15 de novembro de 2011… Estou completando 52 anos de vida…

Publicado em   15/nov/2011
por  Caio Hostilio

Para mim foi uma passagem muito rápida… Já passei dois anos de meio século… Caramba!!! Estou velho??? Não sei!!! Só sei que viver mais 52 anos é imprevisível, ou melhor, quase impossível.

Fiz questão de passar esse meu aniversário no Rio de Janeiro, lugar onde passai a minha infância e início da adolescência, antes de ir morarem Brasília. Omotivo foi um só… Retornar a escola onde comecei meus estudos, isso em 1966. Venho quase que semestralmente ao Rio para visitar parentes e amigos, mas nunca mais tinha retornado ao local onde residia em minha infância, Vila Valqueire, Zona Oeste… Rua das Rosas e depois Rua das Dálias… E a minha inesquecível escola municipal José Henrique de Rodó… Ela era recém inaugurada, fiz parte das primeiras turmas… Achava ela tão grande e magnífica… Coisas de criança… Está do mesmo jeito, nada mudou, para minha alegria. Quanto a Vila Valqueire… Que diferença!!! Tudo mudado… Até as residências que morei não existem mais… Aí é que vem o peso dos anos… Lembro-me que naquela época eu gostava muito de cantar um refrão de uma canção que Miltinho (cantor) fez muito sucesso: “Rio é o quarto centão”… Meu Deus!!! Isso foi exatamente há 45anos!!!  

O que posso dizer o que é viver 52 anos? Vamos lá:

Felicidade não tem peso,
nem tem medida,
não pode ser comprada,
não se empresta, não se toma emprestada,
não resiste a cálculos, porque não material,
nos padrões materiais do nosso mundo.
Só pode ser legítima.
Felicidade falsa não é felicidade, é ilusão.
Mas, se eu soubesse fazer contas na medida do bem,
diria que a felicidade pode ter tamanho,
pode ser grande, pequena,
cabendo nas conchas da mão,
ou ser do tamanhão do mundo.
Felicidade é sabedoria, esperança,
vontade de ir, vontade de ficar,
presente, passado, futuro.
Felicidade é confiança:
fé e crença, trabalho e ação.
Não se pode ter pressa de ser feliz,
porque a felicidade vem devagarinho,
como quem não quer nada.
Ser feliz não depende de dinheiro,
não depende de saúde,
nem de poder.
Felicidade não é fruto da ostentação,
nem do luxo.
Felicidade é desprendimento,
não é ambição.
Só é feliz quem sabe suportar, perder,
sofrer e perdoar.
Só é feliz quem sabe, sobretudo, amar!

Vale ressaltar, que a estrada para o sucesso não é uma reta, há uma curva chamada fracasso, um trecho chamado confusão, quebra molas, chamado amigos, faróis de advertência, chamado família, pneus furado chamado emprego, mas se você tiver um estepe chamado determinação, motor chamado perseverança, seguro chamado FÉ e um motorista chamado “JESUS”, você chegará a um lugar chamado sucesso!!!

  Publicado em: Governo

9 Responses to 15 de novembro de 2011… Estou completando 52 anos de vida…

  1. Adalberto Melo disse:

    Parabéns !
    Não sei se vão ser mais 52, mas que esta data se repita por muitos e muitos anos.

  2. Júlio Gondim disse:

    Caro Caio,
    Parábens pela data mágica. A experiência nos envaidece e nos tornamos mais completo.
    Saudações,
    Júlio Gondim – PTB Raposa/MA

  3. Moreira Neto disse:

    Meus sinceros parabéns professor…
    Muto sucesssoooooooo e felicidadessssss
    Abraços fraternais…

  4. Parabéns Companheiro Caio pelo dia do seu nascimento.

  5. Hugo Carvalho disse:

    Meu amigo Caio, parabéns!
    Desejo a você ta a felicidade que você merece. Tenho grande apreço por sua valiosa e verdadeira amizade, visto isso peço que Deus lhe garanta muitos e muitos anos de vida para que todos nós, seus amigos, possamos dividir ainda de muitos anos na sua companhia.
    Feliz aniversario meu irmão, muita saude e sucesso!

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog