Fome na escola: retrato da educação em Viana

Publicado em   04/maio/2012
por  Caio Hostilio

Do Blog Vianensidades

Alunos da Zona Rural de Viana, na Baixada Maranhense, estão assistindo aulas com fome. A denúncia é do coordenador do Núcleo do Sinproesemmma no município, Williandckson Azevedo. Segundo o dirigente sindical, há escolas que, desde o início do ano letivo de 2012, no dia seis de fevereiro, não oferecem refeições aos estudantes.

“Grande parte dos alunos da rede estadual, em Viana, mora na área rural e precisa da alimentação”, argumenta o professor. Para esses estudantes, que moram distante das escolas, localizadas em áreas urbanas, o ambiente escolar representa muito mais que um espaço para aprendizagem. Na maioria dos casos, é uma alternativa para receber a alimentação, que muitas vezes falta na mesa de suas famílias.

Na Escola Nossa Senhora da Conceição, da rede estadual de educação, por exemplo, o problema é a falta de merendeira, pois não há funcionários, diariamente, habilitados para preparo de refeições. Segundo informações apuradas no local, a unidade de ensino recebe cerca de R$29.000,00 para utilizar na alimentação. Porém, estranhamente, a merenda não chega aos pratos dos estudantes.

A situação é mais grave no Centro de Ensino Raimundo Marcelino, da rede estadual de educação. Na escola, o cardápio obrigatório não é oferecido desde 2011, o que tem causado desânimo nos alunos, afetando, consideravelmente, a aprendizagem. “Não há motivos para a falta de merenda escolar, pois os recursos são garantidos”, afirma Williandckson.

Uma comissão formada por dirigentes do Sinproesemma, professores e alunos vai cobrar medidas para solucionar os problemas nas escolas. A audiência com representantes da Unidade Regional de Ensino (URE) está marcada para esta quarta-feira, 11, a partir das 16h.

  Publicado em: Governo

4 Responses to Fome na escola: retrato da educação em Viana

  1. Fernando disse:

    Caio, meu Deus que tristeza. Meu amigo eu sou impaciente para falar de um assunto como esse. Sabemos que corrupçao existe em varios lugares. Que esses gestores miseraveis ou seja la quem for, roubem recursos de qualquer outra fonte, mas deixarem crianças sem merenda, com fome e sem condiçoes fisicas de ter o minimo dos minimos que é o acesso a educaçao. Quem faz isso merece no minimo uma pena de morte meu amigo, que Deus me perdoe ao falar isto, sou cristao catolico, mas nao suporto ver uma coisa bizarra dessas acontecendo.
    Meu amigo eu estou participando de uma açao de responsabilidade social juntos com alunos meus de Ciencias Contabeis. Eles escolheram a Casa da Familia, localizada no Turu para executar esta açao. Voce precisa ver como é lindo, gratificante ver o trabalho, que é desenvolvido pelas pessoas que ali trabalham (muitos voluntarios) com crianças carentes, crianças especiais. Eu fui la e me emocionei muito.
    Peço a Deus para que esta situaçao em Viana se reverta imediatamente. Denuncie mesmo.

    • Caio Hostilio disse:

      O dinheiro do FNDE sempre foi o mais desviado nesse país… O PPDE é outro foco de desvio que nunca deram jeito… Pobre Brasil!!!

  2. gutemberg santos disse:

    Caio, sempre que vou almoçar no Cheiro Verde encontro o prefeito dessa cidade em uma mesa farta, com dezenas de assessores, comendo do bom e do melhor. Será que ele- entre uma garfada e outra- lembra das crianças que ele deixa sem merenda escolar? PF nele.

    • Caio Hostilio disse:

      Não o conheço, mas acho que a aplicação do dinheiro da educação, da saúde, da infraestrutura e toda aquela para o bem-estar social da coletividade deve ser respeitada e bem aplicada, além de bem fiscalizada por todos nós, seja pelos orgãos fiscalizadores, pelos eleitores, pelo conselho de educação municipal, conselho da merenda escolar, pelos alunos e seus pais, pois assim estaremos exercendo nosso papel de cidadão e engrandecendo a democracia nesse país.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog