Operação da Sema na área do Parque Estadual do Mirador resulta em apreensões e aplicação de multas

Publicado em   06/jun/2012
por  Caio Hostilio

Aplicação de autos de infração, multas e apreensão de madeira ilegal, armas e veículos são o resultado da Operação “Macaco da Noite”, deflagrada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) na região do Parque Estadual do Mirador. Área de proteção do Estado, a Unidade de Conservação foi criada em 1980 e abrange um total de 438 mil hectares de cerrado.

A operação desencadeada pela Sema, no período de17 a31 de maio, contou com o apoio do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Batalhão de Polícia Ambiental / PMMA e Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, além da Coopermira, entidade que auxilia a Secretaria de Meio Ambiente na gestão do Parque. A ação foi acompanhada pelo secretário de Meio Ambiente, Victor Mendes, que esteve na região para conferir o desenrolar dos trabalhos.

Segundo relatório apresentado pela Sema, a operação foi desenvolvida nos municípios de Presidente Dutra, Colinas, Mirador, São Félix de Balsas, Paraibano, Buriti Bravo, São Domingos do Azeitão, Sucupira do Norte, Passagem Franca, Jatobá, Lagoa do Mato e Loreto.

Na ação, os fiscais apreenderam 307 m3 de madeira em tora e serrada, principalmente nos municípios de Mirador, Paraibano, Buriti Bravo e Presidente Dutra. Essa apreensão resultou no lançamento de 22 autos de infração com aplicação de multas no valor total de R$ 153.369,14. Também foram lançados 10 autos de notificação e nove termos de embargos.

Durante a operação, além de madeira, as equipes da Sema e órgãos parceiros apreenderam armas, três caminhões (umem Presidente Dutrae dois em Colinas), duas motosserras, apetrechos para caça (sete tatuzeiras e um badogue), quatro estilingues, além de dois canários da terra e um papagaio.

Segundo explicou a superintendente de Biodiversidade e Áreas Protegidas da Sema, Clarissa Coelho Costa, os autos de infração aplicados irão ensejar a abertura de processos administrativos e encaminhamento de cópias para o Ministério Público Estadual e à Delegacia de Meio Ambiente para instalação de processos criminais e penais cabíveis.

“O Parque Estadual do Mirador é um ecossistema muito rico, uma das maiores unidades de conservação do estado, que protege as nascentes do rio Itapecuru, e que terá operações periódicas como esta que realizamos”, garantiu Clarissa Coelho Costa.

  Publicado em: Governo

2 Responses to Operação da Sema na área do Parque Estadual do Mirador resulta em apreensões e aplicação de multas

  1. Frente Comunitaria da Baixada e Litoral Ocidental do Maranhão e Movimentos Sociais disse:

    O resultado material desse trabalho da Sema na região do Parque Ambiental de Mirador, só vem demonstrar quão inoperantes e chegados a um “oba oba” esses dirigentes da Sema. Omitiram dizer que graças a insistencia de comunitarios organizados temporariamente o Parque esta livre de madeireiros e grileiros. É necessario tambem que a Sema veja in loco graves ocorrencias ambientais e hidricas na região da baixada e litoral ocidental historicamente dessassistidas pela Sema a exemplo do desmatamento inclusive de Matas Ciliares, Mata Nativa, Apicuns, Manguezais, Lixões, Lixo Hospitalar, varios tipos de esgoto in natura contaninando ecossistemas, situações que serão mostradas na Rio+20

    • Caio Hostilio disse:

      O problema do meio ambiente não é só no Maranhão… É no mundo inteiro… Culpados? Os seres humanos que não respeitam o planeta terra e seu meio ambiente…

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog