Jota Pinto toma decisão coerente ao mandar cinco parlamentares para Comissão de Ética

Publicado em   22/dez/2011
por  Caio Hostilio

O Corregedor da Assembléia Legislativa, deputado estadual Jota Pinto (PR), tomou a decisão coerente diante da tomada dos depoimento dos deputados que estiveram prestando esclarecimento sobre a denúncia de pagamento de R$ 1,5 milhão a deputados para a aprovação da lei para derrubada de babaçus.

Com muita convicção, Jota Pinto apontou os deputados Alexandre Almeida (PSD), Stênio Rezende (PMDB), César Pires (DEM), Rogério Cafeteira (PMN) e Tatá Milhomem (PSD) a serem investigados pela Comissão de Ética da Casa.

Segudo o Corregedor, os depoimentos não trouxeram nada de novidade ao caso. “Apenas se limitaram a dizer que souberam do caso após a denúncia nos blogs.

Diante de um projeto que derrubou a lei que estava em vigor sem nenhuma consistência de apuração do caso, sendo chamado o autor desse projeto para prestar esclarecimento e ele, deputado César Pires, não dizer o objetivo ou o embasamento do seu projeto para derrubar a lei do babaçu, deverá prestar esclarecimentos a Comissão de Ética.

Os demais, pelo fato de não acrescentarem nada em seus depoimentos que pudesse aprofundar as prerrogativas da Corregedoria.

Agora, fica a cargo da Comissão de Ética e da Mesa Diretora da Casa, quais medidas serão tomadas, seguindo as determinações constantes do relatório da Corregedoria.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog