Continuar com a greve baseado em quê?

Publicado em   18/mar/2011
por  Caio Hostilio

Já li em diversos blogs que o Sinproesemma manterá a greve, alegando que não teria sido ainda notificado pelo Tribunal de Justiça, que decretou a greve ilegal.  

Atendendo a ação ordinária de pedido de antecipação de tutela, movida pela Procuradoria Geral do Estado (PGE-MA), o Tribunal de Justiça do Maranhão decretou liminarmente a ilegalidade da greve.

Em nota, a Seduc diz que a deflagração de greve ocorreu no início de negociação prévia com o Governo do Estado, conforme demonstra o ofício expedido pelo sindicato em 25/2/2011, no qual se verifica que foi apresentada proposta de negociação para atendimento de pauta reivindicatória da categoria, conforme acordado em reunião com representantes do governo do Estado no dia 23/2/2011.

Como se ver, basta esse ofício para provar que a greve foi arquitetada por políticos, que não aceitaram a derrota das eleições de 2010.

O PCdoB, que comanda o sindicado, ignorou completamente as questões socais, ou seja, que se danem os alunos e o ano letivo.

Não tiveram a sensibilidade de analisar as causas e os efeitos, visto que uma greve deve visar apenas à política trabalhista e não a política partidária.

O certo é que o TJ, por decisão do desembargador Marcelo Carvalho, aceitou o argumento da ausência de comunicação prévia sobre a greve, que deveria ser informado com 48 horas de antecedência, segundo Lei 7.783/1989.

  Publicado em: Governo

Deixe uma resposta

Contatos

hostiliocaio@hotmail.com

Assine o Blog

By signing up, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy.

Publicidade

Busca no Blog