Verão Litorânea agita férias de julho em São Luís

Publicado em   01/ago/2011
por  Caio Hostilio

Férias, praia e atividades esportivas: uma combinação perfeita. Com essa fórmula, o projeto Verão Litorânea, promovido pela Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), transformou os fins de semana do período de férias em São Luís na estação do esporte e do lazer.

A iniciativa consistiu em oferecer diversas modalidades esportivas à comunidade maranhense e a turistas, na Avenida Litorânea.  Entre os visitantes estavam pessoas que vieram em caravanas de outras cidades maranhenses somente para participar do Verão Litorânea.

O projeto envolveu cerca de dois mil inscritos e amantes de esportes em mais de quarenta modalidades esportivas. “Simplesmente foi um sucesso; as pessoas vieram e se divertiram, de forma saudável, por meio do esporte e do lazer. A função da Sedel é promover esporte à população maranhense e foi isso o que nós fizemos”, avaliou o secretário-adjunto de Projetos Especiais da Sedel, Winglitton Barros, o China.

O projeto levou esporte a toda a extensão da avenida. E não foi oferecido somente os tradicionais, como futebol de areia ou do vôlei. Nas areias da praia, ocorreram disputas de handebol, frescobol, basquete moutain bike, além de aulas de surf, muay thai, caratê e a recreação para estudantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). O beach tênis foi uma novidade que marcou a programação.

“O projeto mostrou que é possível haver integração entre pessoas com deficiência e o restante da sociedade. O esporte é uma maneira de incluí-las. Ficamos felizes de termos participado de algo tão importante para a população como foi o caso do Verão Litorânea, disse o professor de Educação Física da Apae, José Ribamar Soares Ribeiro.

Diversidade esportiva

Durante o Verão Litorânea, o púbico que foi à Avenida Litorânea nos fins de semana de julho teve acesso a atividades esportivas diversificadas, o que inclui taekwondo, judô, jiu-jítsu, caratê, ciclismo, tênis de mesa, xadrez, damas e até dominó praticadas à beira da praia.

 Foram também apresentadas modalidades apenas de exibição, como foi o caso do parapente, do hipismo, do kickboxing e da capoeira. Aulas de pilates e sessões de acupuntura também estiveram presentes na programação do projeto da Sedel.  

“É necessário que as pessoas se divirtam, conheçam os esportes e entendam que é possível utilizar o espaço da praia como um espaço de lazer. Diversificamos as opções de atividades para atrair todo o tipo de público” explicou China.

Sebastião Silva, professor da Escolinha do Aterro do Bacanga, levou seus alunos à praia. “Temos alunos do Anjo da Guarda, Sá Viana, Vila Embratel, Madre Deus que precisam de iniciativas como esta para conseguirem  se divertir. Por isso, achei interessante trazê-los para jogar um pouquinho de futebol de areia”, revelou.

Na avaliação dos organizadores, o bom rendimento do projeto abriu espaço para estender ações semelhantes de difusão do esporte e do lazer na outras cidades do Maranhão. “Gostamos tanto do projeto que gostaríamos de levar esta iniciativa para São Domingos do Maranhão. Tem gente na nossa cidade que não conhece muitos destes esportes, como o hipismo ou o badmington”, afirmou o secretário do município, Eliseu Sousa Costa.

 

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog