Ciúme e humilhação não leva a prática de um crime tão bárbaro como esse!!! Yoki foi decapitado ainda vivo, diz laudo…

Publicado em   15/jun/2012
por  Caio Hostilio

O diretor executivo da Yoki, Marcos Kitano Matsunaga, de 42 anos, foi decapitado ainda vivo pela mulher, Elize Araújo Kitano Matsunaga, de 30 anos, no dia 19 de maio, na Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo. É o que mostra o laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Cotia, cidade da Região Metropolitana onde foram encontrados pedaços do corpo.

Assinado pelo legista Jorge Pereira de Oliveira, o documento atesta que o executivo foi morto por um tiro associado à “asfixia respiratória por sangue aspirado devido à decapitação”. Isso indica que Matsunaga ainda respirava quando teve a cabeça cortada pela mulher, logo após ser baleado.

A informação técnica contradiz a versão apresentada por Elize em depoimento à polícia de que teria matado o marido com um tiro, arrastado o corpo para um quarto e o esquartejado somente dez horas depois, tempo suficiente para que o sangue coagulasse e não deixasse mais vestígios no apartamento onde vivia o casal.

Além de apontar que o executivo estava vivo quando foi decapitado, o laudo afirma que o tiro foi disparado de cima para baixo, da esquerda para direita e bastante próximo, encostado, com vestígios de pólvora no rosto da vítima.

Esse é outro ponto do laudo que contradiz a versão de Elize, de que teria matado o marido durante uma discussão onde os dois estariamem pé. Daforma como foi relatado pelo perito, o tiro foi disparado por Elize em situação de superioridade em relação ao executivo (de cima para baixo) e à queima-roupa – e não a uma distância de pelo menos dois metros, como chegou a afirmar à polícia.

Investigação. O relatório da investigação foi apresentado nesta quinta-feira, 14, à Justiça pelo delegado

  Publicado em: Governo

2 Responses to Ciúme e humilhação não leva a prática de um crime tão bárbaro como esse!!! Yoki foi decapitado ainda vivo, diz laudo…

  1. FERNANDO REIS disse:

    BOM DIA,

    A DEFESA TENTA PASSAR QUE A ACUSADA É VÍTIMA E QUE A VÍTIMA DE FATO ERA ALGOZ, TÁTICA NATURAL, FAZER O QUÊ?! COMO CIDADÃO,ESPERO QUE ELA RECEBA PUNIÇÃO EXEMPLAR, PARA QUE OUTRAS ESPOSAS NÃO MATEM E ESQUARTEJEM SEUS AMADOS ESPOSOS, QUANDO HOUVER A SUSPEITA DE UMA ESCORREGADA NA GRAXA (TRAIÇÃO). RSRSRSRSRSRSRS

    • Caio Hostilio disse:

      Acho que degolar alguém ainda vivo não é coisa de pessoas ciumentas, mas sim de um assassino calculista e frio…

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog