Você, leitor, em sã consciência e sem hipocrisia, acha que o Orlando Silva e seus “companheiros” não gostam de dinheiro?

Publicado em   17/out/2011
por  Caio Hostilio

Sabe, eu gosto de comer bem. Gosto também de uma boa bebida… Um vinho, algumas roupas que não precisam ter marca cara, mas que sejam de qualidade. Gosto de me sentir bem vestido, ter um carro confortável, ir a bons restaurantes, viajar. Você acha que o ministro dos Esportes, Orlando Silva (PcdoB) e seus “companheiros” não gostam das mesmas coisas que eu?

Com certeza vão dizer que si, mas que todos tem o mesmo direito… Concordo!!! Então, porque eles não começam a dar o exemplo? Dividindo tudo que tem com os que tem menos? Jamais farão isso, pois o ser humano, além de hipocrita e egoista, está na sua genética. Caso as utopias de Call Max fossem colocadas em prática, a União Soviética, Cuba e Coroeia do Norte tinham oferecido ao povo tudo de bom… Houve isso? Não!!!

A União Soviética se tornou capitalista. Cuba continua a miséria de sempre, agora que abriu suas fronteiras para que a industria automobilistica pudesse entrar, caso contrário, o homem voltaria a andar de cavalo. A Coreia do Norte gasta o pouco dinheiro que tem com bombas e armamentos, enquanto seu povo passa necessidade. Ah!!! Não pensem que eu esqueci da China… A China só usa o “comunismo” de fachada, pois sua economia se tornou uma das mais bem conduzidas no capitalismo.

Portanto, esses “comunistas” gostam de comprar coisas, sim. Mas gostam da hipocrisia, além de querer passar por paladinos da moralidade e da ética. Quanta falta de vergonha e caráter, para assumir que são tão quanto canalhas como qualquer um outro político e mesmo como qualquer um outro ser humano, visto que a corrupção existe desde o surgimento do homem na terra.

Qualquer oportunidade que apareça para levar vantagem, o ser humano de imediato a busca sem pestanejar. Tem capitalista, comunista, neoliberal, empresário, médico, ex-togados, que receberam de mão beijada candidaturas com o dinheiro do contribuinte, mas em sua cabeça isso foi necessário para a tão sonhada revolução socialista.

“Comunistas” precisam sempre agir em “bando”, pois são individualmente fracos. E os pastores para o tal rebanho são os intelectuais de extrema esquerda, única função que pode dar a eles “poder” em suas existências. Poder político e financeiro. Conduzir o rebanho de fracos e ressentidos é um ótimo negócio para esses pastores…

O Ministério dos Esportes foi usado e abusado, que não venham com as hipocrisias baratas e medíocres, achando que todos são idiotas em acreditar que o PCdoB é um partido constituído de homens da mais alta santidade… PCdoB, PSB, PPS, PDT, PMDB, PT, PSDB, PSD, PTB, PP e o escambau, já que existem legendas pra tudo que é gosto, não tem diferença alguma… Na primeira oportunidade seus caciques enfiam a mão no jarro mesmo!!! Isso é do ser humano!!!

Os outros seguimentos: sociais e econômicos, não escapam dessa armadilha que é a consciência humana… “Enganar, mentir, meter a mão no jarro, roubar, desviar, usar etc.”

Sabe de uma coisa? Vai piorar!!! O mundo vive hoje um nível de consumismo incompatível com os valores que desejamos abraçar. Fazemos fila na porta da Apple para comprar aparelhos fabricados por trabalho escravo – que combatemos. Batemos palmas para os carros elétricos que precisam de usinas nucleares ou hidrelétricas como Belo Monte – que combatemos.

Então, que as falcatruas do PCdoB no Ministério dos Esportes venham devagar, pois assim muitos “éticos e moralistas” vão ver que não passam de hipócritas e canalhas!!!

  Publicado em: Governo

5 Responses to Você, leitor, em sã consciência e sem hipocrisia, acha que o Orlando Silva e seus “companheiros” não gostam de dinheiro?

  1. JRCAMPOS disse:

    Colega Caio,
    Como o Amigo sabe, não costumo fazer-lhe pedidos para divulgação de artigos de minha autoria.
    Mas hoje, por ser este um assunto de interesse coletivo, solicito-lhe a gentileza de publicar o artigo abaixo sobre a Greve dos Bancários. É bom que a sociedade conheça um pouco da ganância dos banqueiros.
    Grato.
    Seu Amigo CAMPOS.

    GREVE DOS BANCÁRIOS
    JRCampos, jornalista*

    Em o “Desafio Mundial”, o ultrafamoso escritor Jean Jacques Servan Schreiber, mais conhecido como JJSS, diz que o primeiro negócio mais rentável do mundo é o petróleo; que o segundo também é o petróleo; e que o terceiro ainda é o petróleo. Sim, porque dele nada se perde. Até o último de seus subprodutos custa caro, o asfalto. Assim, do petróleo tudo se aproveita.

    Antes do advento da OPEP, companhias petrolíferas americanas e inglesas ditavam os preços do mercado internacional a seu bel-prazer, prejudicando com preços vis a economia dos países produtores. Elas, como os grandes refinadores e distribuidores dos derivados, deitavam e rolavam nos seus lucros absurdos; e os produtores, a chupar dedo.

    No Brasil, não se conhece um outro negócio que dê mais lucro que a atividade bancária. Mas só para os banqueiros. Os bancários, mantida a devida analogia com a produção de óleo cru, estão na mesma condição dos produtores de petróleo antes da fundação da OPEP em 1960, ou seja, produzem todo o trabalho do banco para que apenas os banqueiros desfrutem dos lucros fantásticos, os maiores do planeta Terra, à custa de salários miseráveis pagos aos bancários.

    Sem dúvida que a greve, que já dura 19 dias, prejudica sobremodo toda a população. Mas, plagiando o slogan do PSTU, que já virou refrão em todo o Maranhão, “só a luta muda a vida”, os bancários não vão conseguir absolutamente nada sem greve, pois a ganância dos banqueiros não lhes permite dividir os lucros exorbitantes do que ganham com taxas e serviços arbitrados por eles mesmos.

    A instituição bancária, ao que se sabe, parece não sofrer a tão decantada “rigorosa fiscalização” do Banco Central no que tange a taxas e serviços, juros de mora e todo um rosário de cobranças que os correntistas veem em seus extratos. Até para manter uma conta, todo correntista paga uma taxa mensal, que varia de acordo com a ganância da diretoria de cada banco. Por conta disto, os correntistas têm direito somente a um extrato “gratuito” por semana. Pode? Pode! Eles, banqueiros, estão livres, leves e soltos. São os donos do pedaço. Veja a desigualdade entre quem ganha rios de dinheiro como os bancos e, nós, brasileiros assalariados: nós pagamos Imposto de Renda; os bancos, a despeito de seus lucros exorbitantes, não!

    As grandes instituições bancárias deste país, como Bradesco, Itaú, Unibanco, HSBC e outros, e até mesmo as oficiais, como o Banco do Brasil, Basa, Banco do Nordeste e Caixa Econômica, têm lucros fabulosos que não dividem com seus funcionários, os verdadeiros geradores da riqueza dos bancos.

    Em tempos remotos, diga-se de passagem, ser funcionário de uma dessas instituições oficiais era garantia de um bom salário e de muitas vantagens, como plano de saúde, auxílio “xis”, auxílio “y”, etc. Ou seja, o bancário de uma dessas instituições tinha amplas condições de sustentar sua família, dar bons colégios aos filhos, etc. Hoje, os bancos oficiais – para barrar a ganância dos bancos privados – praticamente forçam seus funcionários com as mesmas exigências para cobrir cotas de vendas de planos de seguro, títulos de capitalização, de aplicação em renda fixa e uma enxurrada de outras “grandes vantagens” para os clientes. Em suma: são outros gananciosos.

    Pior: essas cotas, como qualquer empresa de vendas, como os laboratórios farmacêuticos, têm data de fechamento – o bancário que fica sem cobrir sua cota por um ou dois meses vai para a linha de tiro ao alvo, isto é, está marcado para perder seu emprego num banco privado. Afinal, vender é uma habilidade que se pode adquirir à custa de muito treinamento. Mesmo assim, só a desenvolve quem tem facilidade, características para venda, dom que não é para todos. Nas instituições oficiais… bem, o caso merece estudo e coragem de seus funcionários para virem a público denunciar a pressão que sofrem para se transformar em grande vendedor dos produtos do banco.

    O resultado visível dessa forte pressão, hoje chamada pelos psicólogos de assédio moral, é um grande estresse, úlcera, insônia, perda de peso ou ganho exagerado de peso, desequilíbrio emocional e toda sorte de doenças do sistema nervoso. O mais estranho é que não se vê a Imprensa falar sobre este assunto. É como se ele não dissesse respeito a sociedade.

    Em recente pesquisa junto a hospitais psiquiátricos sobre profissões que apresentam maior índice de distúrbios nervosos, os bancários ocupavam o topo da lista, seguidos de corretores de valores mobiliários e, pasmem os colegas!, de jornalistas, outra categoria mal remunerada em todo o país, exceto em canais de TV das Regiões Sul-Sudeste.

    Também estou sendo prejudicado pela greve dos bancários, mas não vejo para eles outra solução que não a greve, até que os banqueiros decidam dividir os lucros exorbitantes com quem realmente os produz, os bancários.

    “Só a luta muda a vida!”
    *JRCAMPOS, Jornalista

  2. maxwell disse:

    O TOM ACUSATÓRIO NÃO CONDIZ COM SUA HISTÓRIA. NÃO SERIA MAIS PRUDENTE TRATAR O CASO COMO INVESTIGAÇÃO E NÃO COMO CONDENAÇÃO SUMÁRIA??? AINDA NÃO FORAM APRESENTADAS PROVAS, APENAS O DEPOIMENTO DE UM LADO.
    E TEM MAIS, A DOUTRINA COMUNISTA ATUAL, NÃO PREGA O APEGO À POBREZA. O QUERER “DO BOM E DO MELHOR” É UM DIREITO DE TODOS, NÃO PODE SER COMPARADO A ATOS DE ROUBALHEIRA, QUE SE FICAREM COMPROVADOS, SEREI O PRIMEIRO A REPUDIAR.

    • Caio Hostilio disse:

      Maxwell, primeiramente não se tem mais ideologias e utopias, tudo é pragmático.. Os outros ministros não houve nada de investigação, simplesmente sairam. Por outro lado, essa não é a primeira vez que o Ministério do Esporte é denunciado, da primeira vez foi abafado, mas agora, depois do programa do Fantástico, não tem o que dizer, são fatos e não histórias. O certo é que o ser humano, isso independente de cor, religião, país etc. é passivo de corrupção, isso desde que essa espécie surgiu na terra. Ele é o único aminal que se torna amigo de sua própria presa… Não aceito hipocrisias, como querem fazer com esses movimentos, pois todos ali são corruptos, isso de acorto com a etimologia da palavra. Aquele que não se encaixar, pode atirar a primeira pedra. Também, acho que o PPS e PSDB não tem a mínima honestidade, ética e moral, para cobrar alguma coisa…

  3. This is a smart blog. I mean it. You have so much knowledge about this issue, and so much passion. You also know how to make people rally behind it, obviously from the responses. Well done!

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog