Patacoada tem limite

Publicado em   19/ago/2011
por  Caio Hostilio

Sabe aquela musiqueta: “Um elefante perturba muita gente… Dois elefantes perturbam muito mais…”, assim são as patacoadas desmedidas e fora de propósito. Ninguém merece!!!

Primeiro surge no cenário o tal pastor Silas Malafaia se achando o último biscoito do pacote, como se ele tivesse uma procuração de Deus ou de Jesus Cristo para falar às baboseiras que disse, principalmente que a Câmara de Vereadores de São Luís não teria autoridade para lhe presentear com uma moção de “Persona non grata”. Quem informou isso ao “ungido” achou que ele está acima do bem e do mal. Ora bolas!!! Bastava a maioria dos vereadores votar a favor e ele ser considerado “Persona non grata”.

Vendo que passou dos limites e que sua atitude foi repudiada pela maioria esmagadora dos maranhenses, Malafaia baixou a bola e pediu desculpas ao vereador Ivaldo Rodrigues, chegando a convidá-lo para o culto e ficar um lugar privilegiado. Convenhamos que isso seja uma patacoada sem pretendentes.

O certo é que para se sustentar, as religiões estão cada vez mais inventando campanhas mirabolantes, um discurso cada vez mais histriônico e promessas cada vez mais absurdas. Está em decadência. Cada vez mais estão apelando para valores cada vez mais primitivos e sensoriais e produzir o medo do mundo mágico, transcendental.

A segunda patacoada já encheu o saco dos ludovicenses. O teimoso prefeito João Castelo vai recorrer agora a quem? Ao Papa ou ao Malafaia? Caramba, o STF negou mais um recurso para manter a famigerada cobrança do IPTU 2011.

Prefeito Castelo, não se governa por meio de patacoadas, mas sim com ações que tragam o bem-estar da coletividade.

Faça como o Malafaia, que ao ver que sua patacoada passou dos limites, tratou de recuar e ver que não passa de um simples mortal.

Vossa Excelência sabe que houve erros gritantes na formulação e na aprovação dessa cobrança… Assuma o erro enquanto é tempo, pois assim veremos que o prefeito tem a humildade para assumir erros que são “naturais” dos seres humanos…

No aguardo de novas patacoadas…

  Publicado em: Governo

4 Responses to Patacoada tem limite

  1. Antonio Mesquita Pereira disse:

    Ontem ouvir na rádio capital am, as baboseira desse senhor que se diz pastor, sem nenhum preparo, totalmente desequilibrado, na sua entrevista ele pediu ao vereador Ivaldo Rodrigues que procurasse saber no aurélio o significado da palavra POLEIRO, curioso em saber mesmo, fui ao dicionário e vir que o significado da palavra é completamente diferente do ele disse na rádio, acho que ele é que tem que procurar ler. .

  2. José Carlos Tajra disse:

    Segundo o Dicionário Houaiss 3.0, uma das acepções da palavra “poleiro” é “posição de mando, de autoridade”.
    Qual a importância que tem o Sr. Ivaldo para uma pessoa ser considerada “non grata” em uma capital apenas por lhe insultar? Não é banalizar o termo? Se eu xingar o Sr. Ivaldo, também receberei o título de “persona non grata”?
    Os seguidores no Pastor certamente são infinitamente superiores aos eleitores do Sr. Ivaldo, que deve descer do pedestral em que acha que está e cuidar de trabalhar para o bem da população.
    Este episódio mostra muito bem que o nível da Câmara de Vereadores de São Luís está muito baixo. Um vereador não é um Deus que não possa ser insultado, principalmente quando foi ele que iniciou a baixaria, ao chamar o Pastor de criminoso.
    Só para constar, não sou e nem simpatizo com os evangélicos.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog