Gardênia faz um discurso pertinente… Mas existem questionamentos:

Publicado em   31/maio/2012
por  Caio Hostilio

A deputada Gardênia Castelo (PSDB), da tribuna da Assembléia, fez, ontem (30), um relato das ações do governo municipal de São Luís que considerei bastante produtivo para o bem-estar da coletividade.

Não vou entrar no mérito do aumento da passagem de ônibus, visto que se trata de um assunto mais complexo e isso é assunto para outra oportunidade… Apenas quero dizer que esse assunto virou um dos mais rentáveis, principalmente em cidades que ficam refém de apenas um sistema de transporte de massa.  

Mas vamos ao que interessa de fato do discurso da deputada…

Gardêninha disse o prefeito projetou um corredor de transporte urbano e que esse corredor já está se tornando uma realidade, isso como parte do projeto de mobilidade urbana desta cidade. Em minha opinião, é um projeto que trará mobilidade e qualidade de vida aos ludovicenses, contudo vale ressaltar, por que somente depois de três anos e meio de gestão, a prefeitura só conseguiu colocar em prática o VLT? Pela fala da deputada teria sido pelos R$ 169 milhões destinados pelo governo federal.

Não posso concordar com isso, haja vista que fica parecendo que São Luís não tem recursos próprios para implantar um sistema de VLT, observando o tempo de governo e os recursos recebidos por São Luís, além de que desses R$ 169 milhões, a maior parte será consumida no prolongamento da Avenida Litorânea. 

Quanto ao prolongamento da Litorânea, pode-se aceitar que realmente houve empecílios que fizesse retardasse essa obra.  

No entanto, a prefeitura de São Luís embarcou uma simples obra que já teria desafogado a Avenida dos Holandeses, a ponte sobre o Rio Pimenta, que ligaria a Avenida Litorânea ao Olho D’Água, criando, assim, mais um corredor.

Esta ponte a Sinfra tentou por diversas vezes fazer, porém a prefeitura embargou e não fez. Isso desde o início da gestão Castelo.

Por que a gestão Castelo não deixou fazer e não fez essa obra tão simples e que seria de grande valia para o bem-estar da coletividade?

Por que colocam tanta dificuldade para construção da via Expressa, que é um bem para coletividade, assim como a ponte sobre o Rio Pimenta e a própria extensão da Avenida Litorânea?

Volto a repetir: Enquanto houver essa guerrinha idiota entre os anti-Sarneys e os Sarneysistas, o Maranhão pára em políticas públicas e fica a mercê das politicalhas…

A deputada disse que o prefeito atual herdou problemas sérios dos últimos sete anos do seu antecessor, nesse caso o ex-prefeito Tadeu Palácio.

Ora bolas!!! Isso é demagogia!!! O prefeito Castelo é um gestor experiente, por que ele não pediu uma tomada de conta especial assim que assumiu a Prefeitura de São Luís? Por que somente agora, na véspera de uma eleição, o prefeito Castelo se queixa das mazelas deixadas pelo ex-prefeito?

Da forma que ficou colocado, tudo leva a crer que o ex-prefeito deixou o município de São Luís endividado, cujo orçamento não se contempla com os recursos recebidos…

Na verdade, um sistema alternativo de transporte de massa como o VLT já era para ter sido planejado e executado desde que essa cidade chegou a ter uma quantidade 600 mil habitantes, ou seja, há mais de 17 anos. Não foi feita por pura falta de responsabilidade com o bem-estar da população.

Que mude a mentalidade dos maranhenses, que ainda acham que os bilhões recebidos pelas prefeituras desse Estado não dão para melhorar os péssimos índices desse Estado. Condicionaram que apenas o governo do Estado é que recebe recursos para tudo isso!!! Quanta ignorância!!!

  Publicado em: Governo

6 Responses to Gardênia faz um discurso pertinente… Mas existem questionamentos:

  1. Fernando disse:

    Caio, sem frescuras, mas, eu sou um grande fã seu. Confesso que a cada dia fico mais e mais sendo um leitor assíduo (que ja sou mesmo) de seu blog, pois, aqui (diferente de muitos) encontramos artigos (ou post´s, enfim) RICOS em informações e com dados consistentes e acima de tudo, muito bem elaborados ou preparados, melhor dizendo, por você, através de uma linguagem sempre acessível e esclarecedora dos mais diversos assuntos que se passam em nosso Estado e no Brasil. E como sempre dizemos, as pessoas que possuem todas essas e outras qualidade/virtudes, elas não “adquirem” com o tempo e sim ja nascem com elas. Seu pai (grande jornalista), bem como todos de sua família devem se orgalhar por ter você como um dos grandes representantes do Jornalismos ATIVO presente no MA.
    Parabéns e não preciso mencionar que o artigo esta mais que EXCELENTE.
    Abraços

    • Caio Hostilio disse:

      Fernado, só devo agradecer… Mas não sou um grande jornalista, apenas escrevo o que penso numa linha de pensamento que respeita o questionamento crítico… É preciso aceitar o questionamento crítico e dele procurar melhorar… Feliz daquele que sabe receber o questionamento crítico e tirar dele proveitos e deletar o que não condiz com a realidade.

  2. Antonio Lima disse:

    Professor, basta chegar o período eleitoreiro, digo eleitoral para que o saco de bondades dos políticos seja aberto e todos os problemas que assolam a vida da população entram na agenda de discussão e tudo passa pelo escrutínio e aparece solução para tudo.
    O problema da mobilidade urbana da nossa Cidade é algo que não vai ser resolvido com medidas paliativas como essas, pois existem gargalos que precisam de intervenções simples, e isto não tem sido feito ao longo de todos esses anos. Um exemplo disso é o mal planejamento na execução de determinadas intervenções feitas pelo poder público, que sem nenhum critério e sem respeitar regras básicas de engenharia de trânsito comete barbaridades como aquelas que foram feitas ali na entrada da Cohama, da Cohab, do Vinhais e tantos outro locais, que em momento de pico o fluxo fica totalmente comprometido, dada a forma equivocada como aquela intervenções foram feitas. Problemas esses que atormentam a vida de todos e não precisa de tantos recursos para equacioná-los, basta que se faça pequenas modificações naquelas aberrações, que naqueles locais foram feitas sem respeitar normas de engenharia para que grande parte desses problemas seja minimizados.
    Quanto aos demais problemas dispensa comentários, pois a Capital tenta resolver o grave problema de abastecimento de água com carro pipa.

    • Caio Hostilio disse:

      São Luís precisa de gestão comprometida com a qualidade de vida dos ludovicenses… Tudo isso era para ser planejado antes dessa cidade ter chegado ao número de habitantes que tem hoje… Por isso, sempre digo que a “oposição” apenas se ligou a brigar os sarneys e que em suas administrações nunca mostrou qualquer tipo de modelo em gestão pública… Taí o resultado!!!

      • Antonio Lima disse:

        Esse é o nosso maior problema: falta de projeto e de visão de futuro dos que administram essa Cidade há décadas, elegendo-se às custas desse mote sem sentido, que é “contra o sarney, combater o atraso…” e coisa do gênero.
        Veja que nos estamos a poucos meses de uma eleição e não se vê falar num projeto abrangente que vise melhorias e aponte para transformar esse quadro caótico em que vivemos, pois tudo o que existe são ideias que não se sustentam, com a única finalidade de ludibriar os incautos que ainda acreditam nesse tipo de “projeto”.
        Concordo plenamente com as suas colocações, e digo mais: a continuar esse modelo, e tudo indica que não vai mudar muito em breve, nós vamos passar muitos anos sofrendo as consequências dessa visão estreita de políticos sem compromisso como nada, que só agem para satisfazer seus interesses e as suas necessidades.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog