Não se trata de bate-boca, mas sim de justificar suas relações, direta ou indireta, com agiotas…

Publicado em   15/jul/2012
por  Caio Hostilio

O presidente da EMBRATUR Flávio Dino se limitou a atacar primeiramente a família Sarney e o governo do Estado, em resposta a um post do secretário de Saúde do Estado, Ricardo Murad, no seu mural no Facebook, onde não cita em nenhum momento o nome do ex-deputado e usa a expressão “palaDINOS” da moralidade foram apoiados por agiotas.

Flávio Dino vestiu a carapuça e não conseguiu se defender, optando como contra-ataque o discurso surrado de sempre dos anti-sarneys, como se isso justificasse os erros da “oposição”, pois tudo é feito em prol dos maranhenses.

Sabe-se que Flávio Dino foi eleito em 2006 com a ajuda das formas mais ilícitas, principalmente o uso de convênios estaduais com os municípios de Caxias e Tuntum, inclusive não pisado no solo de Tuntum uma única vez naquela eleição.

Dizer que o presidente da EMBRATUR seria um agiota, eu estaria sendo leviano. E o próprio secretário em momento algum disse isso. Mas suas ligações indiretas com esses agiotas estão registradas em fotos nas mais diversas matérias, isso desde o ano de 2008.

Que Flávio Dino usou helicóptero e estrutura financiada por essa gente, ele também não pode negar. Assim como não pode negar que apóia um candidato (do seu partido) que é filho de um dos maiores agiotas desse Estado, conforme já alardeado.

Atacar usando nome de pessoas que sequer mencionaram qualquer comentário sobre esse assunto é um ato de covardia e irresponsabilidade, além de desrespeito a si próprio. Então que o debate fique entre o Secretário de Saúde Ricardo Murad e o presidente da EMBRATUR Flávio Dino.

Em nenhum momento, em seus posts, o secretário Ricardo Murad atacou a vida privada e familiar do presidente da EMBRATUR Flávio. Ou sequer deu entrevista usando desse artifício rasteiro e covarde.

Minhas concepções religiosas não comungam com esse tipo de embate, pois não aceito que usem o nome do Marcelo Dino, Sálvio Dino etc., assim como não aceito que difame o sobrenome Murad, que merece respeito, haja vista que o patriarca Jorge Murad – nem político foi -, que existem homens, mulheres e crianças, que sequer sabem do que se trata o ilícito da agiotagem.

Contudo, Flávio Dino foi infeliz mais uma vez, pois não justificou sua ligação com a agiotagem e apenas partiu para difamar o sobrenome “Murad”… Não é isso que o povo espera de alguém que se diz a moralidade e a ética do Maranhão!!!

  Publicado em: Governo

4 Responses to Não se trata de bate-boca, mas sim de justificar suas relações, direta ou indireta, com agiotas…

  1. ROBERTO CATANDUVAS disse:

    A corrupção no Maranhão é endêmica, com Ricardo Murad comandando uma das mais ricas secretarias, andando de helicóptero pra cima e pra baixo, que era para ser usado EXCLUSIVAMENTE PELOS PACIENTES ,sem que ninguém mostre nada. Quanto ao Hospital do Ipem, o Promotor de Saúde, Herbeth Figueiredo, disse que não sabe como ele conseguiu “tomar” o mesmo, pois precisava de autorização do Comitê Gestor, que tem como membros representantes do próprio Ministério Público, dos cidadãos e de outros vários órgãos, mas ele conseguiu. Como?
    Com a palavra, o Ministério Público.

    • Caio Hostilio disse:

      Deixa de balelas e criar factoides idiotas… MP não tem nada a ver com, haja vista que a Direção do IPEM assinou e concordou com o convênio firmado… Então não fale merda… Quanto ao helicoptero, existe um contrato… Quanto a resposta de Flávio Dino é que falta clareza e uma justificativa… Ponto final…. desculpas idiotas e imbecis não mudam nada…

  2. SAMUEL DE VITERBOS P. SANTOS disse:

    Se é merda o que foi dito, foi o Promotor de Justiça da Saúde, dr. Herberth Figueiredo, que falou , em uma entrevista recente, na Revista Saúde News.
    Realmente, é difícil acreditar que você só olhe um lado da questão, pois os servidores do antigo Hospital foram muito prejudicados, pois contribuíram a vida toda. O “novo” hospital fica, por sinal, muito longe, e nem se compara , nem em estrutura e nem em serviços, com o antigo IPEM.
    É, mas já me disseram que você é pago justamente pra isso, para defender Ricardo Murad, ainda que tenha que usar argumentos não muito delicados e compatíveis com o público que te lê, né, “professor”?

    • Caio Hostilio disse:

      Pago? Você me respeite!!! Matérias aqui não são pagas e sim dos meus pensamentos… Acompanhei tudo aquilo e sei como funciona Administação pública em sua essência, pois é minha formação, além de letras, com especializações em administração e na área de educação e um mestrado em educação. Também dando aulas por mais de 20 anos na área de administração pública… Não escrevo dentro do senso comum e não debato no senso comum…

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog