Concordo em número, gênero e grau, com Flávio Dino…

Publicado em   16/fev/2012
por  Caio Hostilio

Por mais que estejamos tratando do assunto empiricamente, visto que não temos conhecimentos científicos para debater o assunto em sua essência, não podemos deixar de concordar com as palavras de Flávio Dino: “Não é possível alguém morrer de asma numa UTI. Esse hospital matou meu filho”.

Ora bolas!!! Medicamentos para asma são feitos a base de corticóides, que são responsáveis por diversos mecanismos regulatórios que proporcionam, em última análise, um equilíbrio orgânico diante das diversas situações de estresse que o organismo se depara no dia-a-dia. Contudo, mantém o tônus dos vasos sangüíneos: sem eles, os vasos se dilatam e o sangue não consegue chegar aos órgãos levando a um colapso circulatório, parada cardíaca e morte. Digo isso porque meu pai é asmático e faz uso do aerolim (bomba) e Diprospan (injetável), isso ministrado com muita cautela e com médicos monitorando a quantidade.   

Portanto, a morte prematura do Marcelo, de 13 anos, no Hospital Santa Lúcia, tem que ser apurada, visto que as suspeitas de erro médico são evidentes… Tudo leva a crer que utilizaram uma dosagem maior ao peso e as condições físicas que a criança poderia receber.

Espero que Flávio Dino e sua família sigam em frente, pois não podemos mais aceitar que a saúde seja tratada como comércio e seres humanos mercadorias!!! É preciso dá um basta nisso…

  Publicado em: Governo

2 Responses to Concordo em número, gênero e grau, com Flávio Dino…

  1. Pingback: Caio Hostilio

  2. Pingback: Caio Hostilio

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog