Direitos Humanos!!!

Publicado em   05/abr/2012
por  Caio Hostilio

Será que foram esquecidas as realidades no Brasil? Os Direitos e Deveres? A Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados representa os brasileiros ou apenas os amigos do seu presidente?

Teria o ilustre presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados – que representa todos os brasileiros -, buscado, antes de ir à tribuna, as causas que me levaram a agir de violência? Ou as ofensas a minha honra não se enquadram nos direitos humanos?

O senhor presidente da Comissão parou para pensar que sou um homem de 52 anos, que tenho três filhos adultos, três netos, sendo um 8 anos, 6 anos e 3 anos, cujos dois primeiros estudam e acessam internet? Que fui agredido de uma forma baixa e rasteira, cujo autor chega a dizer que eu estava sentado no colo do amante da minha ex-esposa para me vingar dela e que a mesma é uma chifreira.

Senhor Presidente, V. Exª tem noção do tanto que isso perturbou a cabeça desses dois netos meus, que moram em Brasília? Deputado Dutra, Essas crianças estão em pleno desenvolvimento proximal e a tendência é o questionamento crítico, com isso passam a me questionar e perguntar sobre isso e o porquê seus amigos, filhos que pessoas conhecidas minhas de Brasília, passaram a gozar deles…

V. Exª tem noção do sentimento dos meus filhos, dois que moram em Brasília e do que mora em São Luís? Dos meus familiares que moram em Brasília, no Rio de Janeiro e os poucos que moram aqui em São Luís, como o meu pai de 88 anos e minha mãe de 80 anos?

Querem dizer que fiz o mesmo com o deputado Marcelo Tavares. Quanta diferença!!! Minha matéria é uma denúncia, cujo teor em nenhum momento trata da vida privada do deputado ou de sua esposa. Trato ambos como agentes públicos, coisa que os Direitos Humanos ampara em seus artigos.

E vejo V. Exª, que deveria trilhar em defesa dos direitos humanos de todos os brasileiros, haja vista que a Comissão que o senhor preside representa o país, pedir garantias de vida para um cidadão que violou e expôs a minha honra… Qual seria a sua atitude? A do deputado Marcelo Tavares, por exemplo, após a sessão em que leu a denúncia, foi a de me dizer se eu tivesse atingido a honra dele e de sua esposa, era a de sair na porrada comigo… Vi também o próprio presidente da Assembléia, deputado Arnaldo Melo, que certa vez teve sua honra agredida – chamado de cagão – por esse mesmo cidadão, dizer-lhe que se não fosse presidente daquela casa tomaria atitudes bem diferentes com o mesmo. Vi este mesmo atingir a honra de uma suplente de deputada da cidade de Pedreira.

Agora, vejo o próprio presidente da Assembléia Legislativa lhe cedendo seguranças do poder público, o deputado Marcelo Tavares por vingança as minhas denuncias dar-lhe total apoio ao que ele fez e V. Exª usar da tribuna da Câmara dos Deputados para pedir garantia de vida a seu amigo de faculdade, usando de artifícios estranhos… Que país é esse!!! Então, além de ter tido minha honra massacrada irresponsavelmente, sou taxado agora como um assassino de alta periculosidade.

Brilhante Presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, deputado Domingos Dutra, já que V. Exª foi à tribuna daquela Casa pedir garantias de vida ao seu amigo de faculdade, esquivando-se dos fatos, seria providencial que V. Exª voltasse àquela tribuna e pedisse ao secretário de segurança, Aluísio Mendes, investigasse quem foi o mandante para que o seu colega de faculdade denegrisse minha honra, isso exatamente após uma denúncia, pois assim o V. Exª estará mostrando ao país que é realmente um presidente da Comissão de Direitos Humanos de uma Casa que representa os brasileiros e não seus amigos…  

Deputado Dutra, não esqueça de que:

O seu direito termina onde começa o do outro!

Para cada direito que você tem!

Existe uma obrigação a ser cumprida!

Antes de cobrar os seus direitos.

Analise se você tem cumprido o seus deveres!

É fácil cobrar direitos.

Mais fácil ainda é esquecer os deveres

Difícil é respeitar o direito do outro.

O seu trabalho é seu, foi confiado a você.

Somente você pode realizá-lo.

Se você não o realiza, qual direito você tem?

Pela constituição você tem o direito a vida!

Para viver você precisa comer!

Para comer você precisa trabalhar!

Pare de trabalhar.

Passe uma semana sem comer.

Reclame com quem escreveu a constituição!

Argumente que você esta morrendo de fome!

Veja o que acontece.

Não reclame, não enrole e não murmure.

Cumpra os seus deveres.

Afinal, são eles que asseguram os seus direitos à VIDA e a CIDADANIA.

 

Também, seria providencial que antes de subir a tribuna para pedir garantia de vida a seu amigo de faculdade, V. Exª lesse o artigo da constituição abaixo:

SÃO INVIOLÁVEIS A INTIMIDADE, A VIDA PRIVADA, A HONRA E A IMAGEM DAS PESSOAS, ASSEGURANDO O DIREITO DE INDENIZAÇÃO PELO DANO MATERIAL OU MORAL DECORRENTE DE SUA VIOLAÇÃO

Este artigo garante quatro direitos que não podem ser violados:

direito a intimidade: é o direito relativo às questões de  vida privada de cada cidadão.

direito à honra: a honra é o sentimento da própria dignidade e reputação. A ofensa à honra das pessoas é crime., que pode resultar em condenação a quem ofende, além de indenização por danos materiais ou morais.

– Direito à imagem: a imagem é a representação que as pessoas possuem perante elas mesmas e outras pessoas, como por exemplo, um cargo ou uma função.

  Publicado em: Governo

8 Responses to Direitos Humanos!!!

  1. Manuel Bequimão Sobrinho disse:

    caio…… se a pessoa for publica e paga pelo contribuinte ou publica graças ao eleitor, a sua intimidade não é inviolável. assim como voce está errrrrrrrrado! amo seu jeito profissional de ser, acredite

    • Caio Hostilio disse:

      Não escrevo sobre a vida intima de ninguém e nem tampouco sobre fofocas e até suposições, visto que são assuntos que interessam a coletividade e sim a meia duzia de pessoas… escrevo aquilo que é de interesse da coletividade, como essa denúncia e jamais atacaria a família do deputado Marcelo Tavares em sua intimidade, pois a respeito, como uma instituição separada do público. As denúncias proferidas por mim são de cunho a dois gestores públicos quando de suas passagens pelos cargos que exerceram e que estão amparados no ditames dos principios dos Direitos Humanos… Isso deveria ter sido visto pelo Brilhante Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, que representa os brasileiros… Que uma agressão a moral intima gera uma reação, ainda mais da forma que foi exporta e não ir a tribuna de uma Casa de Resonância Nacional pedir garantias de vida a um amigo seu de faculdade, como se ele não tivesse transgredito o direito e o respeito a moral de um cidadão…

  2. Luis carlos da silva disse:

    Caio.

    Não devemos pagar o mal com mal, pois a essencia do espirito está em se melhorando pagar o mal com o bem, pois quando agente se sintoniza com afrequencia espiritual do que nos agride nos tornamos pequeno na essencia da vida na terra levando comnosco chagas morais que nos farão adoecer materialmente no corpo…

    • Caio Hostilio disse:

      Meu amigo, a segunda parte do seu comentário não interessa, porém a primeira é de grande valia, visto que para mim que tenho mais apego as questões espirituais e não as terrestres, elas são iluminadas… Obrigado.

  3. ELIEZER FIGUEIRA disse:

    Escrevo sim sobre um direito de 495 idosos CABOS DA FAB anistiados legalmente por Lei 10.559/02 e usurpados com a criação pelo senhor Lula da desanistia que só tem vigor aqui no Brasil isto tudo depois de mais de 2 anos na folha de pagamento e com tratamento medico cancelado pelos detentores do poder passageiro.No youtube os idosos pedem que todos os Brasileiros vejam (IDOSOS DESRESPEITADOS PELO PRESIDENTE LULA).

  4. Paulo Sérgio disse:

    Professor Caio,

    Tomei conhecimento do incidente através de um outro blog (C.B.), o que teria sido motivado por causa de um texto do dia 1º de abril (dia da mentira). Por mais que o dia seja da galhofa, a mentira pode ter “pesado na dose”. Mas há coisas que precisamos relevar, sejamos nós avôs ou pais de família, para que não passemos a ser nós os “errados” na história. Na verdade, o relato público é apenas o que está escrito lá (não parece haver versão divergente publicada em outro lugar)…

    O ser humano é passível de arroubos de indignação, isto se traduz em íra ou revolta. Se pode acontecer até entre familiares, calcule entre não-parentes!

    A justiça, embora lenta em muitos casos, ainda é o caminho conhecido no mundo civilizado e procurado pelos homens de bem. Indenizações pecuniárias provocadas por ações de danos morais sempre ocorreram e ocorrem, sou testemunha disto pois já procurei meus direitos numa questão que envolveu direito de imagem e obtive ganho de causa em todas as instâncias utilizando apenas os caminhos legais. É um processo exaustivo e angustiante para a maioria dos pleiteantes, mas que um dia trará frutos. E bons frutos.

    Quando não procuramos a Justiça e tentamos fazer “nossa própria justiça”, pode acontecer efeitos colaterais, o que eventualmente acaba por manchar de sangue nossas mãos. Mas por que nos sujarmos, logo nós que temos a razão (ou tínhamos até então) ? Essa é a contradição.

    Por isso, não vale a pena sermos tomados por sentimentos de íra e nem mesmo raiva. Há o ditado que diz ser o ódio “um veneno que a gente toma esperando que outra pessoa morra”.

    Ignorar e dar a resposta certa pelos caminhos legais são os melhores remédios, não tenha dúvida disto.

    Se há quem estimule o confronto, estes são como os espíritos zombeteiros: alí estão apenas para causar desgraças e, mesmo que falseiem simpatia, quando precisamos são incapazes nos auxiliar com o mínimo.

    Que Deus o ilumine sempre,
    Paulo

    P.S.: Uma elaborada frase do promotor paulista Maurício Antonio Ribeiro Lopes, que afirmou certa vez: “Algumas coisas não devem ser pensadas; se pensadas, não devem ser ditas; se ditas, não devem ser escritas; se escritas, não devem ser publicadas e, se publicadas, devem ser punidas”.

    • Caio Hostilio disse:

      Concordo em número, gênero e grau com você… Mas quando um neto seu liga e lhe questiona se tudo aquilo é verdade, você fica sem ação e ele lhe diz que amigos estão zombando dele, isso doe no coração de um avô. O pior de tudo é ouvir um deputado federal, que se diz presidente de uma Comissão dos Direitos Humanos de uma Casa que representa todos os brasileiros, ir a tribuna pedir garantias de vida ao cidadão de camulou a minha honra – parabéns a ele, pois realmente ultrapassei os meus limites -, porém o mesmo deputado, se fosse um homem que cumprisse as prerrogativas dos Direitos Humanos dos brasileiros, pediria da mesma tribuna, que o secretário de Segurança abrisse um inquerito para apurar os motivos que levaram o cidadão a me difamar, visto que a difamação veio após uma denúncia minha, cujo teor da minha matéria não ataca ou macula a vida privada ou intima dos envolvidos, mas sim suas vidas como gestores públicos. Porém isso ele não fez. Isso não é democracia, não direitos humanos, não respeito a honra familiar, religiosa, social e política, mas sim uma prática repugnante…

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog