isso citado em depoimentos, por que não citá-los? Por que deixar pairar uma incógnita? Isso não é jornalismo!!!

Eu, por exemplo, tenho Décio Sá como um grande amigo e sempre o terei, mas nunca tive contato com nenhuma dessas pessoas, assim como não tenho com quase ninguém de São Luís e do Maranhão.

Contudo, ficar as meias palavras, coisa que não condizem com o jornalismo sério e direto. Como estou dizendo aqui que mantenho com Décio uma amizade, mesmo ele estando morto, muito podem achar que eu sou um desses blogueiros que mantinha relações com essa organização.

Portanto, o jornalismo não é um almanaque de charadas ou uma página de troca de farpas entrelinhas, mas sim para divulgar os fatos, doa a quem doer!!!

  Publicado em: Governo

10 Responses to O jornalismo tem que ser sério e direto… Meias palavras apenas deixam dúvidas ao leitor…

  1. James disse:

    E com o Fábio Câmara?

  2. Gizeuda disse:

    O jornalismo sensacionalista, ainda hoje é a marca de alguns tabloide maranhenses. Quanta pobreza!

  3. Railton Albuquerque disse:

    O jornalismo de São Luís está inspirada na expressão americana yellow press, que apareceu no final do século 19 quando dois jornais novaiorquinos disputavam a primazia de publicar, com exclusividade, a tira de histórias em quadrinhos As Aventuras de Yellow Kid, o herói amarelo. A baixaria com o caso do jornalista Décio SÁ é tão grande e cobiçado por personagens que está virando sinônimo de imprensa sem escrúpulos.

  4. Magali Ferreira disse:

    Profº Caio você sim era amigo de verdade do Blogueiro Décio Sá, não o vejo fazendo ou usando do jornalismo marrom como muitos.

    • Caio Hostilio disse:

      Não é que outros usam do jornalismo marrom, mas acho que deveriam citar os nomes desses blogueiros que tanto dizem ter amizade com essa organização.

  5. Tíego disse:

    Os Jornalistas, atualmente, estão em busca para prender a atenção do público a qualquer custo …. isso os faz criar até factóides merabolantes … estão difundindo informações e colocam em risco até credibilidade, a seriedade, a imparcialidade.. só sei que estão ultrapassando os limites com invasão de privacidade e difamando caluniando de todas as formas.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog