Situação constrangedora… Haddad deve ir a Fortaleza para recorrer da anulação no Enem

Publicado em   02/nov/2011
por  Caio Hostilio

A Advocacia-Geral da União (AGU), em nome do Ministério da Educação (MEC), recorrerá amanhã (3) à tarde da decisão da Justiça Federal no Ceará, que anulou 13 questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011. A ação deve ser entregue pelo ministro Fernando Haddad, que irá a Fortaleza.

Haddad vai argumentar que o ideal é que o exame seja aplicado aos 639 alunos da escola cearense que tiveram acesso às questões. Para o governo, a anulação das 13 questões de um total de 180 contidas no Enem prejudicará a grande maioria dos estudantes que fizeram a prova.

O pedido de cancelamento dos itens foi feito pelo Ministério Público Federal do Ceará depois da constatação de que alunos do Colégio Christus, de Fortaleza, tiveram acesso antecipado a 13 questões do exame. A ação se refere às questões aplicadas nos dias 22 e 23 de outubro. O Enem vale 1.000 pontos, mas se as questões forem anuladas, o valor de cada item terá de ser reavaliado, segundo especialistas.

Ontem (1º), o Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) reforçaram a intenção de recorrer da decisão da Justiça Federal por avaliar que a sentença definindo a anulação das 13 questões em âmbito nacional foi desproporcional.
Os itens a que os alunos tiveram acesso estavam em apostila distribuída pela escola semanas antes da aplicação do Enem e vazaram da fase de pré-testes do exame, da qual a escola participou em outubro de 2010.

O pré-teste é feito pelo Inep, vinculado ao MEC, para avaliar se as questões em análise são válidas e qual é o grau de dificuldade de cada uma. Os cadernos de questões do pré-teste deveriam ter sido devolvidos após a aplicação e incinerados pelo Inep.

O MEC confirmou que 13 questões que estavam na apostila distribuída pelo colégio cearense foram copiadas de dois dos 32 cadernos de pré-teste do Enem aplicado no ano passado a 91 alunos da escola

  Publicado em: Governo

2 Responses to Situação constrangedora… Haddad deve ir a Fortaleza para recorrer da anulação no Enem

  1. Antonio Lima disse:

    Professor, eu acredito que o ENEM é um modelo a ser aperfeiçoado, pois nivela o que se exige dos candidatos dentro de uma perspectiva abrangente, como dizem: “nivela por cima”.
    As falhas e atropelos ocorridos nos últimos eventos, e no que acaba de ser executado com todas essas celeumas, devem ser equacionadas de forma a não causar prejuízos maiores aos candidatos e à segurança e confiabilidade que o Exame precisa.
    Acredito que anulando as questões, somente para os que supostamente foram beneficiados com o tal teste, seria uma solução para todas essas questões que tantos prejuízos tem causado para todos. O critério de eliminação das questões deve ser aplicados somente para aos alunos da escola do Ceará.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog