Natalino e a UFMA…

Publicado em   14/out/2011
por  Caio Hostilio

Pelo andar da carruagem, o reitor na UFMA parece não está com o prestígio que muitos pensam!!! Em sua posse, no último dia 11, em Brasília, a única presença conferida foi a do deputado Domingos Dutra. Alguns até brincaram, ao dizer que o Dutra esteve presente visando levar um campus da UFMA para Paço do Lumiar, visto que se diz pré-candidato à Prefeitura do município.

O incrível é que o reitor levou números incríveis, porém não disse ao Ministro Haddad como a UFMA utiliza a autonomia da UFMA, através das Fundações Sousândrade e Josué Montello, que rendem milhões para a Universidade e que esse dinheiro não é aplicado no ensino, nada em pesquisa e nenhum níquelem extensão. Também, que essas fundações estão na mira da CGU.

O mais interessante em tudo isso é saber que as ciências sociais e humanas são coniventes com todas essas faltas importantes para a comunidade universitária e a coletividade!!!

Diante de tanta maquiagem, seria importante que a comunidade da UFMA chegasse a ler o que o pesquisador Simon Schwartzman falou sobre o ensino superior público, na edição do Jornal O Globo, do dia 01/07/2011. “Universidade Federal é cara e não tem tanta qualidade – Professores e instituição deveriam ser avaliados e ter metas para cumprir”, disse o pesquisador.

Convenhamos que essa perspectiva do pesquisador seja necessária, pois assim saberíamos quantos professores leigos existem dentro das universidades, principalmente nos cursos de medicina, direito, engenharia, arquitetura, odontologia. Professores que desconhecem por completo metodologias pedagógicas, cuja didática não faz o menor sentido de existir para que aconteça o ensino/aprendizagem. Esses “docentes” não sabem a importância da pesquisa de campo para o enriquecimento do ensino e não sabem quais são as condições técnicas para conduzir à extensão a coletividade. “Nada sabemos sobre as missões das novas universidades nem sobre o que será feito para que os novos professores tenham qualificações e desempenho necessários”, afirmou Simon. Alguém acha que ele está errado nessa citação?

Se não bastasse o Hospital Universitário “Dutra” oferecer apenas cirurgias de alta complexidade e nada de cirurgia de média complexidade, mesmo recebendo aproximadamente R$ 5 milhões do SUS, através da Prefeitura de São Luís, fora as verbas adicionais do Ministério da Educação, a UFMA e as outras universidades federais que possuem hospitais, consomem verbas que faltam ao atendimento básico, conforme matéria de jornal O Globo “Saúde paga a conta dos outros”, do dia 11/10.

Essa matéria do Jornal O Globo vem confirmar o que já disse diversas vezes aqui nesse blog sobre o descaso do hospital Dutra com a saúde básica, principalmente no que tange a média complexidade.

A jornalista Regina Alvarez foi muito fez ao dizer “Um Guarda-Chuva amplo demais”, para informar a disparidade de recursos que esses hospitais universitários recebem, sem que tragam a melhoria da saúde básica no país, que está completamente deficiente.

“No momento em que se discute a criação de mis um imposto para financiar a Saúde Publica, recursos destinados às despesas com o atendimento médico básico, universal e gratuito à população, em especial às parcelas de menor renda, estão sendo aplicados em outros fins…”, disse Regina.

Como podemos ver, o hospital Dutra é apenas um exemplo do mau uso do dinheiro público destinado a saúde pública. O certo é que o dinheiro destinado a este hospital daria para manter dois excelentes hospitais de urgência e emergência em São Luís.

Enquanto isso, o reitor pinta de revolucionário, quando não consegue implantar no curso de Medina a disciplina especializada em dar seguimento psicológico aos que fazem a cirurgia de alta complexidade “redução de estomago”.

Espera-se que os médicos que lutam para manter a saúde básica em funcionamento, mesmo que precário, reflitam e vejam o quanto o dinheiro é mal distribuído e aplicado.

  Publicado em: Governo

8 Responses to Natalino e a UFMA…

  1. IVANA DUAILIBE disse:

    Boa matéria Caio, que nos leva a algumas reflexões e creio que seja esse o objetivo. Vejamos, uma Universidade Federal que não reza de prestígio para a posse do seu reitor (sem comentários….), depois o custo desse ensino sem retorno imediato (formar leva mais que 4 anos e não precisa ser economista para saber que um investimento leva muito mais tempo de retorno que 4 anos…às vezes muito mais que uma vida profissional inteira, ao contrário de políticos que se ‘formam” a qualquer custo e o retorno pessoal é imediato…. e não vejo o questionamento deste fato!!!), é isso??? mas formar custa caro sim, porém vamos ver em que condições…
    Quanto ao estabelecer metas e serem cumpridas pelos docentes…universidades e Institutos Federais vão garantir condições de tempo, espaço, de pessoal e etc para que essas metas sejam cumpridas?? têm docentes que possuem uma carga horária imensa se dedicando ao ensino e para que possa ter o mínimo de condições de sobrevivência têm que ter 2 ou mais empregos (ser professor exige algo maior que ministrar aulas) e o tempo que lhe resta muitas das vezes é usado para capacitações como pós graduações…. que nem sempre terá um retorno… quais as condições que temos de realizar pesquisas??? digo isso pq trabalho em uma instituição de ensino que realiza além deste, a pesquisa e a extensão, porém sei que muitas das vezes o docente assim o faz sem condições mínimas para talfaz porque acredita nessa forma de ensino aprendizagem, faz porque traz consigo esse instinto… as bolsas são contadas e o incentivo mínimo…. dependendo das regras, ter uma pós graduação e fazer pesquisas nada acrescentam em seus vencimentos a não ser a satisfação pessoal… sim, pensamos em vencimentos porque o docente pesquisador tem que comer, locomover-se, vestir-se assim como aquele que só desenvolve o ensino…
    Mas podemos dizer que há pesquisa e extensão sim… talvez ainda não seja o ideal, mas aos poucos estamos despertando em nossos discentes essa vontade de investigar para criar soluções…. muitos são os problemas que podem ser resolvidos a partir dessas investigações…
    Quanto ao mérito do trabalho oferecido pelo hosp. universitário, não entrarei pois não tenho nenhuma informação a não ser a que aqui foi postado.
    Boa reflexão Caio!!!….coincidindo com o dia 15 de outubro….
    Professores em greve em muitos lugares e não só lutando por melhores salários, mas pautas de reinvidicações que vão muito mais além deste … passam por melhores condições de trabalho, condições estas que possam garantir um ensino de qualidade (e quem sabe o tão sonhados retorno do investimento), para que possamos formar docentes melhores que os aqui descritos…onde se possa realmente desenvolver o ensino, a pesquisa e a extesão..mas para isso, temos que ter condições…somos professores e não mágicos!

    • Caio Hostilio disse:

      Concordo plenamente com você, mas para gerir uma universidade é preciso ter conhecimento em planejamento, organização e controle, além de um amplo conhecimento em pedagógia, didática, na autonomia universitária e sobre a indissociabilidade em ensino, pesquisa e extensão.

      • Ivana Duailibe disse:

        Não citei alguns outros elementos por não ter um amplo conhecimento sobre eles. Preferi falar de algo que é muito mais próximo de mim, pela minha realidade vivida….

  2. D'ITALYANO disse:

    PROF. CAIO VC NÃO CITOU AS PICARETAGENS COMETIDAS POR UMA TAL DIRETORA DO COLUM RAIMUNDINHA QUE HÁ MAIS DE 10 ANOS MANDA E DESMANDA NESSE COLUM,CONCURSOS E SELETIVOS PARA PROFESSORES COM CARTAS MARCADAS, CRIMES CONTRA DEFICIENTES, HUMILHAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS,PROFESSORES E ALUNOS, COM ASSÉDIOS MORAIS. E PORQUE COM TANTAS ESCOLAS DE 2 GRAU NA CAPITAL, IFMAS COM CURSOS PROFISSIONALIZANTES, É NECESSÁRIO UM COLUN DA VIDA PARA SUGAR OS RECURSOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFMA. SERÁ O BENEDITO? E ESSA DELEGACIA DO MEC-MA QUE NÃO FUNCIONA,BEM COMO ESSE MP FEDERAL NO MARANHÃO QUE NEM SE VÊ FALAR. QUE ABSURDO!!! SÓ PARA VC TER UMA IDEIA O SALÁRIO DE UM PROF. DO COLUM COM ESPECIALIZAÇÃO ESTÁ NA FAIXA DE R$ 5.000,OO ENQUANTO NA REDE DO ESTADO, NO MESMO NÍVEL DE ENSINO NÃO ULTRAPASSA R$ 1.500,00 – ISSO É QUE É DISPERDÍCIO DO DINHEIRO PÚBLICO DA EDUCAÇÃO.

  3. Van Ubl disse:

    I just want to tell you that I’m newbie to blogging and seriously enjoyed your website. Most likely I’m planning to bookmark your blog post . You surely have good posts. Appreciate it for sharing with us your web-site.

  4. I just want to mention I’m all new to blogging and site-building and certainly loved you’re web site. Probably I’m going to bookmark your blog . You absolutely have superb articles. Kudos for sharing your web site.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog