Assessor de Dilma chama Valcke (FIFA) de “vagabundo”

Publicado em   05/mar/2012
por  Caio Hostilio

Terra

A crise entre o governo brasileiro e o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, cresceu no último domingo com as declarações do assessor especial da presidência para assuntos internacionais, Marco Aurélio Garcia.

Garcia disse que já está descartada a chance de Valcke seguir como interlocutor da Fifa para os assuntos da Copa do Mundo de 2014, e chamou o francês de “vagabundo”. O assessor de Dilma Rousseff afirmou ainda que o funcionário da Fifa “pode ir à vontade” ao Brasil, mas não terá mais a atenção do governo.

Valcke disse que organizadores da Copa precisam de um “chute no traseiro”

Para Garcia, a presidente Dilma não deve se pronunciar sobre o tema porque “tem mais o que fazer”, classificando o secretário da Fifa como “boquirroto”. O assessor justificou sua indignação pelas palavras usadas por Valcke, que disse que os organizadores da Copa precisavam de um “chute na bunda” para agilizar as obras do evento. Garcia disse que o Brasil fará a Copa em seu ritmo, que não é “europeu nem germânico”. Após ter dito que considera a postura brasileira “infantil”, Valcke declarou que viajará normalmente ao País no próximo dia 12 de março.

O troco saiu depois de uma entrevista em que o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, disse que os organizadores do Mundial de 2014 precisavam de um “pontapé na bunda” para as obras da Copa do Mundo andarem no País, e afirmou que os preparativos brasileiros estão em “estado crítico”.

“As coisas não estão funcionando no Brasil. Muitas coisas estão atrasadas… Acho que a prioridade do Brasil é ganhar o Mundial. Não creio que seja organizar a Copa do Mundo”, afirmou Valcke.

“Não entendo por que as coisas não avançam. A construção dos estádios não está acontecendo dentro dos prazos. Por que será?”, questionou o secretário. “Os organizadores precisam de um pontapé na bunda”.

As palavras não foram bem recebidas pelo governo brasileiro, e o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, afirmou no sábado (03/03) que não quer mais Jérôme Valcke como interlocutor da Fifa para os assuntos relacionados à Copa de 2014.

“As declarações são inaceitáveis, inadequadas para o governo brasileiro. As declarações contradizem completamente com o que o próprio secretário falou em sua visita no dia 17 de janeiro. As informações não são verdadeiras, porque os estádios estão inclusive adiantados ao cronograma inicial da Copa”, disse Rebelo.

“Diante dessas declarações, que são palavras inadequadas e inaceitáveis para qualquer tipo de relacionamento, o governo brasileiro vai enviar uma carta ao Blatter informando que não aceita mais o secretário geral, Jérôme Valcke, como interlocutor. O governo brasileiro vai continuar trabalhando com a certeza de que o Mundial será um sucesso”, completou o ministro. A reação do secretário da Fifa foi classificar a atitude do governo do Brasil de “infantil”.

Não é de hoje que Valcke vive às turras com as autoridades brasileiras. Em um último comunicado publicado no site da Fifa, o secretário pediu rapidez com a aprovação da Lei Geral da Copa: “o texto deveria ter sido aprovado em 2007 e já estamos em 2012”, declarou.

No meio do fogo cruzado, o presidente do Comitê Organizador Local (COL), Ricardo Teixeira, manteve discurso neutro e apenas ressaltou que tudo sairá como o planejado. “Algumas questões na organização da Copa do Mundo podem parecer que avançam lentamente. Mas em todo processo democrático as discussões devem ser amplas e sempre levar em conta os interesses do povo. O Brasil não tem um dono, é uma democracia sólida e reconhecida mundialmente. O país e seus três poderes devem ser respeitados sempre”, disse Teixeira na nota.

“As preocupações da Fifa em relação aos preparativos de todas as Copas do Mundo são naturais e legítimas. Mas a entidade pode ficar tranquila porque o Brasil e seu povo têm competência e seriedade para organizar uma Copa do Mundo impecável, inesquecível”, completou.

 

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog