Autorizada a totalização dos três trechos da BR 135

Publicado em   05/jul/2012
por  Caio Hostilio

O deputado Francisco Escórcio (PMDB-MA), em reunião com o presidente José Sarney, foi informado que a presidenta Dilma Rousseff autorizou a totalização dos três trechos da BR-135: de Estiva a Bacabeira, no valor de R$ 370 milhões; de Bacabeira ao entroncamento de Itapecuru, de R$ 104 milhões; e do entroncamento a Miranda, de R$ 65 milhões. A presidenta Dilma incluiu no PAC 2 esses dois últimos trechos, o que contemplará a duplicação tão desejada e sonhada pela população maranhense.

Está marcada também uma reunião com o presidente José Sarney, o deputado Chiquinho Escórcio e o diretor-geral do Dnit, general Jorge Fraxe, para tratar da licitação da duplicação do primeiro trecho. A reunião será na próxima segunda-feira (09), no final da tarde, no gabinete do presidente Sarney.

O outro assunto que está em pauta é a desapropriação das áreas afetadas com esta duplicação em Periz de Cima e Periz de Baixo. O general Fraxe já mandou estudos para o governo do estado a fim de fazer um convênio entre Ministério dos Transportes e Secretaria das Cidades, esta a cargo do deputado Pedro Fernandes. O estudo está em andamento e está previsto um encontro do deputado Francisco Escórcio, o secretário Pedro Fernandes e o diretor-geral para a conclusão e efetivação desse convênio.

A governadora Roseana Sarney, que é uma das mais interessadas na solução urgente desta duplicação, está a todo o tempo cobrando as providências junto ao governo federal. O deputado Chiquinho Escórcio disse que é uma questão de honra atender o apelo do povo maranhense, que a cada dia morre por causa da não duplicação desta rodovia.

  Publicado em: Governo

2 Responses to Autorizada a totalização dos três trechos da BR 135

  1. Antonio Lima disse:

    Professor, já observou que em nosso Estado as coisas são feitas sempre para beneficiar aqueles que não respeitam as leis e tomam para se o bem público com o beneplácito das autoridades?
    A tomada de espaço público por gente sem escrúpulo em nosso meio á algo assustador e virou um caso de polícia, e tudo fica mais complicado quando recursos dos contribuintes são destinados para “indenizar” aqueles que de má fé se apropriaram do espaça com a complacência dos que deveriam zelar pelo bem coletivo e não permitir que áreas do domínio público sejam ocupadas por particulares com o fito de tirar proveito, como vem acontecendo ao longo de todas as estradas e rodovias que cortam o nosso Estado.
    Sem que as autoridades façam alguma coisa para impedir a invasão desenfreada do espaço público, as pessoas avança construindo cercas, casas e todo tipos edificação em áreas destinadas para o recou das nossas rodovias comprometendo a segurança e causando prejuízos de todos os tipos aos motoristas quando perdem o controle dos seus veículos, por alguma razão que lhes foge o controle saem da pista arcam com as consequências da irresponsabilidade dos que deveriam cuidar do interesse coletivo e, causando esse imbróglio, que agora vai consumir somas vultuosas dos recursos dos contribuintes, que se bem aplicados daria para construir muitas outras obras em benefício da população.
    Tem uma fazenda chegando em Miranda do Norte que o proprietário derrubou a cerca que ficava na distância permitida por leis e construiu um moro rente à pista de rolamento tomando todo o espaço da “faixa de domínio”, certamente sabendo que vai ser indenizado pela “benfeitoria” que fez em espaço público.
    Vamos torcer para que esses recursos sejam aplicados da melhor forma e possa atender às nossas necessidades, que a obra a ser construída assegure conforto e boa funcionalidade, assim como segurança para os que trafegam por aquela Rodovia.

    • Caio Hostilio disse:

      Que esses casos sejam denunciados pelos gestores municipais, pois eles sabem os limites territoriais…

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog