Que conversa mais maluca é essa!!! Processado por falar a verdade? Perillo processa jornalistas

Publicado em   07/jun/2012
por  Caio Hostilio

Marconi Perillo entrou na Justiça contra Luiz Carlos Bordoni. por danos morais. pela entrevista na qual o jornalista afirmou que Lúcio Fiúza lhe pagou com dinheiro da Alberto e Pantoja. Em maio, Perillo também impetrou ação contra outros três jornalistas: Fabiana Pulcinelli, do jornal O Popular; Henrique Morgantini, do jornal O Anápolis; e Mino Pedrosa, do site QuidNovi. O governo diz que os três escreveram matérias “que não correspondem à realidade”. Morgantini afirma que o governador tenta intimidar os jornalistas. Fabiana se manifestará na Justiça. / F. G.

Por outro lado, deu a loucaem Marconi Perillo!!! Ele exonerou o seu assessor especial e de total confiança, Lúcio Fiúza. A desculpa dada é que o assessor teria pedido exoneração por razões particulares…

Na verdade, o homem de confiança de Perillo foi exonerado exatamente por ter sido revelado à mídia de que foi Fiúza o responsável por um depósito de R$ 45 mil na conta da filha de Luiz Carlos Bordoni, Bruna Bordoni, feito pela Alberto e Pantoja, empresa fantasma que, segundo a Polícia Federal, era comandada por Carlinhos Cachoeira.

O jornalista sustenta que o pagamento se referia a uma dívida pelos serviços que prestou à campanha de Perillo nas eleições de 2010. Bordoni era o responsável pelo programa de rádio e fazia também as vezes de locutor. Ele alega que só se deu conta na semana passada de que o depósito foi feito pela Pantoja, quando sua filha foi citada como beneficiária da empresa, durante o depoimento do senador Demóstenes Torres (ex-DEM, sem partido-GO) ao Conselho de Ética.

O jornalista também afirmou que recebeu de Fiúza, em 2002, no apartamento do ex-assessor, dois pagamentos em dinheiro vivo por dívidas referentes a serviços que prestou à campanha de Perillo naquele ano. Fiúza nega as acusações e sustenta que não participou de contratação nem de pagamento de qualquer profissional na campanha de 2010.

Não satisfeito e apagando qualquer vestígio, foram exonerados mais 15 assessores especiais do governador. O documento que determina as exonerações data de 4 de junho e foi assinado por Perillo, que será publicado no Diário Oficial de Goiás de segunda-feira.

Se demorar mais um pouco só vai sobrar o governador!!!

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog