Notícias de Brasília

Publicado em   30/maio/2012
por  Caio Hostilio

Ricardo Murad discute questões da saúde com o ministro Alexandre Padilha

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, apresentou ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha, nesta quarta-feira (30), propostas que visam facilitar o acesso e elevar a qualidade dos serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Maranhão. Da audiência, também participaram o vice-governador Washington Luiz Oliveira, o deputado federal Francisco Escórcio e o subsecretário de Saúde, José Márcio leite.

Durante o encontro, Ricardo Murad defendeu a imediata habilitação e qualificação das 10 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em funcionamento no Maranhão, já que até agora somente cinco delas estão recebendo recursos do Governo Federal para o custeio mensal. Para mantê-las em pleno funcionamento, o Governo do Estado gasta cerca de R$ 1 milhão por mês.

Também na pauta da audiência com o ministro os valores pagos mensalmente pelos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) credenciadas pelo SUS no Maranhão; a implantação das redes de urgência e emergência e Cegonha no estado; e a elaboração da Programação Pactuada Integrada (PPI), que estabelecerá novos pactos entre os municípios e destes com o Estado para a oferta dos serviços de saúde pública no Maranhão.

Ricardo Murad aproveitou o encontro para convidar o ministro a participar do I Congresso Maranhense de Medicina, que reunirá especialistas de todo o paísem São Luís, no período de3 a7 de julho deste ano, dentro da programação alusiva aos 400 anos da capital maranhense. As doenças crônicas serão o tema central do evento.

Sarney renova, mais uma vez em 62 anos, sua carteira profissional de jornalista

O presidente da Federação Nacional dos Jornalistas, Celso Schröder, e do Sindicato dos Jornalistas do Maranhão, Leonardo Monteiro, vieram hoje ao Senado entregar ao presidente José Sarney, sua nova carteira profissional de jornalista e que o presidente faz questão de sempre renovar. “Tenho muito orgulho de possuir essa carteira”, disse Sarney no encontro, cujo registro profissional é de 1950, o segundo mais antigo do Maranhão. Aos 19 anos, Sarney foi chamado, por uma seleção, para trabalhar em “O Imparcial”, jornal maranhense do Diários Associados, estreando profissionalmente na editoria de Polícia. A carteira foi emitida no novo modelo da Fenaj, um documento digital lastreado por um banco de dados através de chip, e que vale como identidade em todo território nacional.

Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog