Ao governo do Estado: Não deixe a arte morrer!!!

Publicado em   21/maio/2011
por  Caio Hostilio

Recebi este email, conforme expresso abaixo. Não poderia deixar de solicitar encarecidamente que a governadora Roseana Sarney, que é filha de um dos grandes escritores brasileiros – um imortal da Academia Brasileira de Letras – o escritor e poeta José Sarney, tome as providências cabíveis, visto que um acervo cultural e artístico não pode ter um tratamento desses, como expresso abaixo. Sei que Vossa Excelencia via em busca de todas essas obras, que pertencem ao povo maranhense.

Vale ressaltar que um povo deve respeitar seus ícones, principalmente nas artes, que simboliza o verdadeiro sentido do “belo”. 

Que as artes sejam respeitadas… São através delas que podemos reviver e conhecer os sentimentos de amor, angustia, mágoa, experiência e a cultura de um povo!!! Nelas estão expressas a sensibilidade e a maestria do autor… A consciência do Belo é o que de melhor existe para a elevação dos sentimentos humanos. A missão da arte é enobrecer os sentimentos do homem e enriquecer-lhe a vida, proporcionando-lhe alegria e sentido.

Caio Hostílio, como vai?

Acompanho seu blog e hoje trago uma denúncia: meu avô, Antônio Almeida, um ícone da arte maranhense, também o primeiro e único artista plástico membro de uma academia maranhense de letras, faleceu há dois anos, e muitas obras deles estão abandonados pelo governo do estado, sendo uma das principais, o painel em azulejo do antigo banco do estado do maranhão, o BEM, outras foram descaracterizadas, outras simplesmente desapareceram… São inúmeras. Ele faria aniversário no dia 27 de maio e a família está junto aos meios de comunicação, organizando um manifesto através de jornais, mas nada temos ainda na internet.

Em meu blog, http://alicenr.blogspot.com também irei postar um texto, de cunho poético. Não tenho caráter de escrita jornalística e tampouco atinjo o número de leitores que possui, portanto, envio algumas reportagens sobre a vida e obra do meu avô para que se possível faça coro a nossa voz que é quase imperceptível.

De qualquer forma, agradeço sua atenção.

Seguem anexos,  algumas reportagens sobre desaparecimento das obras (gov.  cafeteira)  do Bacanga e retorno da Forquilha.

A foto colorida menor, onde meu avô aparece, é da antiga rodoviária  Alemanha (destruído  na reforma q houve anos  atrás)

Destaco ainda que o Parque do Bom Menino seja revitalizado e esperamos que a obra – mural – que se encontra lá, também seja reformada.

Holândia ALmeida

‎” Somente quando temos a coragem para enfrentar as coisas exatamente como elas são, sem qualquer autoengano ou ilusão, é que uma luz surgirá dos acontecimentos, pela qual o caminho do sucesso poderá ser reconhecido”

 I Ching

  Publicado em: Governo

8 Responses to Ao governo do Estado: Não deixe a arte morrer!!!

  1. Alice disse:

    Parabéns pelo texto. Em nome da família, aguardamos de fato providências para que essas obras de imenso valor cultural e artístico não se percam, assim como o símbolo da CAEMA, a antiga logomarca que guarda a pureza e a poesia do falecido Antônio Almeida.

  2. holandia almeida disse:

    Agradecemos pelo apoio e sensibilizacao.
    Não permitiremos que essa Memória Patrimonial se perca no tempo!

    Holandia Almeida

  3. Malu disse:

    Moro nos EUA. Estava trabalhando quando alguem me perguntou de onde eu era. Disse que era do Brazil.Entao a pessoa me disse que amava Jorge Amado e Paulo Coelho, entao lhe disse: Paulo Coelho???? …..Moral da historia: O BRASIL NAO DIVULGA SEUS PROPRIOS ARTISTAS,PARA OS PROPRIO BRAZILEIRO: ARTISTAS ESCRITORES, PINTORES E EXCULTORES ESTES ARTISTAS PRECISAM SER DIVULGADOS, CONSERVADOS E APRECIADO !

  4. joao augusto almeida disse:

    Se passaram 2 anos e suas artes se perdem pelo esquecimento dos governantes, e
    da cultura… as obras idealizadas em seus momentos de insonia, em seus rabiscos procurava a perfeição de sua obra, sempre retratando o povo maranhense, desde a quebradeira de coco, ao menino em pinando pipa… esse era o Antonio Almeida, meu avô, meu pai, meu mestre… saudades…. (Joao Augusto Almeida)…

    • admin disse:

      O artista é imortal através de sua arte e sua arte é a história de um povo, com isso precisa ser respeitada.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog