Roseana buscando a hegemonia do seu grupo político

Publicado em   18/mar/2011
por  Caio Hostilio

No dia 11 de março, fiz o artigo “Salvem-se quem puder”, onde procurei mostrar o conceito de hegemonia… Através da persuasão e do consenso, não atuando apenas no âmbito econômico e político da sociedade, mas também sobre o modo de pensar, sobre as orientações e inclusive sobre o modo de conhecer. A hegemonia é a capacidade de unificar através do consenso e de conservar unido um bloco social, não se restringindo ao aspecto político, mas compreendendo um fato cultural, moral, de concepção do mundo… Como se ver, a hegemonia será o trunfo para eleições de 2014. Até lá não saberemos quem ficará no topo (intelectuais orgânicos) e os que ficarão como intelectuais tradicionais (na parte de baixo)… Eu não apostaria… Visto que os dois grupos ainda não mostraram qualquer reação, apenas continuam aumentando cada vez mais a heterogeneidade.

Ontem (17), a governadora Roseana mostrou que quer a hegemonia do seu grupo, pois tem experiência e sabe da necessidade do consenso para buscar sua promessa de campanha: “Fazer o melhor governo de sua vida”, e fortalecer seu grupo político para as eleições que virão: a de 2012 e a de 2014.

Com todo seu traquejo e carisma, a governadora recebeu, no Palácio dos Leões, os deputados estaduais da base governista para um almoço de trabalho, cuja finalidade foi estabelecer um plano de trabalho entre os dois Poderes.

Participaram do almoço, o presidente da AL, Arnaldo Melo, o líder do governo Manoel Ribeiro, o vice-governador Washington Oliveira, os secretários Ricardo Murad (Saúde) e Victor Mendes (Meio Ambiente), e os deputados Afonso Manoel (PMDB), Antônio Pereira (DEM), Carlos Alberto Milhomem (DEM), Carlos Filho (PV), César Pires (DEM), Edilázio Júnior (PV), Edson Araújo (PSL), Fábio Braga (PMDB), Stênio Rezende (PMDB), Hemetério Weba (PV), Magno Bacelar (PV), Raimundo Cutrim (DEM), Rigo Teles (PV), Rogério Cafeteira (PMN), Raimundo Louro (PR), Zé Carlos (PT), Alexandre Almeida (PTdoB), André Fufuca (PSDB), Eduardo Braide (PMN), Carlos Florêncio (PHS), Hélio Soares (PP), Jota Pinto (PR), Léo Cunha (PSC), Camilo Figueiredo (PDT), Doutor Pádua (PP) e Francisca Primo (PT).

Diante dessa iniciativa, devo dizer que os grupos políticos só conseguem alcançar suas pretensões se ficar mantida hegemonia, cuja direção é estabelecer a união de todos nas situações adversas. É preciso saber adaptar-se às novas tarefas e às novas épocas, desenvolvendo-se de acordo com o desenvolvimento do conjunto das relações políticas.

As lideranças têm de comungar com seus liderados, visto que as picuinhas mal resolvidas são perigosas para a heterogeneidade, deixando, com isso, o grupo como se fosse um corpo solitário, voltado para si mesmo e independente da massa, terminando por se tornar anacrônico e, nos momentos de mais desavenças, vem a crise aguda, esvaziando, com isso, o que restou do grupo.

  Publicado em: Governo

One Response to Roseana buscando a hegemonia do seu grupo político

  1. Valmir Abreu disse:

    GABINETE DO DEPUTADO RAIMUNDO CUTRIM

    INDICAÇÃO Nº 101/2011

    Senhor Presidente,

    Na forma regimental, requeiro a Vossa Excelência, que, após ouvida a Mesa, seja encaminhado ofício a Excelentíssima Governadora do Estado do Maranhão, Drª Roseana Sarney, solicitando que a mesma determine a construção das sedes dos Batalhões da Policia Militar ‘BPM’ e Companhias Independentes ‘CI’ criados pela Lei 9.043 de 15/10/2009, publicada no Diário Oficial nº 201 de 20/10/2009 nos seguintes municípios:
    13º BPM – São José de Ribamar – MA;
    14º BPM – Bacabeira – MA;
    15º PBM – Bacabal – MA;
    2ª CI – Mirinzal – MA;
    3ª CI – Amarante do Maranhão – MA;
    15ª CI – Grajaú – MA;
    16ª CI – Governador Nunes Freire –MA
    Cabe destacar que o 12º BPM com sede em Estreito e a 14ª CI com sede em Buriticupu, criados pela mesma legislação, já foram construídos e entregue à Policia Militar, devendo as demais construções seguirem o mesmo projeto de construção para as unidades já edificadas acima citadas. As construções são necessárias e urgentes vez que sem isso as organizações policiais criadas não poderão ser instaladas e a população não será beneficiada com a melhoria da segurança pública.

    Plenário “Deputado Nagib Haickel” do Palácio “Manoel Bequimão”.
    São Luís, 14 de fevereiro de 2011.

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog