Avenidas de São Luís terão vídeomonitoramento feito por câmeras móveis

Publicado em   06/jul/2012
por  Caio Hostilio

Avenidas de São Luís vão contar com vídeomonitoramento feito por câmeras móveis de última geração, que serão instaladas pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). O Sistema de Videomonitoramento dará mais segurança a população e será um instrumento para a policia agir de forma preventiva e em investigação, no combate a criminalidade e violência na Capital. As primeiras, num total de 100, começam a funcionar no dia 08 de setembro, data em que se comemora o aniversário de São Luís. A meta do governo é instalar 300 câmeras até 2013.

   Nesta quinta-feira (5), o secretário de Estado de Segurança Pública (SSP), Aluisio Mendes, assinou com a empresa ganhadora do pregão do governo, a ordem de serviço para o início da implantação do projeto. A assinatura aconteceu no gabinete do secretário e contou com as participações do secretário adjunto de Inteligência e Assuntos Estratégicos, Laércio Costa; do comandante da Polícia Militar, coronel Franklin Pacheco, da delegada geral de Polícia Civil do Maranhão, Maria Cristina e dos representantes da empresa Expernet Telemática Ltda,  Marcos Rauci e Marcio Proença.

As primeiras câmeras serão instaladas na região turística da cidade, nas avenidas de maior fluxo de comércio e de agências bancarias. “Esses locais foram escolhidos porque as câmeras são instaladas em uma malha de fibra ótica, então escolhemos os locais onde essa malha já existem, com exceção da avenida Litorânea, onde será necessária a instalação. Nós priorizamos neste momento, da urgência da instalação, onde já existem a malha”, enfatizou o secretário Aluisio Mendes.

Entre os locais que vão ganhar o videomonitoramento estão o Centro Histórico, Litorânea, Lagoa da Jansen, Avenida dos Franceses, Colares Moreira, Castelo Branco e todas as áreas onde têm concentração bancária. Em um segundo momento, previsto para o próximo ano, o projeto será levando para os bairros com maior índice de violência onde serão instaladas mais 200 câmeras.

Das 100 câmeras, segundo informou, Marcio Proença, 08 serão instaladas na Litorânea e 12 na lagoa. As demais serão distribuídas nas outras localidades. O acompanhamento do sistema será feito por policias da central de monitoramento, 24h. Os monitores acompanharão, em tempo real, o que está acontecendo onde as câmeras estão instaladas.

Além disso, a população, no momento que presenciar um fato suspeito, uma ocorrência policial, poderá acionar um botão no poste onde está instalado a câmera e fazer contato, falar com atendente na central de monitoramento informando da ocorrência. “Imediatamente será direcionado para aquele local a imagem da câmera e deslocada uma viatura de imediato”, explicou Aluisio Mendes. 

Campanha 

No próximo mês, segundo informou o secretário, será deflagrada uma campanha educativa informando à população como o sistema funciona e como a população deve se dirigir ao local e acionar o botão em caso de necessidade. “Para que as pessoas não confundam, como em Fortaleza, com sinal de trânsito. Então vamos fazer uma campanha realmente esclarecendo a população o que é o projeto, qual é a vantagem e como a população pode se beneficiar dele em sua plenitude”, disse o secretário.

Os investimentos do governo, por meio da Secretária de Estado da Segurança, são de R$ 19 milhões. O comandante da Polícia Militar, coronel Franklin Pacheco, disse que o governo também está adquirindo mais 150 viaturas para serem usadas na Roda da Comunidade. “São investimentos que trarão grandes benefícios para a população”, destacou o comandante.

Com essas iniciativas espera-se uma redução de pelo menos 40% no índice de ocorrência nos locais onde serão instaladas as câmeras. No Jaracati, onde foi instalada uma câmera, em um projeto piloto da secretaria, foi alcançado uma redução de 48%.

Outra medida da secretaria para melhorar a segurança na Capital é a reforma e adequação da sala onde vai funcionar a Centra de Comando e Controle de Vídeomonitoramento, localizada no Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops). Também já foi anunciado a substituição do sistema analógico de comunicação, que é utilizado atualmente, pelo digital.

A transferência possibilitará maior segurança na troca de informações entre as polícias e o Ciops. Ainda como parte do projeto a SSP também deve iniciar em breve obras de ampliação e modernização do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops)em São Luís.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog